Ceará 2×0 Horizonte: tempos distintos e liderança ampliada

O Ceará venceu seu quinto jogo em seis rodadas do Campeonato Cearense. Diante do Horizonte, nesta quinta-feira, no Castelão, o time fez 2 a 0, gols de Alex Amado e Richardson. Com 15 pontos em 18 disputados, o Alvinegro lidera a primeira fase com folga e já está classificado para a segunda fase do estadual. Já o Galo, que vinha de duas vitórias, permanece com seis pontos em seis jogos e corre risco de rebaixamento.

O primeiro tempo foi todo do Ceará, que por pouco não marcou logo aos sete minutos, numa cabeçada perigosa de Richardson (melhor em campo, novamente) após passe de Cametá. O Horizonte só criou uma oportunidade perigosa, quando Isac perdeu boa chance, aos 12 minutos. No mais, só deu o time comandado por Gilmar Dal Pozzo. Apenas Felipe Tontini finalizou quatro vezes com perigo. Uma acertou a trave, outra passou perto do gol e em duas vezes o goleiro Fábio Lima defendeu.

O gol saiu aos 33 minutos. Alex Amado, que tinha acabado de entrar na vaga de Douglas Baggio, contundido no joelho esquerdo, aproveitou jogada de Richardson, se antecipou e tocou para balançar as redes.

Na segunda etapa, o Ceará não apresentou a mesma intensidade ofensiva e se complicou defensivamente quando pressionado. O Horizonte, precisando pontuar, adiantou suas linhas de defesa e meio campo e passou a ficar mais com a bola. Como consequência, conseguiu criar oportunidades. Aos 19 minutos, Raul bobeou e Robert quase marcou. Aos 21, Everson precisou salvar o Ceará. Iago acertou chute forte e o goleiro fez boa defesa antes de ver a bola explodir na trave.

O Horizonte voltou a perder grande chance aos 25 minutos. Robert foi até a linha de fundo, tocou para Isac, livre, mas o atacante conseguiu se atrapalhar com a bola. Aos 28 foi a vez de Doda arriscar de fora da área para nova intervenção de Everson.

Para tentar melhorar o desempenho, Gilmar Dal Pozzo sacou Lelê, discretíssimo, para a entrada de Rafinha, aos 31 minutos. Coincidência ou não, o Ceará ampliou o placar dois minutos depois, em um típico momento “quem não faz, toma” já que não tinha controle da partida. Cametá avançou pelo meio, chutou de pé esquerdo e, no rebote de Fábio Lima, Tontini achou Richardson para fazer o 2 a 0.

Vendo a vitória garantida, a torcida do Ceará se dedicou a vaiar o zagueiro Sandro toda vez que o jogador pegava na bola. No domingo, dia 12, o Alvinegro enfrenta o Itapipoca, fora de casa. O Horizonte volta ao estadual apenas no dia 19, também contra o Itapipoca.

Fernando Graziani

Sobre Fernando Graziani

Fernando Graziani é jornalista. Já cobriu duas Copas do Mundo, Copa das Confederações, duas Olimpíadas e mais centenas de campeonatos. No Blog, privilegia análise do futebol cearense e nordestino.

5 thoughts on “Ceará 2×0 Horizonte: tempos distintos e liderança ampliada

  1. O jogo foi o de sempre,insosso ! Com somente alguns ( os de sempre) fazendo a diferença ,de fato,como o Richardson,Tontini e Romário.Hoje,Magnata não se apresentou bem, foi um vudu em campo….

    Mas hoje quero escrever apenas um pouco sobre o Sandro.De 2015 pra cá,o rendimento caiu muito.Como todos sabem,uma contusão séria.Mas a diretoria ( muito caridosa ,por sinal) resolveu continuar com o jogador após o mesmo se recuperar da lesão.Acontece que ele se recuperou da lesão,mas o futebol morreu.Nunca mais foi o mesmo.Ano passado ( mesmo fazendo ponderações justas) entregou muitos pontos aos adversário. Acho que os comentaristas do esporte interativo não acompanharam se quer um jogo do Ceará na série B ano passado.Se a torcida vaiou,foi em cima de um contexto,que não é de 2017 !

    Agora,mesmo eu não tendo sido à favor da sua renovação para 2017,fico triste pelo atleta,que no auge da forma física,em 2014,foi muito importante no grupo e se identificou com o clube.

    Será que o Dal Pozo procurou se informar minimamente sobre o histórico dos remanescentes do ano passado? Creio que não! Se tivesse,poderia ter evitado esse vexame para o Sandro,escalando desde o inicio da temporada o Luis Otávio,que foi contratado para ser titular!

  2. Olá amigos, é verdade sim, Sandro definitivamente se acabou pro futebol, mas infelizmente o treinador n ver, pra q serve mesmo essa figura do treinador? Futebol fraco, apenas Richardson, Tontini, Romário e Cametá q mais uma vez os gols saíram com jogadas dele se salvaram? Lelê, Baggio n fazem falta, na primeira de copa Lander item pra casa, nem pro manjadinho servem, mas valeu, ganhamos.

  3. Realmente foram distintos os dois tempos, com o resultado conquistado no primeiro tempo, o alvinegro tentou administrar na segunda etapa, e sua qualidade do meio pra frente presenteou a torcida com mais um gol. Mais uma boa exibição de Tontini, no entanto esse time merece ser testado com uma marcação mais firme pra se saber do que é capaz. É indiscutivel q a qualidade tecnica do certame estadual é muito baixa e usa-lo como parametro pra qualquer outra competiçao é arriscado. Espero ver esse time realmente testado, ja que por enquanto jogando bem, mal ou regular tem conseguido os triunfos sem sofrer pressão dos adversarios.

  4. Para dizer a verdade, nao gostei desse placar, muito pouco para a diferenca tecnica do Vozao e os demais clubes do manjadinho.

    O Vozao deveria ter vencido por 4 ou mais gols de diferenca.
    Temos q melhorar a pontaria, pois o placar foi vexatorio !!!

    Da-lhe Vozao !!!
    Da-lhe Robinson !!!
    Rumo ao titulo da 1a. liga, manjadinho e vice da Bzona so atras do Inter !!!!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *