Últimos semifinalistas são definidos no Austrália Open

O Austrália Open chegou no seu momento decisivo. Com os jogos dessa madrugada, foram definidos as semifinais do torneio. Na chave masculina, chegaram os mais fortes:  Djokovic, Murray,  Federer, respectivamente números 1, 2 e 3 no ranking. No meio deles está Milos Raonic. Invicto no ano, o canadense possui 9 vitórias seguidas, e vem embalado pela conquista de Brisbane, quando derrotou Roger Federer por 2 a zero.

No feminino, Kerber surpreendeu ao bater a bielorrussa Victoria Azarenka, e no segundo jogo da noite, a britânica Johanna Konta derrotou a chinesa Shuai Zhang.

Jogos

No primeiro jogo da noite, tivemos o sétimo confronto entre Angelique Kerber e Victoria Azarenka. Até então, Kerber nunca havia vencido Azarenka. Além disso, a alemã jamais tinha chegado na semifinal do Aberto da Austrália, porém, o dia estava reservado para Kerber. Com um jogo agressivo, forte e ótimo saque, Kerber abriu uma boa vantagem ao quebrar o serviço de Azarenka duas vezes: 4×0. Apesar do inicio promissor, a alemã viu sua rival diminuir a vantagem para 4×3, mas sem se abalar, Kerber, em uma nova quebra, fechou o set em 6×3.

Em grande performance, Kerber derrotou Azarenka e chegou nas semi. Foto: Reprodução/Facebook
Em grande performance, Kerber derrotou Azarenka e chegou à semi. Foto: Reprodução/Facebook

No segundo set, Vika voltou para o jogo, pelo menos por alguns momentos. Errando bem menos que no primeiro, a bielorrussa conseguiu abrir 5×2 e tinha o saque a seu favor para igualar a partida. Azarenka parecia pronta para fechar o set, quando abriu uma vantagem de 40/0. Mesmo com 3 set points a seu favor, Azarenka viu Kerber ressurgir e pela primeira vez no set, quebrar o serviço da adversária. A partir daí, a alemã tomou conta do jogo novamente e venceu os 4 games seguintes, fechando o set em 7×5 e o jogo em 2 a zero.

Em duelo de zebras… 

No duelo entre a britânica Johanna Konta e a chinesa Shuai Zhang, venceu a melhor colocada no ranking. Na posição de número 47, Konta precisou de um pouco mais de 1 hora para vencer com tranquilidade a chinesa, parciais de 6/4 e 6/1. Com a vitória, a tenista chega pela primeira vez na semifinal do torneio. A adversária será a alemã Angelique Kerber.

Sem surpresas 

As últimas partidas que valeram as vagas na outra semifinal do masculino, terminaram como o esperado. Em um jogo de altíssimo nível, Andy Murray bateu o espanhol David Ferrer por 3 sets a 1, parciais de 6/3, 6/7(5), 6/2 e 6/3. Com a vitória, Murray avançou pela 5° vez em 6 anos para semifinal do torneio. Será que dessa vez o britânico conquistará pela primeira vez o Austrália Open?

No duelo que definiu o adversário de Murray, o canadense  Milos Raonic confirmou a boa fase e por 3 sets a 1, parciais de  6-3, 3-6, 6-3 e 6-4, venceu o francês Gael Monfils. Valendo vaga na final, Raonic e Murray se enfrentam na madrugada de quinta para sexta.

Duelo de amigos

Bruno Soares e Jamie Murray se enfrentaram pelas duplas mistas. Companheiros e semifinalistas no masculino, a dupla se separou e quem se deu melhor foi o brasileiro. Em um jogo que durou 56 minutos, Bruno Soares e a russa Elena Vesnina venceram Murray e a eslovena Katarina Srebotnik por 2 sets a zero, parciais de  6-2 e 6-3. Com a vitória, a dupla avançou para a semifinal e aguarda os vencedores de Sania Mirza/Ivan Dodig x Leander Paes/Martina Hingis.

Murray e Soares voltam à na noite desta quarta (27), dessa vez em parceria,valendo vaga no torneio de duplas masculinas. Os adversários serão os franceses Adrian Mannarino e Lucas Pouille.

Veja momentos que marcaram a rodada:

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=LeL7CICQIQM[/youtube]

 

Ponto de vista do redator:

A semifinal masculina chegou muito forte. Além dos 3 melhores do mundo, Raonic, que está invicto na temporada, completa o quarteto. De um lado da chave, teremos o clássico duelo entre Djokovic x Federer. Apesar do favoritismo sérvio, tudo pode acontecer nessa grande partida. Do outro lado, teremos Murray x Raonic. Não me surpreenderia se o canadense vencesse o britânico, embora o mesmo tenha um pequeno favoritismo. No feminino, com a derrota de Azarenka, o caminho segue aberto para Serena, rumo ao seu sétimo título do Aberto.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *