O que é Samadhi

Samadhi é o mais elevado passo da Senda Óctupla da Ioga, delineada pelo sábio Patanjali.

No samadhi, alcança-se o estado de supraconsciência, através da meditação profunda, em que o praticante torna-se uno com o objeto de sua meditação. Aí, a pequena consciência comunga com a grande Consciência do universo e com ela se identifica, podendo afirmar, “eu e o Pai somos um”.

“O samadhi é uma experiência de júbilo, uma luz esplêndida, na qual se contemplam incontáveis mundos flutuando em um vasto leito de alegria e bem-aventurança”, disse Yogananda.

Todos aqueles que são capazes de alcançar esse estado de consciência presenciam a Verdade Única que cria e sustenta a Ordem Universal, o que inclui, por conseguinte, o conhecimento sobre a natureza da mente e da matéria.

No vídeo, o corpo do mestre tornou-se imóvel, aparentemente morto, devido à retirada da força vital. Ele manteve, porém, plena consciência da condição física de animação suspensa e de tudo o que se passava a sua volta, diferindo totalmente do cochilo ou do sono . Essa forma de samadhi, alcançado nos estágios iniciais de comunhão com o Infinito, é chamada de sabikalpa samadhi.

Nos estágios mais avançados, o iogue mantém-se nesse estado de comunhão com o Universo sem necessidade de manter a imobilidade do corpo, em estados comuns de vigília, mesmo em meio à realização das ações mais prosaicas.

Esse estágio final de autorealização, chamado de nirbikalpa samadhi, só é experimentado por mestres de altíssimo adiantamento, como Yogananda. Toda ação ou obra produzida nesse estágio é chamada de “palavra de Deus”.

Esta foi a forma pela qual as escrituras sagradas, tal como o Evangelho de Jesus, o Gita de Krishna, os livros de Moisés e alguns outros foram elaborados. Elas não podem ser comparadas com produções meramente intelectuais, nem compreendidas integralmente por essa via.

A “palavra de Deus” foi também manifestada sem a representação dos caracteres da linguagem escrita, por intermédio do exemplo vivo dos santos e profetas de todas as religiões.

Mesmo sem alcançar o samadhi, os iniciantes em meditação experimentam lampejos da superconsciência, acessando a Consciência Universal para resolver os problemas mais inextricáveis. Aplicando as respostas ouvidas nesses vislumbres na vida prática, o meditante torna-se capaz de embelezar a existência de forma incomparavel.

Arnóbio Albuquerque

Sobre Arnóbio Albuquerque

Graduado em Engenharia, Especialista em Economia e Finanças e Mestre em Educação. Autor do livro AS CONTRIBUIÇÕES DE PARAMAHANSA YOGANANDA À EDUCAÇÃO AMBIENTAL. Atua como Consultor de Desenvolvimento humano e empresarial. Iniciado em Kriya Yoga pela Self-Realization Fellowship, estudioso da Filosofia do Ocidente e do Oriente.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>