Vídeo do dia – homenagem a Zico

O mito Zico completou 59 anos no último sábado – conforme citei até aqui, na coluna Bola Cultural.

Em homenagem a ele, um vídeo com imagens da primeira revista dedicada exclusivamente ao craque, a Zico, publicada em 1976. Um artigo dos mais raros entre colecionadores, flamenguistas ou não. A música é Camisa 10 da Gávea, de Jorge Ben.

E olha que naquela época o Flamengo estava longe de montar o time que encantaria o mundo. E Zico não disputara uma Copa sequer.

Craque é craque!

Compartilhar

7 comentários sobre “Vídeo do dia – homenagem a Zico

  1. Um exemplo de craque que soube fazer sua carreira. Um verdadeiro espelho para nossos jovens atletas.

  2. O último grande camisa 10 clássico. O homem dos passes magistrais, de lançamentos perfeitos de longa distância, de armação e habilidade juntas incomparáveis. Um cidadão com letras graúdas acima de tudo.

    Torcia Flamengo por causa do Zico, hoje uma leve simpatia somente.

  3. Não deu pra assistir ao video de onde estou, mas chegando em casa vou abrir e assistir, pois trata-se, na minha opinião, do maior jogador que acompanhei – desde o inicio da cerreira – dentro do futebol. Os que vieram antes, não se comenta e nem se compara, nem por bola, nem por épocas distintas, que trocado em miudos arrebentariam aqui também, independente da época.
    CIRO me faça um favor. O que voçê poderia nos dizer desse Argentino que o Fortaleza Contratou?
    Pergunto porque jogador Argentino é que nem o cara que é canhoto, ou joga muito ou…
    Sendo que os CARAS – Argentinos – tem uma vantagem que o canhoto não tem: RAÇA, GANA e vontade de vencer. Isso não podemos tirar deles.
    Ele é CANHOTO?
    Como os acertos nas contratações estão sendo o ponto forte na temporada, e por se tratar de um CABA Argentino, acredito que vai ser mais um pra entrar no clima de ajuda e com certeza vai acertar também.
    Dois detalhes:
    1. Ele já tá adapitado ao clima de forno, ou precisa ficar circulando entre uma central de ar e sol quente?
    2. Esses CABAS o treinador tem de saber aproveita-los. Pois caracteristicas quase iguais as nossas na bola, mais a RAÇA e VONTADE, que falta-nos um pouco, – as vezes – devem ser detectados o mais rápido possivel, sob pena de queimar o rapaz.
    Concorda comigo?

  4. Caro João Ximenes, vou fazer um post sobre as contratações recentes de FEC e CSC. Obrigado pela dica.

  5. Sem dúvida alguma …. a família Antunes é uma família de desportistas . Todos amantes do futebol . Há anos eu li uma reportagem em que o Zico dizia claramente que o melhor dos irmãos Antunes era ….. o Edu Coimbra . Sim , o Eduzinho do América , e que quase chegou ir na Copa do México em 1970 .
    De qualquer forma , o Zico , foi o que mais brilhou em clubes e na seleção brasileira . Salve o Galinho de Quintino !!!

  6. Ciro, o Zico existiu como jogador quando o futebol brasileiro era o futebol brasileiro: com dribles, tabelinhas e jogadas em progressão e ele Zico, foi um dos seus expoentes, onde coexistiam inúmeros grandes craques. Hoje, nessa mesmice de passes laterais e para trás, sem nenhum drible, sem tabelinhas em que se tornou o nosso futebol – quando surge um que dá uns poucos dribles, como o Neymar, é logo endeusado e o Marketing se encarrega de fazer o resto. Torço Flamengo pela geração do Zico, Adílio, Andrade, Leandro, Júnior e cia., inesquecível.

  7. Caro Maurício, esse time do Flamengo era espetacular. Tenho muitos vídeos deles em campo que comprovam isso que você escreveu – e olha que torço Botafogo. Mas, marketing de lado, o Neymar joga demais. Tem vaga em qualquer time da história do futebol brasileiro, na minha modesta opinião.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>