Café Atelier 1913 lança clube de assinaturas

O Café Atelier 1913 estreia no mercado e lança o Clube do Café do Atelier 1913. A marca declara ser o primeiro clube de assinaturas do gênero no Ceará e funciona da seguinte forma: ao se inscrever no Clube pelo site www.atelier1913.com.br, o cliente escolhe o tipo de assinatura que mais se adequa ao seu perfil (mensal, trimestral, semestral ou anual), o tipo de café que prefere receber – em grãos ou moído – e paga um valor fixo por mês.

A cada ciclo, o assinante receberá em casa um kit com os cafés Alfredo e Amélia, além de acesso exclusivo a novos blends do Atelier 1913 e outras surpresas pontuais. “Já estamos trabalhando em pelo menos três novos blends para 2018 e os membros do clube irão saboreá-los primeiro”, informa a nutricionista, barista e mestre de torras do Atelier 1913, Isabelly Giffony.

 

A origem –  Desenvolvido para homenagear o centenário do Sítio São Roque, em Mulungu-CE, o Café Atelier 1913 vem do café arábica sombreado.  Há quatro gerações a família Farias, proprietária do Sítio São Roque, cultiva o café arábica típica sombreado a mais de 800 metros, altitude considerada ideal para o cultivo do grão, que possui aroma e doçura intensos, com variações de acidez, corpo e sabor. O São Roque é referência na produção do arábica sombreado e desde 2015, surgiu o desejo de homenagear os fundadores e oferecer aos visitantes um produto contemporâneo, mas que também contasse um pouco da história da família, num processo de desenvolvimento que durou dois anos para chegar ao Atelier 1913.

“O Amélia é um café com torra escura, que tem doçura e acidez equilibradas com as notas de frutas amarelas e chocolate. Já o Alfredo é um café com torra média, acidez acentuada, corpo marcante e doçura equilibrada, com notas de caramelo e rapadura”, explica Isabelly. Ambos são vendidos moídos ou em grãos na lojinha do Sítio São Roque por R$ 15, a embalagem de 250g.

Em Fortaleza, os cafés podem ser encontrados no Aimê Café (Av. Barão de Studart, 2821) e n’O Mar Menino (Av. Barão de Studart, 1043).

Prêmio – Em setembro deste ano, o café por meio da parceria com agência Abracadabra Design trouxe para Fortaleza o prêmio ABRE da Embalagem Brasileira, módulo Embalagem, na categoria Embalagem para MPEs (micro e pequenas empresas).

O “A” serifado na marca impressa na embalagem procura transmitir a ideia de um produto clássico, como as capitulares dos livros antigos de receitas encontrados no Sítio São Roque. As cores frias e o visual clean do invólucro exclusivo remetem à mensagem de ser um “produto atualizado”. As fotos dos pais do sr. Gerardo Farias identificam cada um dos dois blends do produto, distinguindo  as composições do Alfredo e do Amélia, embaladas em saco de papel craft, que evocam conjuntamente às histórias do casal, ao dar o toque artesanal, pessoal e familiar que envolve o produto. Para concluir, um carimbo com o nome da marca e um barbante.

joelmaleal

Sobre joelmaleal

Jornalista, formada pela Universidade de Fortaleza (Unifor) e especialista em Gerência Executiva de Marketing – Cetrede/UFC.
Assessora de comunicação do Grupo O POVO. Titular da coluna Layout, publicada às sextas-feiras, no O POVO, e editora-adjunta do Anuário do Ceará, composto pela publicação impressa, site e especiais para TV. Apresentou o programa Faixa Conexão Layout, da TV O POVO.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *