Lisboa é o destino preferido dos franceses e ingleses para o verão de 2015

lisboa-monopolio-1A eDreams, a maior agência de viagens de voos online do mundo, apresentou um estudo onde revela que Portugal é um dos destinos preferidos dos europeus para a época de verão de 2015.

Um estudo feito pela eDreams revelou que a cidade de Lisboa é o destino preferido dos franceses e ingleses para o verão de 2015. De acordo com a eDreams os turistas franceses são os que mais vezes visitam Portugal nos primeiros dias de agosto, onde este ano não será exceção. Os ingleses também mostram a sua preferência por Portugal ao escolherem a cidade de Lisboa como um dos principais destinos para o verão de 2015.

Os dados da eDreams permitem ainda comprovar que os europeus preferem ficar dentro do continente, com 90% dos espanhóis, 94% dos portugueses, 98% dos nórdicos, 88% dos italianos e alemães, 76% dos ingleses e 70% dos franceses a optarem por destinos dentro da zona euro. Os portugueses, espanhóis, franceses e italianos escolheram o próprio país para descansar e aproveitar o verão de 2015.

Em Portugal os voos nacionais representam cerca de 30% do total de reservas, onde as cidades do Funchal e Ponta Delgada são as mais procuradas pelos portugueses. Espanha e França são os países que se seguem na lista de preferências.

No que diz respeito ao alojamento, os dados mostram que a Espanha é o destino preferido dos Europeus, com as cidades de Madrid e Barcelona a assumirem a liderança. Os europeus gastam em média 320 euros em alojamento.

dinheiro vivo

Graciano Coutinho - Jornalista

Sobre Graciano Coutinho - Jornalista

A comunicação é a arma mais poderosa do nosso tempo, formando um triangulo ideal-mental, em cujo ápice se encontram os três veículos principais da informação, da mensagem e da mobilização de massas: o Jornal, a Rádio e a Televisão. Na base, o Livro, o Cinema e o Teatro, estes três últimos, porém, com muito menor raio de ação e com reflexos não instantâneos na massa amorfa das multidões, sobre cuja sensibilidade atua mais com o “imediato” da noticia e da informação, que o complexo elaborado dos outros instrumentos intelectuais de expressão e de comunicação. ................................................ Essas considerações, de caráter filosófico, aliás, primário, vêm a propósito de um português que se tem destacado na Colônia e nos meios luso-brasileiros por uma atividade constante no jornalismo, na radiofonia e com incidência também na televisão, sempre dando caráter construtivo à sua missão de critica não apaixonada, de informação correta, na ação não divisionária, pois seu objetivo profissional tem o duplo sentido de INFORMAR e de UNIR. Graciano Coutinho, tem sido, assim, um elemento de fraternização e integração, pela inteligência, pela sinceridade e, sobretudo, pela veracidade com que informa e serve aos interesses e ideais da Comunidade Portuguesa e da Família Luso-Brasileira. Muitos e bons têm sido os serviços que presta à Comunidade, sem empáfia e sem carisma de nenhuma espécie. Entra por tudo isso neste friso de pedreiros-intelectuais, dedicados à construção de nossa Comunidade de língua Portuguesa. Graciano Coutinho nasceu em Rocas do Vouga, Concelho de Sever do Vouga, Distrito de Aveiro, filho de Maria Antonia Coutinho. É Jornalista profissional. Desde que chegou ao Brasil, em 9 de maio de l959, teve sempre participação ativa no meio jornalistico, social e associativo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *