Propina de R$ 20 mi articulada por Cid foi para campanha de Camilo, acusa delator

Propina supostamente articulada por Cid teria ido para campanha de Camilo (Foto: Tatiana Fortes/O POVO)

Propina de R$ 20 milhões da JBS que teria sido articulada por Cid Gomes (PDT) tinha como destino campanha de Camilo Santana (PT) ao governo em 2014. A informação consta na delação de Wesley Batista, um dos donos da JBS, que aponta ainda participação do secretário Arialdo Pinho (Turismo) e do deputado Antonio Balhmann (Pros) no caso.

Delação da JBS aponta propina de R$ 20 milhões para Cid e R$ 5 milhões para Eunício

Segundo o termo de cooperação nº 15, Cid Gomes teria visitado, ainda durante seu mandato como governador em 2014, a sede da JBS em São Paulo e solicitou apoio para a campanha de Camilo. Wesley teria dito, no entanto, que a contribuição era “dificultada” por uma dívida de R$ 110,4 milhões do governo do Ceará em restituição de créditos de ICMS para a JBS.

O empresário afirma então que teria sido procurado, duas semanas depois, por Antonio Balhmann e por Arialdo Pinho. Eles teriam apresentado proposta de liberar integralmente os créditos do ICMS em troca de repasse de R$ 20 milhões para a campanha de Camilo. Wesley teria concordado com a proposta.

Segundo dados oficiais do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), campanha de Camilo contou com mais de R$ 7 milhões em doações da JBS. Na delação, o empresário disse que repassou R$ 10,2 milhões em forma de “propina dissimulada sob a forma de doação oficial” e R$ 9,8 milhões por meio de “notas emitidas contra a JBS sem contrapartida em prestação de serviços”.

Outro lado

Em nota, Cid negou ter recebido recursos da JBS. “Repudio referências em delação que atribuem a mim o recebimento de dinheiro. Nunca recebi um centavo da JBS. Todo o meu patrimônio, depois de 34 anos trabalhando, é de 782 mil reais (IRPF2016), tendo sido duas vezes deputado, duas vezes prefeito e duas vezes governador”, disse.

O Blog Política procurou o governo do Ceará e a assessorias de Antonio Balhmann e Arialdo Pinho, mas ainda não obteve retorno até o presente momento.

Carlos Mazza

Sobre Carlos Mazza

Repórter do núcleo de Conjuntura do O POVO. Jornalismo de dados, reportagens investigativas, bastidores da política cearense. carlosmazza@opovo.com.br

3 thoughts on “Propina de R$ 20 mi articulada por Cid foi para campanha de Camilo, acusa delator

  1. Na realidade sempre vejo desonestidade entre esses políticos,ser político honesto é muito fácil antes de se eleger,mas depois de eleitos?? A falta de vergonha e respeito com o povo Brasileiro é tamanha,vamos agora construir presídios para politicos,pois aqui no Ceará é só o que Tem,principalmente em Maracanaú Pacatuba e Caucaia,dentre muitas outras regiões,cabe ao ministério público investigar e. conjunto com a polícia federal.

  2. Na realidade sempre vejo desonestidade entre esses políticos,ser político honesto é muito fácil antes de se eleger,mas depois de eleitos?? A falta de vergonha e respeito com o povo Brasileiro é tamanha,vamos agora construir presídios para politicos,pois aqui no Ceará é só o que Tem,principalmente em Maracanaú Pacatuba e Caucaia,dentre muitas outras regiões,cabe ao ministério público investigar em conjunto com a polícia federal.

  3. Ciro é vítima dele mesmo! Agora, vai que responder como o seu grupo político,onde ele é o chefe,recebeu propina da JBS !

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *