Fortaleza e a lição aprendida: não gostar do adversário antes da hora

No ano passado, boa parte dos torcedores do Fortaleza e também no clube comemoram enfrentar o Macaé no mata-mata decisivo que levaria o time para a Série B. O fato já tinha ocorrido em 2012, quando o Oeste foi bem recebido como o adversário a ser batido. Os argumentos foram parecidos: adversários sem tradição e torcida, além de não colocarem medo no aspecto técnico.

Os dois exemplos representaram eliminações do Fortaleza no mata-mata após boas campanhas na primeira fase. Nas demais edições da Série C, desde que o tricolor caiu em 2009, o time não chegou na fase decisiva, portanto, as lições de 2012 e 2014 são muito lembradas.

No domingo, por volta das 21h, o Fortaleza conhecerá seu adversário no mata-mata e certamente torcedores, dirigentes, comissão técnica e jogadores não vão gostar de nenhum adversário. E nem devem. Do outro lado estará uma equipe do Sul ou do Sudeste do país em busca dos mesmos objetivos do tricolor. Não faz qualquer sentido uma análise nesse sentido simplesmente porque é um novo torneio de dois jogos, nada mais do que isso.

A declaração do gerente de futebol do Fortaleza, Júlio Manso, ao caderno de esportes do Jornal O POVO, edição desta quinta-feira, é sintomática e relevante:

“O exemplo do ano passado é muito simbólico. Na época, respeitamos muito o Macaé, mas ele era considerado o adversário ideal em relação a viagem, campo de jogo e ao próprio time que não estava bem na competição. Essas coisas vão nos dando lição de que não podemos escolher adversário. Qualquer um que vier, vamos estar prontos”.

Fernando Graziani

Sobre Fernando Graziani

Fernando Graziani é jornalista. Já cobriu duas Copas do Mundo, Copa das Confederações, duas Olimpíadas e mais centenas de campeonatos. No Blog, privilegia análise do futebol cearense e nordestino.

22 thoughts on “Fortaleza e a lição aprendida: não gostar do adversário antes da hora

  1. Concordo contigo, GRAZIANI. Como sempre, você é muito sensato nos seus comentários.
    O Fortaleza precisa jogar bem contra o Águia, independente se vai ficar em 1º, 2º ou 3º.
    Tem que jogar bem, se impor, mostrar que é melhor e traduzir essa superioridade em gols!
    Quem quer subir não pode escolher adversário. Tem que jogar bola, chegar na casa do adversário e impor o jogo, marcar bem, sair com força para o ataque e não se desconcentrar de jeito nenhum.
    Temos time para passar por qualquer clube do grupo B, mas temos que merecer, jogar bem e fazer nossa parte. Na teoria, tudo funciona; na prática, é fazer gols.
    Acredito que o Fortaleza vá encarar a Portuguesa ou o Juventude. É o mais provável ao meu sentir, até porque o Brasil de Pelotas é o único a jogar fora de casa e o Guarani/SP tá muito longe nos critérios de desempate.
    Acho que passam no grupo B: Londrina, Tupi, Portuguesa e Juventude.
    Aqui passam: Fortaleza, Vila Nova, ASA e Confiança. Caem Águia e Icasa (esse já definido).
    Vamos, entretanto, aguardar domingo 21 horas. E depois pensar nos dois jogos decisivos. Antes, temos que vencer o Águia, e vencer bem.
    BORA LEÃO!!!

  2. INDEPENDENTE de lição ou não, acho que no esporte não dá pra você tá escolhendo adversário, porque a competição em sí, não deixa.
    Esse negócio de: “quem quer ser campeão não escolhe adversário”, é uma das maiores mentiras do futebol.
    Quem em sã consciência não prefere enfrentar os mais fracos ?
    Agora, as vezes, “o mais fraco”, torna-se o mais forte. MACAÉ acabou campeão !

    Assisti maioria dos jogos do outro grupo, e o que vi foi TIMES cheio de ALTOS E BAIXOS.
    Hora o time rende bem(Brasil por exemplo foi 1º lá, quase a competição toda, agora é 4º e ameaçado de ficar fora); hora ficando ameaçado de queda(Guaratingutá) e Guarani que hoje, já briga por uma das 4 vagas, podendo ser até nosso adversário.
    É difícil até você dizer qual o mais equilibrado, ou mais duro.
    LEÃO DE AÇO já teve 2 grandes chances de subir contra os teóricos mais fracos(4ºs colocados) em casa, e sabemos como acabou.

    Gaúchos e Paulistas tem muita força política dentro da CBF, e se na hora do pega pra capar tiverem de decidir por alguém… JÁ SABE COMO QUE É !

    EU acho que o nosso LEÃO DE AÇO, ainda é o que menos OSCILOU, apesar dos também muitos AUTOS E BAIXOS, mas suas oscilações foram dentro dos jogos. NUNCA NA SUA POSIÇÃO NA TABELA(menos agora).

    OU SEJA: qualquer que seja o adversário que venha de lá, LEÃO DE AÇO vai ter de ENCARAR diferente dos anos anteriores que tenho certeza… DESTA VEZ VAI !

    Portuguesa seria um bom adversário. Ou Guarani.

    Acho vem um dos dois por aí !!!!!

  3. podem procurar nos arquivos do Blog é Gol aqui do Opovo. e vejam os comentários
    dos torcedores do Fortaleza no ano de 2012 nas vésperas do Mata-Mata contra o Oeste
    o mais humilde dos torcedores dizia que o Fortaleza ganharia os 2 jogos do Oeste. e a grande maioria dos comentários dos torcedores era já dando como certo o time na FINAL da SÉRIE C
    e com certeza que conquistariam o titulo. em 2014 contra o Macaé a euforia diminui um pouco
    devido ao trauma de 2012 contra o Oeste, mas mesmo assim, a certeza da vitória e do acesso e da conquista do titulo da Série C eram as mesmas de 2012.
    em 2015 a grande maioria está com o “pé atrás”..estão com medo de se decepcionarem novamente. parece que depois de tanto sofrimento, depois que descobriram o significado da palavra HUMILDADE no dicionário, estão um pouquinho mais humildes..um pouquinho ..apenas

    1. Olá Carlos Lima, satisfação em lhe encontrar novamente nos blogs interativos…deixa eu lhe fazer uma pergunta e gostaria que você fosse sincero…Você mesmo torcendo ceará, você em algum momento duvidou que a gente não passasse pelo Oeste e Macaé?…Qual a lógica desses dois confrontos, caso existisse lógica em futebol?
      Abraço amigo e parabéns, estive lendo seus comentários aqui e eles estão bem menos agressivos do que na época do caderno o Gol.

      1. olá Henrique Leão, satisfação minha também de lhe reencontrar aqui no Blog do Graziani. fiquei afastado por uns 2 anos das redes sociais..e voltei a comentar aqui porque gosto dos comentários do Fernando Graziani.
        respondendo a sua indagação, eu digo que contra o Oeste eu acreditava que o seu time passaria. principalmente porque no primeiro jogo o resultado foi (1×1) ou seja
        o seu time fez um gol fora de casa..e jogava com vantagem no jogo da volta no PV;

        já contra o Macaé, após o (0x0) do primeiro jogo, eu acreditava que a pressão com a arena Castelão lotada, em cima dos jogadores e o TRAUMA das eliminações anteriores,,jogariam a favor do Macaé..e sabia que eles iriam se fechar atrás e jogar apenas por uma bola..que foi exatamente o que aconteceu.. eles ficaram atrás e aproveitaram uma falha do goleiro Ricardo ( pressão psicológica ) e fizeram o gol que lhes deram a vantagem de até levar o gol do empate (1×1) e sair classificado;

    2. Concordo com vc, Carlos Lima. O mesmo se aplica à torcida alvinegra, que, de forma arrogante e prepotente, diz que seu time “nunca foi da série C”. Talvez estejam precisando de um chá de humildade, passeando umas temporadas pelo inferno da terceirona, para conhecerem também o que significa “humildade”.

  4. a pergunta do Graziani poderia ser outra : será que que dessa vez o time na sua décima Terceira participação na Série C (1987,1990,1995,1996,1997,1998,1999,2010,2011,2012,2013,2014,2015) vai finalmente conseguir o acesso para a Série B (Dentro de Campo ) ???? ou será que em 2016 vai participar
    pela Décima quarta vez na Série C ??? a maioria dos torcedores que escuto falar sobre o assunto, falam que o Fortaleza em 2017 estará na Série A. eita que torcida humilde.

  5. O certo é que Tricolor de Aço precisa apenas jogar futebol, com garra e determinação. Sangue saindo dos olhos e com sede de bola. E não entrar de salto alto e nem menosprezar nem superestimar o adversário do viva-viva. Pensando apenas na alegria de satisfazer a maior galera do estado que há alguns anos está de pijama. Graziani…..Boa Matéria;…..Bons fluidos!…..Saudações Tricolores!

  6. Particularmente gostaria de ver o Fortaleza EC encarar o Juventude na próxima fase.

    Não por que ache que vá ter alguma facilidade, mas por que é um grande adversário, detentor de título nacional, com história e torcida no cenário nacional.

    Aliás, seria um adversário com favoritismo no embate o que pode ajudar os jogadores do Leão a entrarem mais motivados pro confronto, sabendo que enfratarão uma adversário de peso e de qualidade.

    Mas quem quer subir, não pode escolher adversário.

    Saudações Tricolores.

  7. os exemplos anteriores sirvam de lição ao Fortaleza,provavelmente o primeiro jogo deverá ser na casa do adversário, o time tem que procurar fazer gols, porque até o empate com gols é um excelente resultadol

  8. “Os dois exemplos representaram eliminações do Fortaleza no mata-mata após boas campanhas na primeira fase. Nas demais edições da Série C, desde que o tricolor caiu em 2009, o time não chegou na fase decisiva, portanto, as lições de 2012 e 2014 são muito lembradas.”

    Foram três vezes que o Fortaleza foi eliminado nas quartas, você esqueceu o Sampaio Correa.

    Nào, Vicente, o equívoco não foi meu, lamento.
    O empate contra o Sampaio foi ainda na primeira fase. O Fortaleza nem avançou para o mata-mata.
    FG

  9. O Comentário do Edson Lima (muito prazer) me parece bastante consistente, principalmente quando fala que todo time para ganhar tem que impor o seu jogo com confiança e alta concentração. Esses jogos são cruéis, porque em geral todo mundo joga por uma ou duas bolas e propõe muito mais um antijogo do que propriamente uma partida de futebol. Mas o jogo bem jogado, organizado e de boa qualidade ainda é o remédio para disputas assim. Eu acredito no drible, no passe bem feito, na boa organização tática, na eficiência da bola parada tanto defensiva como ofensiva e na garra pela vitória. O medo ajuda a gente a viver, mas a ganhar, só a coragem.

  10. Mas o esporte é assim mesmo meu caro CARLOS LIMA !
    A gente fala como TORCEDOR que somos, e é claro temos de puxar a sardinha pro nosso lado. Até porque, supõe-se, que o último colocado sempre é o mais fraco(supõe-se, pois Macaé provou o contrário sendo campeão ano passado).
    Falar em perder como perdemos, outra grande mentira do futebol: “PERDEMOS. MAS PERDEMOS PRO CAMPEÃO”.
    Ô CONSOLO DA GOTA.

    Vocês por exemplo(seu time): quando começou a Bzona(que é mais ou menos), não só torcedores(vocês claro), mas a imprensa local e nacional em peso, davam como certa uma vaga pro ESTADO do Ceará na Azona(que é o gozo) 2016.

    Resultado: PASSARAM MAIS TEMPO NA ZONA MALDITA, e ainda tão lá, QUE QUALQUER OUTRO TIME REPRESENTANTE DO ESTADO EM TODOS OS TEMPOS, E EM TODAS AS COMPETIÇÕES NACIONAIS(isso sem falar no tempo no fona-lanterna).

    Isso é futebol !

    Hoje as duas equipes CRESCERAM, e aposto que dos dois lados… NINGUÉM MAIS CONTA COM O OVO NO “FIUFÓ” DA GALINHA MAIS.
    Dos dois lados posso crivar que estou certo.
    Espero que os experts que gostam de tá fazendo média com o torcedor tenham aprendido a lição também e parem de ficar em cima do muro, mudando de opinião a cada rodada que passa.
    Falo dos experts também porque é impressionante, fazendo um COMPARATIVO do time de vocês: Antes exigiam como titular JÚLIO CÉSAR(ele entrou e necas); ai pediram ALEX AMADO(que entrava no Júlio César e mandava bem); hoje, ALEX não rendeu o que rendia quando entrava, já o esqueceram, e de novo, querem, querem não, EXIGEM, o JÚLIO CÉSAR de novo.
    WESCLEY vou nem falar, pois esse tá pra vocês como o LÚCIO MARANHÃO tá pra nós: hora presta(quando faz um golzin), hora não vale nada(quando não faz o golzin).
    Engraçado que eles(experts) falam que é o torcedor que quer a saída do WESCLEY do time, quando não leio nada aqui e nem escuto da boca do torcedor tal reivindicação.
    Enquanto isso o treinador mete ele(Wescley) como titular o tempo todo: SERÁ QUE ESSE TREINADOR É QUE NÃO SABE NADA ?

    Comprem-me um bode !

  11. Comentário sensato e participantes sensatos. Só discordo um pouco quando confundem otimismo com soberba ou algo parecido. O esporte sempre nos levar a buscar o melhor e consequentemente esperar por isso. Ao contrário de uma grande maioria que critica a fórmula do campeonato, continuo fiel ao modelo de mata-mata. Gosto da emoção, da correria, enfim… espero que esse seja o ano do LEÃO! S’imbora meu Tricolor de Aço!

  12. Graziani, de fato não se deve escolher adversário. Acompanhei os jogos do grupo B , e posso afirmar que tidos os adversários são complicados, times de qualidade. O Guarani cresceu muito com a chegada do treinador Pintado, e tem em Fumagalli o dono do time. Já o Juventude é um time rápido, joga muito em função de bolas aéreas. Paulo Bairro sempre perigoso. Portuguesa pra mim o mais enjoado de todos.Meio se campi muito bom e um atacante que é craque- Guilherme Queiroz. O Brasil de Pelotas caiu muito com a saída de Leandrao e Alex Amado. Em suna, só time duro. Este ano tá mais difícil, mas acredito na força tricolor, só precisa o treinador ter mais coragem qdo jogar lá fora. E saque Lucio Maranhão. Saudações.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *