Ano de 2015 pode ter uma verdadeira overdose de Clássicos-Rei

Último Clássico-Rei terminou empatado em 0 a 0 e, com o resultado, o Ceará sagrou-se tetracampeão cearense. Foto: O POVO
Último Clássico-Rei terminou empatado em 0 a 0 e, com o resultado, o Ceará sagrou-se tetracampeão cearense. Foto: O POVO

Os torcedores alvinegros e tricolores que se preparem para fortes emoções já no começo do ano de 2015. Isso porque, logo no primeiro semestre, o futebol cearense protagonizará uma verdadeira overdose de embates entre Ceará e Fortaleza.

Assim como acontece em todos os anos, Leão e Vovô se enfrentarão pelo menos duas vezes na primeira fase do Campeonato Cearense.

Além disso, após sorteio realizado na noite desta quinta-feira (18), em Recife, os dois representantes cearenses caíram no mesmo grupo da Copa do Nordeste e também farão dois jogos pela fase de grupos da competição.

Sem contar que, caso os rivais se classifiquem para as próximas fases do Estadual e do Nordestão, poderão se enfrentar em jogos de mata-mata, além da possibilidade de um embate pela Copa do Brasil.

HISTÓRICO RECENTE A FAVOR DOS ALVINEGROS
Se o histórico recente for levado em consideração, a torcida do Ceará tem boas expectativas para os próximos clássicos. Nos últimos 15 jogos, foram 8 vitórias alvinegras, 5 empates e apenas 5 triunfos tricolores. O último deles em 2012, pelo Campeonato Cearense.

Confira os resultados dos últimos 15 jogos entre Ceará e Fortaleza

Ceará 0 x 0 Fortaleza – Cearense 2014
Fortaleza 0 x 0 Ceará – Cearense 2014
Ceará 3 x 1 Fortaleza – Cearense 2014
Fortaleza 1 x 1 Ceará – Cearense 2014
Ceará 3 x 1 Fortaleza – Cearense 2013
Fortaleza 0 x 3 Ceará – Cearense 2013
Fortaleza 0 x 1 Ceará – Cearense 2013
Ceará 2 x 0 Fortaleza – Cearense 2013
Ceará 1 x 1 Fortaleza – Cearense 2012
Fortaleza 0 x 0 Ceará – Cearense 2012
Fortaleza 0 x 1 Ceará – Cearense 2012
Ceará 1 x 2 Fortaleza – Cearense 2012
Ceará 0 x 1 Fortaleza – Cearense 2011
Ceará 1 x 0 Fortaleza – Cearense 2011
Fortaleza 1 x 2 Ceará – Cearense 2011

Após liderar todas as divisões que disputava, futebol cearense vive momento de oscilação no Campeonato Brasileiro

Vovô e Leão, mesmo passando por momentos difíceis nas Séries B e C, têm tudo para conseguir o acesso
Vovô e Leão, mesmo passando por momentos difíceis nas Séries B e C, respectivamente, têm tudo para conseguir o acesso. Foto: O POVO

Há cerca de um mês, o futebol cearense podia se orgulhar do excelente momento que vivia. Exceto o Icasa, que lutava – e ainda luta – contra o rebaixamento na Segundona, Ceará, Fortaleza e Guarany de Sobral lideravam as Séries B, C e D, respectivamente. Hoje, o momento é bem diferente.

Depois de passar 10 rodadas na primeira colocação da Segundona, o Ceará perdeu a liderança e, logo em seguida, saiu do G4. Apontada como uma das melhores na competição, a equipe alvinegra vem alternando entre altos e baixos nas últimas rodadas. Porém, mesmo deixando de fazer parte do grupo de classificação na 23ª rodada (o clube ocupa atualmente a 5ª posição), o Ceará tem boas chances para se recuperar e voltar a figurar no grupo de acesso.

Quem também tem tudo para se classificar é o Fortaleza. O tricolor vem de uma sequência de três jogos sem vencer e atravessa momento difícil na Série C, mas, mesmo assim, segue na ponta do Grupo A. Com a classificação praticamente garantida para a fase eliminatória, o Leão do Pici deve focar na disputa do mata-mata para, após cinco anos, retornar à Série B.

Na Série D, o Guarany de Sobral, que chegou a liderar o Grupo 2, está eliminado. O Cacique do Vale acumulou três derrotas seguidas e, com apenas seis pontos conquistados em 21 disputados, perdeu o sonho de disputar a Série C do Campeonato Brasileiro em 2015.

A expectativa é de que, com os campeonatos chegando ao fim, os clubes possam reagir e voltar a apresentar o futebol que vinham desempenhando – principalmente antes da Copa do Mundo – para que possam retomar o caminho das vitórias e, em dezembro, garantir alegrias aos seus torcedores.

Confira a classificação da Série B do Campeonato Brasileiro

Confira a classificação da Série C do Campeonato Brasileiro

Após 16 rodadas seguidas, Ceará deixa o G4 da Série B

Equipe comandada pelo técnico Sérgio Soares é apontada como uma das melhores na competição, mas vem alternando entre altos e baixos nas últimas rodadas. Foto: Fábio Lima/O POVO
Equipe comandada pelo técnico Sérgio Soares é apontada como uma das melhores na competição, mas vem alternando entre altos e baixos nas últimas rodadas. Foto: Fábio Lima/O POVO

O empate com o Paraná, na terça-feira (16), tirou o Ceará do G4 da Série B. Dono da melhor campanha no primeiro turno, o alvinegro vem enfrentando um difícil momento na competição, de oscilação, acumulando derrotas e empates consecutivos, e com isso deixou de fazer parte dos quatro primeiros colocados após 16 rodadas seguidas.

Das 23 rodadas disputadas, a equipe de Sérgio Soares só não ficou no G4 em seis. Ou seja, em 17 rodadas, sendo 16 delas seguidas (na 1ª e da 7ª à 22ª rodada), o clube esteve entre os quatro primeiros.

A boa sequência do Vovô começou na 7ª rodada, quando o clube venceu a Ponte Preta por 3 a 2 e passou a ocupar a 3ª colocação. Em seguida, o Vovô chegou até a ocupar a  primeira colocação. O alvinegro cearense, inclusive, foi o time que mais vezes liderou a Série B. Ao todo, foram 10 rodadas na primeira posição da tabela.

Porém, mesmo deixando de fazer parte do G4 na 23ª rodada, o Ceará tem boas chances para se recuperar e voltar a figurar entre os primeiros. A primeira delas já na sexta-feira (19), quando enfrenta o líder Avaí, às 21h50min, no Castelão, no típico jogo de 6 pontos, em que o alvinegro precisa vencer para voltar a subir na tabela.

Confira o desempenho do Ceará na Série B 2014

1ª rodada: CEA 1 x 0 OES – 4ª posição
2ª rodada: AMG 3 x 0 CEA – 11ª posição
3ª rodada: CEA 2 x 2 NAU – 11ª posição
4ª rodada: CEA 2 x 1 PAR – 5ª posição
5ª rodada: AVA 1 x 1 CEA – 6ª posição
6ª rodada: ARN 0 x 1 CEA – 5ª posição
7ª rodada: CEA 3 x 2 PON – 3ª posição
8ª rodada: CEA 4 x 0 VIL – 2ª posição
9ª rodada: SAM 2 x 2 CEA – 1ª posição
10ª rodada: BRA 1 x 2 CEA – 1ª posição
11ª rodada: CEA 1 x 3 JOI – 3ª posição
12ª rodada: CEA 2 x 1 ICA – 1ª posição
13ª rodada: STC 2 x 3 CEA – 1ª posição
14ª rodada: CEA 2 x 2 BOA – 1ª posição
15ª rodada: ACG 0 x 2 CEA – 1ª posição
16ª rodada: VAS 2 x 0 CEA – 1ª posição
17ª rodada: CEA 1 x 2 ABC – 1ª posição
18ª rodada: POR 1 x 1 CEA – 1ª posição
19ª rodada: CEA 3 x 1 LUV – 1ª posição
20ª rodada: OES 3 x 1 CEA – 3ª posição
21ª rodada: CEA 5 x 2 AMG – 3ª posição
22ª rodada: NAU 2 x 1 CEA – 4ª posição
23ª rodada: PAR 0 x 0 CEA – 5ª posição

Balanço da rodada: mais um final de semana sem vitórias dos clubes cearenses

Dos times cearenses, o Icasa é o que está em situação mais preocupante. O Verdão ocupa a zona de rebaixamento da Série B.  Foto: Agência Miséria
Dos times cearenses, o Icasa é o que está em situação mais preocupante. O Verdão ocupa a zona de rebaixamento da Série B. Foto: Agência Miséria

Assim como aconteceu há sete dias, o final de semana não foi positivo para os clubes cearenses no Campeonato Brasileiro.

Na sexta-feira (12), pela Série B, o Ceará foi até Recife e perdeu para o Náutico por 2 a 1. Mesmo com a derrota, o Vovô permanece no G4, com 38 pontos. Porém, o alvinegro está apenas um ponto na frente da Ponte Preta, primeiro time fora do grupo e classificação.

No mesmo dia, o Icasa recebeu o líder Joinville no Romeirão. O Verdão até saiu na frente, mas não conseguiu segurar a vantagem e cedeu o empate aos visitantes. A situação alviverde permanece difícil. Já são sete jogos sem vencer na Segundona, e o clube amarga a 18ª colocação, com 20 pontos, cinco a menos que o América/RN, primeiro time fora da zona da degola.

Encerrando o final de semana dos clubes cearenses, o Fortaleza recebeu o Paysandu na Arena Castelão com a expectativa de vencer e garantir a classificação antecipada para o mata-mata da Série C. Porém, o tricolor esbarrou na retranca paraense e não conseguiu sair do 0 a 0. Mesmo assim, o Leão do Pici segue líder isolado do grupo A, agora com 28 pontos.

Ceará e Icasa voltam a jogar pela Série B na terça- feira (16). O Vovô encara o Paraná no estádio Durival Britto, enquanto o Verdão recebe o Vila Nova, no Romeirão.

Já o Fortaleza só joga na próxima segunda-feira (22), novamente na Arena Castelão, contra o Treze/PB.

Confira a classificação da Série B do Campeonato Brasileiro

Confira a classificação da Série C do Campeonato Brasileiro

Quase lá…Fortaleza está a uma vitória da classificação para o mata-mata

Artilheiro do Fortaleza na temporada, Robert está confirmado no confronto contra o Paysandu. Foto: Fábio Lima/O POVO
Artilheiro do Fortaleza na temporada, Robert está confirmado no confronto contra o Paysandu. Foto: Fábio Lima/O POVO

O Fortaleza está muito perto de garantir a sonhada vaga no mata-mata da Série C. Para isso, basta uma vitória no domingo (14), diante do Paysandu, às 19h, na Arena Castelão.

Com 27 pontos e na liderança isolada do Grupo A da Série C, o tricolor, caso consiga o resultado positivo, chega aos 30 pontos e assim não pode mais ser alcançado pelo Cuiabá, que atualmente com 19 pontos, é o primeiro time fora do G4.

No treino de apronto, Chamusca esboçou o time titular que deve atuar com Ricardo; Tiago Cametá, Genílson, Adalberto e Fernandinho; Guto, Corrêa, Edinho e Marcelinho Paraíba; Waldison e Robert.

HISTÓRICO FAVORÁVEL AO TRICOLOR
No histórico recente do duelo entre Fortaleza e Paysandu, o time cearense leva a melhor, pois nos últimos cinco encontros, são três vitórias tricolores e dois empates. O último triunfo do Papão foi há nove anos, quando as equipes disputavam a Série A de 2005.

O retrospecto geral é equilibrado. No total, são 23 confrontos entre os times, com oito vitórias para o Fortaleza, nove para o Paysandu e seis empates.

O último duelo ocorreu pela Série C deste ano, com vitória do Fortaleza, em Belém, por 2 a 1.

Série B: Ceará detém o melhor ataque, mas defesa vem sendo uma das piores

Magno Alves é o artilheiro do Brasil, com 31 gols marcados. Foto: Tatiana Fortes/O POVO
Magno Alves é o artilheiro do Brasil, com 31 gols marcados. Foto: Tatiana Fortes/O POVO

Na terceira colocação da Série B, com 38 pontos (atrás apenas do líder Joinville, que possui 39, e do Avaí, que soma os mesmos 38 mas possui melhor saldo de gols) o Ceará vai fazendo uma bela campanha na Segundona. E muito disso se deve ao poder ofensivo do alvinegro.

O Vovô possui – disparadamente – o melhor ataque da competição. Já foram 39 gols marcados em apenas 21 jogos, resultando uma média de 1,8 gols por jogo. A equipe comandada por Sérgio Soares apenas não marcou gols em duas oportunidades (nas derrotas por 3×0 para o América/MG, na 2ª rodada, e por 2×0 para o Vasco, na 16ª rodada).

Além disso, o alvinegro conta com o poder de decisão do experiente Magno Alves, principal goleador do Brasil, com 31 gols, e artilheiro da Série B (ao lado de Jael, do Joinville) com 12 tentos marcados.

Porém, se o ataque marca muitos gols, a defesa também vem sofrendo bastante. O setor defensivo tem sido o ponto fraco do alvinegro. Mesmo no G4, o Vovô possui a quarta pior defesa da competição, com 31 gols sofridos (média de 1,4 gols por jogo). Das 21 partidas, em apenas quatro o Ceará não sofreu nenhum gol.

Embora o ataque venha funcionando bem, o desempenho defensivo preocupa os próprios jogadores, que admitem que é necessário maior atenção quando o time está sem a bola.

“O pessoal lá da frente tá fazendo muitos gols. Infelizmente estamos sofrendo muitos também, mas vamos trabalhar mais e nos cobrar mais dedicação para a gente deixar de sofrer tantos gols”, afirmou o goleiro Luis Carlos, que está recuperado de lesão e volta ao time titular.

Melhores ataques da Série B

1º – Ceará – 39 gols
2º – Sampaio Corrêa – 32 gols
3º – Atlético/GO – 31 gols
- América/MG – 31 gols
4º – Joiville – 30 gols
- Vasco – 30 gols

Piores defesas da Série B

1ª – Vila Nova – 34 gols
2ª – Atlético/GO – 33 gols
3ª – Portuguesa – 32 gols
4ª – Ceará – 31 gols
- Oeste – 31 gols

Ceará 5 x 2 América/MG – Vitória em grande estilo que traz tranquilidade ao Vovô

Eduardo, Souza e Magno Alves comandaram as principais jogadas ofensivas do Vovô. Foto: Tatiana Fortes/O POVO
Eduardo, Souza e Magno Alves comandaram as principais jogadas ofensivas do Vovô. Foto: Tatiana Fortes/O POVO

Após uma semana difícil, marcada pela eliminação na Copa do Brasil para o Botafogo e pela derrota fora de casa para o modesto Oeste, pela Série B, o Ceará reencontrou o caminho das vitórias. E em grande estilo. Comandados por Eduardo e Magno Alves, os alvinegros golearam o América/MG por 5 a 2 na Arena Castelão e seguem firme no G4.

Com maior volume ofensivo no primeiro tempo, o Vovô foi pra cima e abriu o placar logo aos oito minutos, em um golaço de Eduardo. Aos 22, Sandro ampliou, dando maior tranquilidade aos alvinegros.

Porém, sem a bola, o Vovô falhou no setor defensivo e permitiu o empate dos mineiros em duas jogadas de bola parada. Na primeira delas, aos 24 minutos, Adalberto aproveitou cobrança de escanteio para diminuir o placar. Dez minutos depois, Vitor Hugo, após falta cobrada na área, deixou tudo igual.

Mas o Ceará tem Magno Alves. Quando as coisas parecem se complicar, o camisa 11 aparece para decidir. Aos 37, ele aproveitou vacilo da defesa americana e fuzilou o goleiro Fernando Leal: Ceará 3 x 2 América.

No segundo tempo, o alvinegro voltou mais ligado e foi cirúrgico em seus ataques. Criou boas chances de gol e não desperdiçou as oportunidades. Logo aos 16 minutos, Bill recebeu grande passe de Souza e mandou na trave. A bola sobrou para Eduardo, que tocou para Magno Alves só empurrar para as redes. Foi o 32º gol do Magnata no ano, que assumiu a artilharia isolada do Brasil.

Dez minutos depois, Eduardo, em grande jogada individual, selou o placar final no Castelão. Ceará 5 x 2 América/MG.

O camisa 7 alvinegro, por sinal, foi o melhor homem em campo. Com a ausência de Nikão, foi ele o principal armador de jogadas do time. Marcou dois belos gols e ainda participou das principais tramas ofensivas. Coube a Souza, que assumiu a camisa 10 (e também fez boa partida) o papel de coadjuvante.

No setor defensivo, porém, Sandro e Diego Ivo (que jogou no sacrifício) ainda não estão 100%. Mesmo assim, provaram que são fundamentais no esquema de Sérgio Soares e apesar de não estarem na forma ideal, ajudaram muito na vitória alvinegra.

De toda maneira, o Ceará apresentou o futebol que o torcedor espera ver no resto do campeonato, mostrou que não se abalou com os resultados negativos da última semana e segue forte na caminhada em busca do acesso à Série A.

A equipe de Sérgio Soares chegou aos 38 pontos e segue na terceira colocação (atrás do vice-líder Avaí pelo saldo de gols). O clube cearense agora está distanciado por quatro pontos do quinto colocado, a Ponte Preta, garantindo maior tranquilidade no grupo de classificação.

Confira a classificação completa da Série B

CRB 3 x 0 Fortaleza – Tricolor perdeu quando podia perder

Mesmo sem estar 100%, Ricardo teve que entrar em campo após a expulsão de André Zuba. Foto: O POVO
Mesmo sem estar 100%, Ricardo teve que entrar em campo após a expulsão de André Zuba. Foto: O POVO

Acabou a série invicta do Fortaleza. Após cinco meses e 13 rodadas na Série C, o tricolor conheceu sua primeira derrota na competição neste domingo (7), em Maceió, quando foi batido pelo CRB por 3 a 0.

A noite ruim do Tricolor teve início logo aos 14 minutos, quando o goleiro André Zuba derrubou Magrão na área. O árbitro marcou pênalti, que o próprio Magrão converteu, e ainda expulsou o arqueiro, deixando o time cearense com um a menos.

Com a saída de André Zuba, o goleiro Ricardo, que havia sido poupado na partida com um quadro de virose horas antes do jogo, teve que entrar em campo e atuar no restante do jogo.

No segundo tempo, o CRB, melhor em campo, conseguiu marcar mais duas vezes. Após 23 minutos, novamente Magrão aproveitou cruzamento e de cabeça marcou seu segundo gol na partida. Cinco minutos depois, Clebinho, em chute forte de longe, acertou o ângulo e marcou o 3° do time alagoano.

Agora, o time de Chamusca busca aprender com o tropeço para crescer na competição. Claro que nunca é bom perder, mas é importante saber que o tricolor perdeu quando podia perder. A derrota serviu como “sinal de alerta” e resta aprender com os erros para não repeti-los nos próximos jogos.

Mesmo com o revés, o Leão do Pici segue tranquilo na liderança isolada do Grupo A, com 27 pontos, cinco a mais que o segundo colocado, o próprio CRB, e a oito de distância para o Cuiabá, quinto colocado.

O tricolor volta a campo no próximo domingo (14), para enfrentar o Paysandu, às 19h, na Arena Castelão. Em caso de vitória, já garante a classificação para o mata-mata com três rodadas de antecedência.

Confira a classificação completa da Série C

Com 7 gols tomados nos últimos dois jogos, Ceará sofre com falhas, lesões e suspensões na defesa

Zaga do Ceará cochilou contra o Oeste. Foto: via O POVO
Zaga do Ceará cochilou contra o Oeste. Foto: via O POVO

Continue lendo