Ceará na Série B: faltam gols, mas time finalizou 39 vezes e teve 15 escanteios em dois jogos

Que o sistema ofensivo do Ceará é o que mais tem necessidade de evoluir no elenco, não há dúvida. Desde 2005 a equipe não ficava sem marcar em dois jogos seguidos de Campeonato Brasileiro, seja Série B ou Série A, como ocorreu diante do CRB e do Boa Esporte nesta temporada.

Se faltou qualidade nas finalizações nos 180 minutos de tempo regulamentar jogados até agora, os números mostram que a iniciativa esteve presente. Foram 39 finalizações e 15 escanteios a favor.

Não se trata, portanto, de um problema de postura tática. Contra o CRB, em Alagoas, na derrota por 1 a 0, arriscou 13 vezes, nove erradas e quatro certas. Diante do Boa Esporte, no PV, empate sem gols, foram 23 finalizações, um número altíssimo, com 14 arremates errados e nove certos, ou seja, que tiveram o gol como direção.

Evidente que finalizações que não terminam em gols e 15 escanteios mal aproveitados não servem para nada porque não dão pontos, mas os números ajudam a cravar que taticamente existe uma linha de trabalho. Não se trata de uma equipe retrancada ou sem vontade de buscar o gol, mas é preciso suprir a falta de talento, criatividade e qualidade. O próprio Givanildo já reconheceu.

Fernando Graziani

Sobre Fernando Graziani

Fernando Graziani é jornalista. Já cobriu duas Copas do Mundo, Copa das Confederações, duas Olimpíadas e mais centenas de campeonatos. No Blog, privilegia análise do futebol cearense e nordestino.

17 thoughts on “Ceará na Série B: faltam gols, mas time finalizou 39 vezes e teve 15 escanteios em dois jogos

  1. O que se pode dizer é que a moleza do intermunicipal cearense acabou. Falta de aviso não foi. Basta retroceder aos jogos contra Boa Vista – Copa do Brasil; Famengo reserva e Grêmio reserva do reserva – primeira liga, e a babinha do Fortaleza, que não passou se quer pelo ferroruim para chegar à final do intermunicipal. Será que os dirigentes de clube aprendem com os erros? Agora, só restará ao Robson e seus puxa-sacos fritarem o Técnico.

  2. So reforça o que alguns comentam, “qualidade”.
    Colocar o Alex Amado, na frente do gol e chutar na arquibancada…. Nao serviu de nada.

  3. O time tem uma “ruma” de perna de pau, que nao tem a mínima condicao de jogar num profissional, é tanto que veio tudo “comer no mole” aqui, que o diga Felipe Menezes, Maxi, Alex Amado, Tontini e mais uns 3.
    Dessa forma, é notório que há um “olheiro” e empresário, se dando muito bem em trazer essa mediocridade toda, para o Ceará.

    1. Nunca tive duvidas, não é a toa que o robson adora um pereba no 0800 e quem paga o Pato é o Vozão que fica no preju e a torcida morrendo de Raiva.

  4. É irritante para nós, torcedores alvinegros assistir aos jogos do ceará s. c.
    Será que esse pessoal responsável pelas contrações não conhecem seu ofício?
    Pessoal, pelo amor ao deus do futebol, o Ceará s. Clube é um grande clube do futebol brasileiro.
    Tem a maior e mais apaixonante torcida do Estado. Contratem por qualidade comprovada e não pelo o que o cara fez no passado.

  5. Ô torcidinha chata e recalcada essa do siará.
    Já já tão pedindo outro penta imoral e sem ética ao curral deles, que é o TJD/CE.
    Deem logo, vamos. Mas que seja agora um hexa, do mesmo jeito, sem vice-campeão, sem terceiro lugar, sem documentação, sem borderô, sem nomes de jogadores, sem notícias em rádio ou jornal, sem escrúpulos e sem honestidade.
    Somente o Fortaleza Esporte Clube para aceitar uma desmoralização dessa.
    VIVA A HIPOCRISIA DO TJD/CE.

  6. Fazer uma Boa pesquisa, analisar bem. ..mandar olheiros etc qualquer torcedor Informado sabe quem tem condições de ‘ jogar no Vozao mas essa besta quadrada RC não sabe disso.

  7. A verdade que para o Robson concluir uma contratação é mais demorado do que Parto de Elefante , para decidir que vai contratar, a chegada do jogo, o tempo para ficar no ponto de jogar parto de Elefante é Fichinha esse é o Grande Robson Pirulito vai esperando sentado Givanildo pois em Pé tu morre de Cansado.

  8. Eu falei aqui o futebol cearense passa longe do mercado da bola, brasileiro, o fortaleza contratou um atacante que ainda não fez um gol nas competições até agora, o Ceará contratou um atacante que não estava jogando.Enqunto isso todos viram um João Paulo do novo Hamburgo se destacando e os times cearense jogando sem atacante.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *