Vasco Arruda

About Vasco Arruda

Psicólogo, professor de História das Religiões e Psicologia da Religião.

    Posts do Autor

    Psicologias em Reflexão

    A mídia ofereceu a participação do homem na coletividade, sintonizando-o com a informação para conter qualquer radicalidade perante a sua crise de essência diante do Cristianismo, o Marxismo e o Existencialismo. Trata-se da domesticação (via bestialização) do humano pela mídia, interferindo no seu caráter criador/seletor. Acrescenta Sloterdijk (2002), os meios de comunicação assumiram a tarefa, […]

    Continue lendo

    Um livro vivo

    Chegou setembro, mês que, para os católicos no Brasil, é dedicado à Bíblia. A escolha homenageia São Jerônimo, comemorado no dia 30 deste mês. Foi ele o responsável pela primeira tradução da Bíblia para o latim. Tenho um fascínio pela Bíblia que só tem aumentado com o passar dos anos, o que tem me levado […]

    Continue lendo

    Três séculos de milagres

    São acontecimentos extraordinários revelados nos confessionários, nas procissões, durante as missas, e também nos corredores, nas escolas, nas empresas, no cafezinho, nos telefonemas, ou – mais recentemente – por e-mail, facebook, whatsapp, instagram e qualquer meio que permita a um brasileiro relatar a outro que, de maneira impressionante ou inexplicável, testemunhou um milagre de Deus […]

    Continue lendo

    Apesar da morte, a vida prossegue

    Confrontado num lapso de menos de seis meses com a perda brusca de quatro pessoas queridíssimas, uma das quais o meu pai – fato que constitui, conforme expresso por Freud em A interpretação dos sonhos, “o evento mais importante, a perda mais pungente na vida de um homem” – eu, que sempre procuro amparo nos […]

    Continue lendo

    Esboço para um possível retrato de meu pai

    Papai, Postado em silêncio diante do computador, eu buscava palavras para iniciar um texto que eu pretendia resultasse num perfil do senhor. Com que palavras iniciar? Foi então que lembrei do Livro da Vida, a autobiografia de Santa Teresa D´Ávila. Na primeira frase do livro Santa Teresa escreve: “Não fosse eu tão ruim, bastaria ter […]

    Continue lendo

    Aparições de Fátima, um insistente apelo à oração

    No verbete Oração, escrito especialmente para a magistral Enciclopédia de Fátima, Manuel de Fátima e Oliveira Morujão afirma: “A oração é um ponto essencial para compreender as aparições e o fenômeno de Fátima. Sem oração, Fátima seria incompreensível, degeneraria em esoterismo ou folclore, num mero fenômeno de massa” (p. 175). O Anjo da Paz, que […]

    Continue lendo

    A vida transverberada pela Beleza

    No parágrafo que abre o livro “História do ateísmo: os descrentes no mundo ocidental, das origens aos nossos dias”,  George Minois, historiador das mentalidades religiosas, indaga: “Uma história da descrença [incroyance] e do ateísmo, numa época em que se proclama por toda parte a ´volta da religião`, a ´revanche de Deus` e o ´reencantamento do […]

    Continue lendo

    Uma jornada em busca do que nos faz humanos

    Ser sonhador é pensar em coisas que não existem e ter certeza de que, em um futuro não muito distante, elas estarão aqui – respondeu o monge. Fábio Tucci Farah [Farah, Fábio Tucci. As aventuras de Pépin, o pequeno peregrino. Ilustrações de Anna Cunha. – Belo Horizonte, MG: Lê, 2012, p. 72.] Para falar da […]

    Continue lendo

    Do escândalo da cruz à ressurreição

    Há alguns dias recebi da coordenadora de um grupo de oração o convite para ministrar uma palestra em um encontro de formação. Propôs um dos seguintes temas: o escândalo da cruz ou a ressurreição. Depois de ponderar um pouco, delicadamente recusei o convite. O motivo principal foi considerar os assuntos propostos grandiosos e complexos demais […]

    Continue lendo

    O vendedor de ilusões poéticas

    Já basta de conversas bobas/prosas inocentes – quem não sabe a veracidade/e ainda não descobriu o seu ser radiante… // Entretanto, não é isso que procuro/por que teima…/Realmente é um absurdo/ o que fazer… requeiro auxílio. //  Cansado dessa extensa jornada…/Aspiro encontrar uma cintilância/Luz Divina para ajudar a alcançar o alvo. // Não desejo jogos, […]

    Continue lendo