Aproximadamente 2407 resultados (0,130 segundos)

Hélio Rôla passa o Carnaval substituindo o lixo pela arte

Do artista plástico Hélio Rôla, o filófoso que perscruta a alma humana a partir de sua quinta na Lagoa Redonda, recebi o texto e a imagem que ora lhes apresento. «Passadas as eleições a propaganda política deixou inúmeros espaços em branco nos muros da cidade como é o caso aqui na lagoa redonda… onde moro… […]

Continue lendo

Hélio Rôla: médico, professor, artista plástico e catador de lixo: tudo com a mesma eficiência

Hélio Rôla, médico, professor, artista plástico e o maior filósofo da Lagoa Redonda – de cuja bordas da cerca ele avista aviões a despejaram querosene e barulho sobre o plácido bairro – resolveu assumir outra cruzada: a limpeza de sua rua, como mostra a reprodução de sua Rolanet, boletim expedido por ele e do qual […]

Continue lendo

Férias no Ceará & estorvo acústico

Do artista plástico Hélio Rôla, que refugiou-se na Lagoa Redonda em busca de sossego, mas encontrou barulho nos céus e terras, recebi o texto abaixo e o mapa acima. «Férias no Ceará… Por conta de som excessivo oriundo do Recreio Clube de Campo (Av Recreio, 1090 – Lagoa Redonda, Fortaleza – Ceará) certas áreas da […]

Continue lendo

VídeoRôla protesta contra zoada aérea

O artista plástico Hélio Rôla, um homem em busca do sossego, resolveu inovar.  Além de sua expedita Rolanet, na qual senta o pau no barulho aéreo que lhe atenaza o juízo lá pelas  bandas da Lagoa Redonda, onde ele foi se refugiar – depois de fugir da Praia de Iracema – agora resolveu aumentar a […]

Continue lendo

Em homenagem à temporada turística, a arte e o texto de Hélio Rôla

Com a entrada do período de férias, abre-se a temporada turística no Ceará, que faz a alegria dos comerciantes e do “trade” turístico. Do seu refúgio na Lagoa Redonda – por onde sobrevoam garças e outros bichos maiores e mais barulhentos (por sobre as cabeças os aviões) -, Hélio Rôla, lembra do tempo em que […]

Continue lendo

Humano feito vaca e em nome da galinha

O artista plástico Hélio Rôla, que lá pelas bandas da Lagoa Redonda perscruta o infinito, enquanto os aviões lhe atenazam o juízo, está intensificando a sua campanha contra o barulho aéreo a que os moradores são submetidos. Cansado de apelar para o habitar humano, resolveu pôr os bichos na parada, do mesmo modo que fez […]

Continue lendo

Mídia e tirania

Do artista plástico Hélio Rôla, o pensador-ermitão da Lagoa Redonda, recebi texto e ilustração “Sem mídia não há poder e sem poder não existe mídia. É o que dizem. Mas, uma mídia ativa não é necessariamente indício de democracia, pelo contrário, quando ela se alia e se torna a alma e a própria essência do […]

Continue lendo

“Intervenções autoritárias não podem consertar sociedades autoritárias”

Do artista plástico Hélio Rôla, que matuta sobre os destinos do mundo nos matos da Lagoa Redonda, recebi texto e ilustração. Intervenções autoritárias não podem consertar sociedades autoritárias “Um relatório da OMS de 1962 dizia que depois de três mil anos antes de Jesus Cristo, a humanidade flutuava sobre três bilhões e oitocentos milhões de […]

Continue lendo

“Cultura do turismo, a nova barbárie?”, pergunta Hélio Rôla

Quando termina mais uma “alta estação” turística em Fortaleza, nada como ler o texto (e ilustração) que Hélio Rôla nos envia. Os trechos são de Nietzsche, escritos no século retrasado, mas parece que foram feitos ontem. Hélio Rôla, expulso da Praia de Iracema pelo turismo selvagem, segundo anunciou quando deixou sua antiga morada, mudou-se para […]

Continue lendo

No barulho, Hélio Rôla pensa sobre o silêncio

Do artista plástico Hélio Rôla, que contempla o mundo da Lagoa Redonda, clamando por silêncio, recebi texto e arte. Emprenhados pelos ouvidos Se já não há silêncio em casa, no vizinho, na rua, na praça, na escola, no canil, no hospital, na UTI, no trabalho, no carro, no bar, no carnaval…no bordel… no céu cheio […]

Continue lendo