Fortaleza x Ferroviário, o terceiro jogo: o tempo, a iniciativa e o contra-ataque

Depois de vencer o confronto inicial das semifinais por 2 a 0, o Ferroviário adotou uma postura reativa no primeiro tempo do segundo confronto. Vladimir de Jesus montou a equipe para marcar forte e contra-atacar. Ele sabia que a bola e as iniciativas ofensivas seriam do Fortaleza. O gol do Leão aos 27 minutos, marcado por Anderson Uchôa, mudou os esquemas táticos, notadamente no segundo tempo. O Ferroviário foi ao ataque e o foi o Fortaleza que se tornou reativo, perdendo alguns gols e culminando com o empate coral nos segundos finais, tento anotado por Mimi.

Nesta quarta-feira, a história tática vai se repetir e pelo menos até um gol sair, o Fortaleza tentará o ataque o tempo todo. Não há outra alternativa plausível para a equipe comandado por Marquinhos Santos. O tempo vai atuar contra e assim serão fundamentais poder de decisão quando as oportunidades surgirem, triangulações e aproximação entre setores, muito distantes nas partidas recentes.

Para o Ferroviário, o tempo é aliado, mas para que o esquema baseado nos contra-ataques dê certo, os atletas não poderão errar passes e muito menos permitir que eventual ansiedade atrapalhe. Não agredir o Fortaleza, ainda que o empate seja resultado mais do que desejado, será trabalhar contra si próprio.

Em tempo. Não custa lembrar o regulamento, que aponta necessidade de decisão por pênaltis caso o Fortaleza ganhe a partida no tempo normal. Empate ou vitória do Ferrão garantem a final ao Tubarão da Barra.

Fernando Graziani

Sobre Fernando Graziani

Fernando Graziani é jornalista. Já cobriu duas Copas do Mundo, Copa das Confederações, duas Olimpíadas e mais centenas de campeonatos. No Blog, privilegia análise do futebol cearense e nordestino.

14 thoughts on “Fortaleza x Ferroviário, o terceiro jogo: o tempo, a iniciativa e o contra-ataque

  1. Pois o Ferroviário merece a classificação, pelo menos para mim. Não é um time brilhante, é bem verdade, mas se nem o Palmeiras, atual campeão brasileiro e apontado como o melhor elenco da atualidade é um time brilhante, não é o Ferroviário que tem a obrigação de ser.

    Ferroviário jogou com seriedade e garra, coisas que faltam por completo ao timeco do Fortaleza, sem falar que fez muito bem o que todos os adversários que enfrentaram o FEC fizeram: esperaram o erro do adversário. Como o Fortaleza erra em quantidade industrial, ficou uma missão sossegada.

    Já o Fortaleza, um time arrogante como seu presidente, achou que venceria o jogo quando quisesse, e acabou levando uma flechada certeira.

    Ferrão merece a final. Pode até não passar, mas se der a lógica, estará na finalíssima.

  2. O tempo é a favor do FERRÃO, mas a arbitragem não, que alias estão tentando esconder a escalação a todo custo. Eu tenho é pena dos jogadores briosos do ferroviário…a chibatada vai comer de esmola…do pescoço pra baixo é canela. E ai de alguém que chegar junto em alguem do fortaleza. Vai ser que nem futebol da década de 80.

  3. Hoje termina essa brincadeirinha com o Ferrim!
    O Leão atropelará marcando no mínimo dois gols e partirá confiante para a cobrança de penalidades. O Ferrim já foi longe demais e já serviu para dar ritmo de jogo aos jogadores que chegaram depois.
    Só resta dizer: SIARAZIM, DA CAMISA CÓDIGO DE BARRAS, PREPARE O LOMBO QUE O PAIZÃO DE VOCÊS TÁ VIVO !!!!

  4. São em momentos assim que o Fortaleza renasce,”aquelas camisas tricolores” que enchem de orgulho essa nação se renova e se multiplica.Vamos pois para as vitórias, jogo e penalidades máximas!!!

  5. – FORTALEZA X Ferroviário…
    Teoricamente, era pra ser um confronto completamente diferente do que aconteceu até aqui, mas só mostrou que o FUTEBOL não vive da “vontade e descrença” do torcedor.

    #VONTADE do torcedor que, apesar das más atuações da equipe, acreditava que a sua posição dentro do futebol(com divisão), faria a diferença;
    #DESCRENÇA do torcedor que viu seu time ser feito nas coxas, e de última hora acabou ganhando uma vaga pra jogar onde, no normal, precisaria de pelo menos mais UM ANO pra está.
    FUTEBOL é FUTEBOL. Ninguém morre de véspera.

    – TERCEIRO JOGO…
    Esse jogo vai servir de COMPROVAÇÃO e/ou ILUSÃO.

    #COMPROVAÇÃO prum torcedor que entra ano sai ano ACREDITA ser esse o ano do desafogo.
    # ILUSÃO de um torcedor que a anos vem capengando dentro de um campeonato que entra ano sai ano vai minguando tecnicamente, mas que esse ano já conquistou até uma divisão.

    – O TEMPO…
    #90 minutos que valem a HONRA pra uns e 90 minutos que servirão de MOTIVAÇÃO pra outros.

    HONRA, se prevalecer nos 90 minutos, ainda terão de mostrar que o psicológico está em dia.
    MOTIVAÇÃO, prevalecerá, se se CONFIRMAR o que até aqui vem sendo mostrado.

    – INICIATIVA…
    Cabe ao que já tinha divisão mostrar que PODE CONSEGUIR reverter uma situação causada por ele próprio, que é pra puxar de volta pra si o torcedor que acredita desacreditando.

    – CONTRA ATAQUE…
    Cabe ao que, até então não tinha divisão e entrou de gaiato na competição, provar que sua estratégia nesses jogos anteriores(1 vitória, 2 empates) até aqui FUNCIONARA mais uma vez.

    JOGO FEDORENTO que a meu ver VAI PRAS PENALIDADES.

    Pelo menos, como torcedor que sou, ACREDITO vai acontecer.
    Pensar no 2018, ano do CENTENÁRIO do Clube, jogar 3 meses e folgar 1 até uma possível Czona que precisa se confirmar ainda, e com esse “time”…

    DÁ CALAFRIOS !!!!!

  6. … falando do jogo propriamente dito:

    Uma verdadeira INCÓGNITA.

    APOSTAR com UMA pessoa num “time” e com OUTRA no outro é garantia de LIVRAR o dinheiro no final.

    FORTALEZA e Ferroviário são duas INCÓGNITAS.

    O primeiro vem demonstrando até aqui DESCONFIANÇA em demasia, e por conta disso não consegue MOTIVAR o torcedor.
    O segundo vem demonstrando CONFIANÇA em cima da desconfiança do primeiro, e seus jogadores e torcedores passaram à acreditar que podem.
    Trocar UM “time” pelo OUTRO, precisa nem pedir troco, apesar da divergência absurda de investimento(quase 10% que não entram em campo). Tecnicamente são duas “postemas”.

    É o jogo do MEDROSO(temeroso) contra o AMEDRONTADO(desconfiado).

    O MEDROSO se conforma em ter CRIADO MUITO e ter tido mais posse de bola nos jogos anteriores, apesar de não ter adiantado de nada(máximo que conseguiu foi ficar em desvantagem).
    O AMEDRONTADO vai usar da mesma estratégia até aqui, e que ta dando certo(esperar se tremendo, mas se aproveitando o “trimilique” do outro).

    Ferroviário deixo pro torcedor do Ferroviário.

    FORTALEZA, já demonstrou a sua capacidade DUVIDOSA este ano, e vou apenas transcrever as últimas INCÓGNITAS nesses dias pelas bandas do Pici:

    1. “Fortaleza deve perder Marcelo Boeck para jogo decisivo.”

    2. “Apesar da dificuldade, torcedores do Fortaleza confiam na classificação.”

    3. “Empresário diz que Fortaleza está atrasando salários e direitos de imagem.”

    4. “Isso é o que menos importa”
    Marquinhos Santos

    TIME:
    “Matheus Inácio(Boeck); Pablo, Heitor, Max, Everton; Mancha, Uchoa, Leandro Lima(Ronny), Wesley, Rodrigo Andrade; Lúcio Flávio.”

    – Porque PABLO – que, apesar dos pesares ainda é o mais consciente desse time -, na lateral direita e/ou cadê o FELIPE ?
    – ÉVERTON jogo anterior mostrou que não tem condição física pra jogar de lateral.
    – Dúvida entre LEANDRO LIMA e RONNY… então mete RONNY de lateral e trás ÉVERTON pro meio. Pelo menos um, revezando com o outro, conseguem dosar o gás pela lateral e meio.

    INVENTAR a essa altura pra que ?

    MARQUINHOS… meu fí… TÁ NA HORA DE MOSTRAR SERVIÇO, mas, INVENTANDO assim fica mais difícil.
    TOMARÁ QUE TÚ “TEJA” CERTO !!!!!

    VALE o 2018… LEMBREM-SE DISSO.

  7. Não é so pelo fato da rivalidade! Mas pelo futebol cearense! Seria muito interessante o ferroviario na final. E se forem pra final contra o Ceará,não ficarei desesperado em caso de título coral. Ganhar campeonato cearense,no caso alvinegro,vai servir apenas pra colocar panos quentes e disfarçar a mediocridade geral do elenco alvinegro .E isso pode ser fatal no campeonato brasileiro…

    Se a final for 8C x CEARÁ,ai a história é diferente…Não aceitarei (e a torcida também,não) outro resultado que não seja o titulo!

  8. Sei que a cambada que torce pelo time do canal está querendo o ferrim na final, porque eles tremem de medo e se borram todinhos quando enfrentam o Leão do Pici.
    Cuidado!

  9. Estou com vergonha desse time, um bando de pernas de pau orientados por um cara que se diz treinador. É esse o Fortaleza atualmente; eliminado precocemente de tudo que participou nesse ano.
    Reelejam o Jorge Mota. Aliás, vamos exigir prestação de contas no Leão. Pois o time deixou 2016 com 3 milhões e meio. É só o que dá colocar um liso na presidência.
    Fora com esses Ronny, Rodrigo Andrade, Leandro Lima, Rodrigo Mancha, Bruninho, Allan Vieira, Gastón etc.
    Tá na hora também de dá um pé na bunda do Marquinhos Santos. E de sumir com o Jorge Mota.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *