Colégio de Caucaia é exemplo de esporte e cidadania

Talento, juventude e desejo de ser campeão, esses são alguns dos elementos que compõem a base esportiva do Colégio Parque Estudantil Guadalajara (CPEG). A escola, localizada na grande Jurema, Caucaia, acumula títulos em inúmeros esportes, sendo uma das instituições de ensino mais vitoriosas do Ceará.
O segredo para o sucesso, no entanto, não se resume apenas a habilidade dos estudantes. Investindo em estrutura e acompanhamento profissional, o colégio consegue fornecer subsídios para o desenvolvimento dos atletas, que obtêm grandes desempenhos dentro e fora da quadra. A CPEG possui dois ginásios poliesportivos, piscina e um sistema de manutenção de equipes com professores específicos para cada modalidade.

Além disso, o estudante do colégio Guadalajara é incentivado à prática de atividade física desde os 11 anos, quando as crianças são convidadas a participar das seleções de futsal, vôlei, handball e natação da escola.

SISTEMA DE BOLSAS

A instituição possui também um sistema de bolsas integrais para a captação e desenvolvimento de crianças com talento para a atividade esportiva. O diretor esportivo da CPEG, Clenilson Martins, afirma que o método de escolha desses novos atletas é um processo especial, pois demonstra o engajamento social que o Guadalajara possui com a comunidade.

“Oferecemos bolsas apenas para crianças das categorias sub-13. Nesse sistema, o atleta recebe bolsa de estudo 100%, mas se ele reprovar, perde a bolsa imediatamente, ou seja, a gente participa ativamente da formação da cidadania desse aluno, porque não precisa ter talento só dentro de quadra, precisa ter fora também. A vida lá fora está complicada, precisamos ser pai, conselheiro e educador, antes de pensar em ser treinador ”, concluiu.

Samuel Potira, 17, foi um dos muitos jovens assistidos pelo projeto. Em 2016, ele foi convocado pela 1º vez para a Seleção Brasileira de Futebol de Salão C17.
Samuel Potira, 17, foi um dos muitos jovens assistidos pelo projeto. Em 2016, ele foi convocado pela 1º vez para a Seleção Brasileira de Futebol de Salão C17.

 

Texto: Alexandre Mota

309

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *