Fortaleza já teve 20 jogadores no Departamento Médico em 2016

Por André Victor Rodrigues

O maior inimigo do Fortaleza nesta temporada tem sido escalar o time com 100% do elenco à disposição. As lesões assolam o Pici desde o início do ano e, com a Série C em curso, o Leão começa a sentir de forma mais enfática as consequências de administrar muitos casos de problemas físicos. Do mês de janeiro até este início de julho, a lista do Departamento Médico do Tricolor acumula passagem de 20 jogadores.

Hoje, o técnico Marquinhos Santos anseia pelo retorno de Éverton e Juliano, peças importantes para o seu meio-campo. Recentemente, por mais de duas semanas, ficou sem o zagueiro Lima, referência no sistema defensivo. Nesta Terceirona, Pio, Daniel Sobralense e Ricardo Berna também desfalcaram o time, tornando árduo o trabalho da comissão técnica de reformular a forma do time atuar ao longo dos desafios na disputa nacional.

Esse é um problema que inicou antes mesmo da chegada do atual treinador. Desde o trabalho encabeçado por Flávio Araújo que o estaleiro tricolor vive dias de movimentação. Basta lembrar do início das campanhas de Campeonato Cearense e Copa do Nordeste, quando nomes como Elias, Felipe, Eduardo, Corrêa e Dudu Cearense ficaram longe dos gramados por algum período de tempo. Alguns dos citados já deixaram o clube. Mas o problema continuou, o que levanta questionamento válido sobre como tem sido feita a preparação do grupo leonino para o seguimento do ano.

A exceção desta semana, com o retorno da Copa do Brasil, o Fortaleza enfrentou neste início de Série C o cotidiano de um jogo por semana. Mesmo assim, casos de desgaste muscular tem se tornado comum entre os atletas. Das dores no tornozelo de Sobralense, por conta de chuteira, até a lesão grau 1 na coxa esquerda do volante Guto. É importante que o clube trace relatório mais detalhado sobre esse frequente desafio que é tornar o elenco saudável e disponível para os jogos.

O Fortaleza volta a campo neste domingo, às 18h30min, no Mangueirão, onde enfrentará o Remo pela 8ª rodada da Terceirona. Com 14 pontos, o Leão é líder do Grupo A. Para se manter com o bom aproveitamento e forte até o fim da competição, contar com a recuperação de jogadores lesionados e redução no quadro registrado pelo DM será fundamental.

Lista do Departamento Médico tricolor

Goleiros:
Ricardo Berna

Zagueiros:
Max Oliveira
Leonardo Luiz
Lima

Laterais:
Moacir (não está mais no clube)
Felipe Bala

Volantes:
Corrêa
Juliano
Guto
Pio
Felipe
Dudu Cearense (não está mais no clube)

Meias:
Elias (não está mais no clube)
Daniel Sobralense
Éverton
Clebinho

Atacantes:
Uilliam
Núbio Flávio
Juninho
Eduardo (não está mais no clube)

Fernando Graziani

Sobre Fernando Graziani

Fernando Graziani é jornalista. Já cobriu duas Copas do Mundo, Copa das Confederações, duas Olimpíadas e mais centenas de campeonatos. No Blog, privilegia análise do futebol cearense e nordestino.

12 thoughts on “Fortaleza já teve 20 jogadores no Departamento Médico em 2016

  1. Existe um termo do futebol científico, adotado por equipes européias e quase nenhuma no Brasil, chamado CONTROLE DO TREINAMENTO. Todos nós temos 3 sistemas energéticos de aporte, ou seja, que nos abastece. Anaeróbico alático, anaeróbico lático e o tão conhecido, aeróbico. SESSÕES DE TREINO, pela manhã e tarde em clubes profissionais, deverão ter o CONTROLE DO TREINAMENTO, por parte do preparador físico, com o acompanhamento do departamento de fisiologia, na montagem, bem como no acompanhamento dos microciclos de treinamentos. Observa-se um alto nível de lesões, pois no nordeste brasileiro, as sessões de treino se omitem de aplicar sessões de treinos, com planejamento e organização das cargas, em consonância com os 3 sistemas energéticos. Se exauri os atletas, depletando os sistemas, em consequência, maior riscos e predisposição à lesões.

  2. O que é que está havendo no Tricolor de Aço?
    Será fragilidade dos atletas ou do Departamento médico?
    Precisamos urgentemente dos nossos titulares.
    SAUDAÇÕES TRICOLORES!

  3. O que é que está havendo no Tricolor de Aço?
    Será fragilidade dos atletas ou do Departamento médico?
    Precisamos urgentemente dos nossos titulares.
    SAUDAÇÕES TRICOLORES!

  4. O que é que está havendo no Tricolor de Aço?
    Será fragilidade dos atletas ou do Departamento médico?
    Precisamos urgentemente dos nossos titulares.
    SAUDAÇÕES TRICOLORES!

  5. Pela quantidade de atletas contundidos,Entendo que há algo a ser observado além da idade dos que estão no Departamento médico do Leão, é vero que temos alguns atletas com idade avançada, mas sei também que alguns nesta condição tem preparo físico melhor que os novos. Me recuso a aceitar que o departamento físico do Leão não conheça os limites e métodos científicos de uma preparação física, conforme informado acima pelo Pedro, Mas que existe algo errado é bom verificar.

  6. PROBLEMA ai vem desde o INÍCIO DA TEMPORADA, quando o SAPIN “butava” os caras pra correr nos jogos como se tivessem jogando FUTSAL(circulando o campo todo sem guardar posição).
    Só que no CAMPO DE FUTEBOL cabem pelo menos umas 4 quadras de FUTSAL.
    PARECE QUE É DOIDO !

    PIOR é, que depois de lê a participação do PEDRO MONTEIRO que se diz treinador e pesquisador, ai é que temos de ficar com as barbas de molho.
    Detalhe meu caro PEDRO MONTEIRO é que aqui(Brasil), existem AGRAVANTES sem precedentes se comparados com a Europa que são: NÚMERO DE JOGOS(calendário de jogo a cada 3 dias); CAMPOS IMPRATICÁVEIS(quando não duros verdadeiras pocilgas); CHOQUE TÉRMICO NO QUESITO CLIMA ENTRE REGIÕES(esse deve contribuir muito com as muitas contusões).

    Mas na verdade o grande problema do LEÃO DE AÇO foi a TENTATIVA de IMPLANTAR um estilo de futebol Europeu por parte do SAPIN num sol escaldante e capos em péssimas condições com atletas comedores de RAPADURA(e se não comessem tavam era “pepados” mais ainda com esse repuxe).

    Detalhe é que MARQUINHOS levou EVERTON pra essa viagem; vai levar ele no banco e por IMPULSO, vai acabar metendo o cara no jogo.
    RISCO DESNECESSÁRIO, pois jogo importante pra gente mesmo vai ser no domingo contra o Remo pela Czona, enquanto que, chova ou faça sol, teremos o segundo jogo com esse mesmo América aqui no Castelão.
    Tomara que MARQUINHOS se lembre do último jogo, quando meteu o GUTO e acabamos perdendo o jogador pro restante da Czona, porque mesmo que ele volte daqui a três semanas como preveem, estará tão sem preparo e ritmo que o melhor é nem usar mais.

    PRECISAMOS ABRIR O OLHO PRA ESSA QUESTÃO que já vem desde o início da temporada.

  7. Coitados! Só comem manga com sal. KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

  8. É, realmente o liaun tem raça… raça ruim.KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *