COPA DO MUNDO 2014: o que refletirá no mercado imobiliário?

Imagem de Amostra do You Tube

COPA DE 2014 – Fortaleza/CE

 

O setor imobiliário em Fortaleza tem aquecido com a vinda da COPA DO MUNDO de 2014.

Muitos projetos e a própria estruturação da cidade tem feito com que Construtores e Incorporadores olhem com mais afinco para alguns pontos em Fortaleza na certeza de valorização.

Até mesmo, investidores estrangeiros tem optado por investir em nossa capital.

Entrevistamos Renato Borges, Franqueado e Diretor da Franquia Imobiliária RE/MAX Atitude para sabermos que mudanças a COPA do MUNDO trará para o setor imobiliário em Fortaleza.

 

Imóveis e Negócios: O que mudará no Mercado Imobiliário em Fortaleza com a vinda da COPA do MUNDO?

Renato Borges: A valorização dos imóveis está diretamente ligada à estruturação da cidade, a exemplo de uma rua asfaltada até a vinda de um shopping.

A expectativa dos frutos decorrentes da Copa, no setor imobiliário, é real e promissora, pois teremos uma injeção pecuniária de mais de R$ 33 bilhões no País, incluindo o investimento em portos, aeroportos, segurança e saúde. A valorização dos imóveis acompanha, portanto, o crescimento da cidade.

Além dos quesitos aludidos que repercutem na movimentação e valorização do mercado imobiliário faz-se mister mencionar a geração de mais de 400 mil empregos de caráter temporário, além de cerca de 300 mil de caráter direto, vacância esta a ser preenchida em detrimento dos projetos da Copa de 2014. Além desta expectativa definida de empregos teremos um desenvolvimento nos serviços privados, sejam formais ou informais, que serão estimulados, quando da vinda de turistas que movimentarão economicamente os restaurantes, parques, setores hoteleiros e afins. Conclui-se que quanto mais empregos, mais famílias serão beneficiadas e estruturadas financeiramente, o que repercutirá em maior potencial econômico para a aquiescência de imóveis, seja para moradia ou investimento.

Teremos ainda maior visibilidade do país, por intermédio de milhares de visitas e publicidade em todos os gêneros. Em meio a estes indicativos apresentamos um País que sobrevive à crise mundial, o que gera maior segurança no que toca ao investimento no segmento imobiliário.

Por fim, ressalta-se que os benefícios da copa não contemplarão os 26 Estados e Distrito Federal de maneira igualitária, uma vez que o levantamento dos investimentos públicos, relacionados à Copa Mundial, alcançarão preferencialmente as 12 cidades que sediarão o evento em tela. Isto significa que teremos um desenvolvimento heterogêneo, no que tange aos frutos advindos da Copa de 2014.

Imóveis e Negócios: Qual o cenário econômico que Fortaleza vem enfrentando no quesito valorização imobiliária?

Renato Borges: O Brasil vivencia um cenário econômico que impulsiona a valorização dos imóveis. Durante anos a participação de crédito imobiliário no País era tímida e mitigada, o que reprimia as transações imobiliárias. Em detrimento de novas políticas no setor, presenciamos brasileiros de classe menos favorecida realizando o sonho da casa própria. Outro fator relevante é o crescimento econômico do País, em termos gerais, a exemplo da diminuição da taxa de analfabetismo, geração de empregos e desenvolvimento físico. Dentro deste contexto é emergido os comburentes “copa” e “olimpíadas”, formando o notório aquecimento no setor imobiliário. Neste cenário estima-se que não somente Fortaleza, porém muitas outras cidades em ascensão, disporão de imóveis com valores significativamente mais elevados, apesar de alguns freios, atuais, no gráfico de valorização.

Um exemplo recente e oportuno é a valorização do imóveis da praia do Icaraí que tiveram aumento de 220%, em virtude do crescimento na regiões vizinhas, especificamente em detrimento do Porto do Pecém, no qual trabalham diversos profissionais que encontraram no Icaraí um local mais estruturado para residirem. Em 2007 o valor do metro quadrado dos imóveis no Icaraí girava no importe pecuniário de R$ 500,00, enquanto que hoje chega às margens de R$ 1.600,00. O valor de venda e alugueis aumentaram significativamente devido a demasiada procura por funcionários do Porto do Pecém. Além disso fora investido milhões na técnica denominada “bagwall”, utilizada para contenção de erosão, o que devolveu balneabilidade às praias do Icaraí. Dados como estes demonstram as infinidades de indicativos que definem as cores do cenário imbiliário.

ACQUARIO do Ceará (Perspectiva)

Imóveis e Negócios: Os preços dos imóveis irão continuar crescendo até a COPA? É o momento certo para investir?

Renato Borges: A tendência é que os valores dos imóveis ainda aumentem, não somente em razão da Copa, mas em virtude do crescimento e estruturação do País, nos aspectos econômico, político e social. O que presenciamos é apenas uma desaceleração. Isto significa que a valorização dos imóveis continua a existir, porém de uma maneira mais saudável, portanto, menos agressiva ao bolso do brasileiro. Nossa cidade receberá o Shopping “Rio Mar”, terceiro maior do país, com investimento de 600 milhões, Shopping de Parangaba, Centro de Eventos, ACQUARIO (Oceanário), dentre tantas outras obras de grande porte que interferem diretamente na valorização dos imóveis envoltos ao crescimento físico e econômico.

Diante de todo o desenvolvimento mencionado, constata-se que os efeitos da copa no setor imobiliário não são fictícios. Em virtude da copa, muitos hotéis estão sendo construídos, além dos shoppings, portos, aeroportos dentre outros potenciais empreendimentos citados. Todas estas estruturas, evidentemente, permanecerão depois da copa, de forma que os valores dos imóveis, relacionados a este desenvolvimento físico, não sofrerão instabilidade.

Imóveis e Negócios: Qual a expectativa com relação a investidores estrangeiros? Eles têm grande participação no aquecimento do setor?

Renato Borges: Concomitantemente ao crescimento do Brasil e à vinda da Copa de 2014, presenciamos uma crise mundial, na qual Países desenvolvidos apresentam descrédito no investimento no setor imobiliário. Diante destes indicativos o Brasil se torna atraente aos olhos do investidor estrangeiro. Esta prática vem acontecendo há anos, essencialmente nos litorais brasileiros, haja vista o potencial econômico dos estrangeiros que ganham em dólar e euro. Por conseguinte, a Copa de 2014, as Olimpíadas de 2016 e o crescimento do País fomentam, ainda mais, o desprendimento do investidor.

Além da confiança em se investir no País, mister considerar a chegada de grandes Franquias Imobiliárias, a exemplo da RE/MAX, que proporcionam maior segurança ao investidor estrangeiro, uma vez que este pode usufruir da comodidade de procurar auxílio à uma unidade franqueada localizada em seu País, a qual estabelecerá a comunicação com outro franqueado do Brasil, resultando em uma transação mais célere e segura.

Novo Estádio CASTELAO (Perspectiva)

Imóveis e Negócios: Muitos comentam hoje que, após a Copa de 2014, os preços dos imóveis cairão. Qual a sua expectativa com relação a isso?

Reanto Borges: A valorização dos imóveis pós COPA vai acompanhar a situação econômica do País, em tal momento. A expectativa é uma valorização freqüente, porém mais tênue, seguindo os dizeres e indicativos econômicos a serem apresentados nos anos seguintes à Copa de 2014.  Não existem, sequer, sinais de bolha imobiliária para os próximos anos. Ao contrário dos Estados Unidos, Dinamarca, Reino Unido e Espanha, a política de participação do crédito do Brasil ainda é conservadora, além da carência atual de 6 a 10 milhões de imóveis.

Desta forma se posiciona o setor imobiliário, envolto a indicativos concretos e promissores, os quais estimulam e desenvolvem o desprendimento do investidor e do usuário para fins habitacionais.

Rejane Bandeira

Sobre Rejane Bandeira

Corretora de Imóveis e Franqueada da Imobiliária RE/MAX Sweet Home no Rio de Janeiro. Também é Administradora de Empresas e Palestrante no Brasil.

Um comentário sobre “COPA DO MUNDO 2014: o que refletirá no mercado imobiliário?

  1. Acho que a valorização vai além da situação econômica do país, também dependendo do estado, no Rio de Janeiro os imóveis para venda, aluguel ou temporada já vem subindo de preço desde a anúncio da Copa e das Olimpíadas, agora… ‘Imagina na Copa!’

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>