Estreia do Fortaleza em casa na Série C terá que mudar de data para ser realizada no Castelão

Ainda envolvido na disputa das semifinais do Campeonato Cearense contra o Ferroviário – nesta quarta-feira ocorre o terceiro de decisivo confronto – o Fortaleza foi informado que não poderá mandar seu jogo contra o Botafogo-PB, marcado para o dia 20 de maio, às 19h30min, na Arena Castelão, partida válida pela segunda rodada da Série C e estreia tricolor em casa na competição.

Isso ocorre porque o evento Festeja Fortaleza 2017 será realizado justamente no dia 20 de maio, na área externa do estádio. O show é extremamente aguardado pelos fãs de música sertaneja, com presenças de Marília Mendonça, Maiara e Maraisa, Henrique e Juliano e Luan Santana. Aviões do Forró e Leo Santana também estarão presentes.

Para que possa mandar seu jogo no Castelão, o Fortaleza já entrou em contato com a Federação Cearense com o objetivo de convencer a Confederação Brasileira de Futebol e a TV a aceitarem uma modificação de data, podendo ser um dia antes ou um dia depois (19 ou 21), já que, naturalmente, não há possibilidade do encontro ocorrer no dia do show.

A preocupação da diretoria do Fortaleza é não perder renda e contar com um gramado adequado para o confronto, inclusive porque o Estádio Presidente Vargas segue sem condição legal de receber jogos. Sem Castelão e PV, Horizonte seria a alternativa plausível para o confronto em caso de não modificação da tabela.

Fernando Graziani

Sobre Fernando Graziani

Fernando Graziani é jornalista. Já cobriu duas Copas do Mundo, Copa das Confederações, duas Olimpíadas e mais centenas de campeonatos. No Blog, privilegia análise do futebol cearense e nordestino.

8 thoughts on “Estreia do Fortaleza em casa na Série C terá que mudar de data para ser realizada no Castelão

  1. BASTIDORES é problema pra diretoria, e o entrave veio com tempo hábil. Que eles resolvam o problema logo. Como sempre digo: “meu negócio é com bola rolando.”

    Últimas:

    – “GIGLIANI MAIA, Diretor Financeiro do Fortaleza, disse que existe um planejamento de dispensas e que algumas negociações estão sendo feitas, mas não disse com quais atletas.”

    EU:
    Pra escolher temos pelo menos uns 20. Quaisquer jogadores que forem escolhidos dentre esses 20, pode ir sem medo de errar. Como opções de dispensa, Fortaleza Esporte Clube trabalhou bem este ano.

    – “No treino desta segunda-feira, 17, não treinaram os laterais esquerdos Bruninho e Allan Vieira, o meia Cássio Ortega e o atacante Juninho Potiguar.”

    EU:
    Só ai já tem 4. Esses jogadores chegaram e tiveram sua chance de mostrar trabalho. Problema é que TECNICAMENTE os “home” não acrescentaram nada. BEM FEITO PRA ELES !

    – “Diretor de futebol MARCELO PAZ informou ainda que Bruninho já acertou desligamento com o Fortaleza, mas que ainda não há definição sobre permanência ou não dos demais.”

    EU:
    Esse Bruninho taí desde o ano passado, e desde o ano passado nunca conseguiu se firmar. Os outros, tem nem o que pensar. JÁ VÃO TARDE !

    “O empresário de Cássio Ortega disse que o Fortaleza já tentou um acordo para liberar o atleta, mas nada foi fechado por receio de não cumprimento do acerto, uma vez que, segundo Gilson Medeiros, o clube não honrou o acordo com Moacir (lateral direito que atuou no Fortaleza ano passado, que também é empresariado por Gilson). Ele cogita ainda colocar o clube na justiça.”

    EU:
    Ortega entrou de titular umas duas vezes e mais algumas no decorrer da partida e foi mais um que não correspondeu. Esse, nem técnica nem taticamente mostrou trabalho suficiente pra manter o emprego. DEVE SAIR MESMO !
    Até onde sabia, não tínhamos problemas com jogadores de outras temporadas. Se realmente não cumpriram com o péssimo lateral Moacir, devem chegar junto com quem reclama(o empresário dele). Aliás, esse empresário tá ruim de jogador viu !

    – “O empresário de Juninho Potiguar admitiu a possibilidade do atleta não seguir no clube no segundo semestre de 2017, por desejo da diretoria, mas afirmou que o atleta não treinou porque está com dengue.”

    EU:
    É… pelo menos o empresário usou de bom senso e consciência quando não criticou diretoria ou comissão técnica. Foi prático, e indiretamente, acabou admitindo o baixo rendimento do seu pupilo. Potiguar, na minha opinião, foi a maior decepção dentre todos os que vieram pra temporada, uma vez que o vi atuando em anos anteriores por várias vezes pelas bandas de Natal-RN, e a bola dele aqui, literalmente, “MUXÔ” mesmo. FALTA DE OPORTUNIDADE NÃO FOI.

    Vida que segue !!!!!

  2. Absurdo!!!! O estádio foi construído pra realizarem shows ou para o futebol??? Nada contra a realização de outros eventos nas dependências do estádio, mas a prioridade deveria ser o futebol.

  3. Graziani, aproveitando o tema, e o PV o que falta para ser entregue? E a Arena Castelão com setores interditados quando se vê claramente que não estão substituindo as cadeiras quebradas?

  4. É um verdadeiro absurdo esse descaso com o Estádio Presidente Vargas,por onde anda o prefeito Roberto Cláudio que não intervém nessa palhaçada?

  5. Estão devendo o lateral MOACIR?!
    Meu amigo, estão devendo cheque sem fundo desde 2011 pra um time acolá…
    Mas a macumba foi bem feita…e o fumo entrou bonito.

  6. Revivendo o caso do PV, lembro muito bem do PV quando a ex prefeita iniciou sua reforma, era critica para todo lado por parte da mídia, radio, TV e jornais, só não diziam que a prefeita era gente, hoje com um campeonato cearense deficitário, todos os jogos no castelão sem minima condição, pode se achar que tem algo por trás de tudo isso, empresários e etc, quem está pagando caro são os clubes, sem renda e por ai vai. Também um prefeito que nem as ruas ele manda limpar, buracos para todo lado, essa mídia tem que tomar vergonha e mandar suas criticas, ajudem o futebol cearense. Pergunto na fase inicial vcs acham que fort x fogo PB vai mais mais de 10.000 , acho que PV seria o ideal,,,,,

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *