Acordo da Semam: empresas de outdoor aceitam agir dentro da legalidade

O portal da Semam [Secretaria do Meio Ambiente e Controle Urbano, da Prefeitura] informa: Metade dos outdoors serão retirados das ruas de Fortaleza:

“Incrementando as ações de combate à poluição visual na cidade, a Semam, com o Sindicato das Empresas de Publicidade Exterior do Ceará, firmaram acordo para remover 50% dos outdoors, cerca de mil unidades, instalados de forma irregular.” [Grifei]

Não deixa de ser um avanço a retirada da metade dos outdoors que enfeiam [para não dizer emporcalham] Fortaleza, apesar de a promessa inicial da Prefeitura [já faz tempo] ter sido limpar a cidade das placas, como fez o prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab.

Mas, atentem para o detalhe: o acordo é para retirar os outdoors irregulares, isto é, que estão fora da lei. No caso, não bastaria aplicar a  própria?

De qualquer modo, na Fortaleza, terra de ninguém, aplicar a lei já é uma grande vantagem.

Plínio Bortolotti

Sobre Plínio Bortolotti

Jornalista. Diretor Institucional do Grupo de Comunicação O POVO, jornal, rádios e TV (Fortaleza, Ceará). No jornal O POVO foi repórter, editor e ombudsman por três mandatos (2005/2007). Integra o Conselho Editorial do jornal e coordenou o Conselho de Leitores (2008/2015). Também é responsável pelo projeto Novos Talentos para estudantes de Jornalismo. Escreve um artigo semanal para a editoria de Opinião e assina a coluna “Menu Político”, no caderno People. Na rádio O POVO/CBN é âncora do programa diário “Debates do Povo” e faz comentário diariamente no programa de rádio Revista O POVO/CBN. Diretor da Abraji (Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo), entre os anos de 2008/2011. Cidadão Cearense, por título concedido pela Assembleia Legislativa em dezembro de 2010.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *