“As emendas não são do governo, é lei”, diz Domingos Neto

Deputado vai receber R$ 10,7 milhões em emendas

Um dos líderes em benefícios de emendas parlamentares, o deputado Domingos Neto (PSD) negou que tenha o recurso milionário empenhado como moeda de troca para votar a favor do presidente Michel Temer (PMDB) na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara dos Deputados.

As emendas que devem ir para a saúde de cerca de 40 municípios cearenses, segundo o deputado, somam R$ 10,7 milhões. “Essas emendas não são do governo, é orçamento impositivo, aprovado desde 2015 quando votamos a lei”, disse.

Segundo o deputado, o repasse para o mandato é um dos maiores porque vai ser direcionado todo para a saúde. “Emenda para a construção de uma praça, por exemplo, se o município tiver inadimplente não consegue empenhar… Se for para a saúde, é empenhado independentemente do município estar com dívida”, afirmou.

Integrante do PSD, da base aliada do presidente Michel Temer, o parlamentar cearense se posicionou contra a denúncia do procurador-Geral da República, Rodrigo Janot, envolvendo o presidente Michel Temer por corrupção passiva.

4 thoughts on ““As emendas não são do governo, é lei”, diz Domingos Neto

  1. Foi moeda de troca “SIM” dePUTAtado para votar a favor do presidente Michel Temer (PMDB) na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), só assim você e os outros conseguem se reeleger, comprando a consciência dos povo sertanejo.

  2. Boa saída, Corrupto!

    Só prova que vocês dependem até o fundo das calças do Executivo.. Se vendem por qualquer coisa!

    Mas as eleições estão aí.. e as redes sociais também!

  3. Pois é, as emendas já eram de direito, assim, não precisava votar em favor de corrupto.
    Votou, não será votado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *