Sindicato de Fisioterapia sugere piso salarial de R$ 4.650 para profissionais

Edson Stefani, presidente do Sindicato de Fisioterapia e Terapia Ocupacional do Estado de São Paulo

Participando de audiência pública na Comissão de Seguridade Social e Família, Edson Stefani, presidente do Sindicato de Fisioterapia e Terapia Ocupacional do Estado de São Paulo defendeu o aumento do piso salarial da categoria. A reunião serviu para discutir o Projeto de Lei 5979/09, que fixa o piso salarial de fisioterapeuta e terapeuta ocupacional em R$ 4.650. De acordo com Edson Stefani, o piso praticado atualmente é baixo, variando entre R$ 650, no Rio de Janeiro, e R$ 1.560, em São Paulo. Para Reginaldo Antolin Bonatti, presidente da Associação de Fisioterapeutas do Brasil, esse piso salarial está associado a um número muito elevado de profissionais brasileiros em comparação à média internacional. São 140 mil fisioterapeutas no País, ante 350 mil em todo o mundo. No Brasil os terapeutas ocupacionais somam 15 mil, segundo Eduardo Olívio Ravagni Nicolini, representante do Conselho Federal de Fisioterapia e Terapia Ocupacional. O Dr. Paulo César (PR-RJ), relator do projeto, disse que está estudando a situação financeira dos diferentes municípios brasileiros, mas não pretende alterar o valor proposto no projeto. Os participantes da audiência pública, ao defenderem a elevação do piso salarial, afirmaram que 90% dos fisioterapeutas e terapeutas ocupacionais são formados em universidades privadas, o que exige um investimento muito alto. Segundo dados do Sindicato de Fisioterapia e Terapia Ocupacional do Estado de São Paulo, apenas com mensalidades os gastos chegam a R$ 72 mil na graduação. O deputado Mauro Nazif (PSB-RO) estima que, até concluir uma especialização, esses profissionais gastem quase R$ 130 mil.

173 comentários sobre “Sindicato de Fisioterapia sugere piso salarial de R$ 4.650 para profissionais

  1. Gente posso dizer que sou abençoado por desde a graduação já estar trabalhando na área primeiro comecei como auxiliar de fisioterapia (coisa que nem existe mais) assim que me formei assumi o cargo de fisioterapeuta de uma clinica ortopédica com carteira assinada ganhando incríveis 700 reais e trabalhando de 2 a 6a atendendo pelo menos uns 1Oo Pcs por dia (atendimento SUS e convênios) cansado de ser posto no tronco e receber chibatadas p trabalhar enveredeime para o mundo hospitalar onde estou Até hoje. Fazendo plantões em Ctis pelo menos conseguI uma melhor remuneração . Olha para quem quer começar na profissão deixo uma dica. Sempre acredite. Emprego não falta porém não se iluda com bons salários. Os salários sao muito ruins principalmente aqu no rio. Para ter umA idéia para ue ganhar uns 4000 no mês preciso trabalhar 72 horas por semana isso mesmo trabalho finais de semana feriados e noites e mais noites fora de casa. Fora todo risco biológico e stress de um setor fechado com pacientes críticos . Mas temos que reconhecer q as coisas estão melhorando isso mesmo amigos já foi muito pior do que já e. Já fiz plantões de 12 h p ganhar 50 reais agora esta um pouco melhor. Um piso salarial digno e necessário não só para nos físios mas para toda área de saúde. E mais ainda uma maior conrança nos órgãos de fiscalização para realmente ganharmos o que e nosso de direito. A fisioterapia sempre me sustentou desde que casei me formei e sai de casa já quebrei muito a cara tive clinica que não deu certo. Pacientes particulares que somem do nada e abandonam o tratamento cursos e mais cursos que não me trouxeram vantagens financeiras apenas conhecimento e títulos porém e a vida né se fosse p ser fácil … E isso ai amigos vamos manter a luta pelo reconhecimento da profissão somente unidos conseguiremos sozinhos jamais.

  2. Os fisioterapeutas ganham mal é poque querem no momento em que começarem a deixar de realizar o serviço e impor novos salários a situação vai melhorar infelizmente a maioria dos fisioterapeutas preferem persistir e ainda pegar paciente dos colegas compensando com aumento de volume de trabalho mas não de qualidade…mas a maior gravidade são que 80% do professorado da area é um lixo o que forma profissionais de pecima qualidade sem saber os aspectos clinicos e menos ainda a visão admnistrativa.

  3. Com essa quantidade de erros de português que essa turma colocou nos post será difícil a Dilma pagar R$ 4.000,00 pra categoria. Vamos estudar cambada! Nem venha falando que é problema com o teclado que isso não cola mais. O amigão logo acima escreveu “pecima”. Voltemos aos R$1.600,00 e aguardemos uma nova chance para ganharmos os R$ 4.000,00…kkk

  4. Concordo com o colega acima! (Inho Morais)
    Lá no topo uma fisioterapeuta escreveu “visinho” e Uma funcionária pública “o que que eu fasso” , e quer entrar para o ramo. Com esse nivel educacional fica difícil reinvindicar alguma coisa. Por isso exitem Enfermeiros que não sabe fazer “regra de tres” para calcular remédio, e/ou matam os pacientes injetando vaselhina na veia”. E esses serão os professores das novas gerações!
    Pobre da saúde do Brasil.

  5. Boa tarde! Eu vou entrar na área de Fisio e tenho 17 anos, eu gostaria de saber realmente quanto ganha um profissional ? e se tipo, pode dar platão, igual a médico? para somar X sálarios e no final do mês ter X renda;

    e tbm tenho dúvida, se tem alguma novidade sobre esse novo piso sálarial que o sindicato está cogitando.

    Obrigrado!

  6. é muito triste ver todos esses comentários , estou quase terminando esse curso e vou tentar , se deus ajudar e eu estudar muito ,conseguirei meus objetivos, muita sorte e estudo a todos.

  7. olá colegas fisioterapeutas, realmente é muito triste ouvir esses depoimentos é pura realidade! sou fisioterapeuta realmente a profissão é linda mais não paga nossas contas. será que o piso salarial está sendo compatível com a formação?? gente quanto erro de português!!!

    abraço.

  8. Acordem senhores. Tá na hora do Fisioterapeuta virar um profissional de verdade como os médicos, dentistas, psicólogos, Fonaudiólogos, dentre outros. Se querem “emprego”, façam um concurso, procure um emprego no comercio, vá trabalhar de “cuidador”, etc. Se querem “trabalho” e “bons rendimentos”, como os profissionais acima, se preparem melhor, nas competências técnicas e comportamentais e comecem a trabalhar como um “profissional liberal” que vocês são. Façam seus próprios salários e para isto, façam-se respeitar no meio da saúde. O fisioterpeuta se porta, pelo que vejo em sua maioria, como uma “auxiliar” médico e não como um profissional independente que pode curar ou dar qualidade de vida a pessoas desenganadas. Parem com esta avidez em “arrumar um emprego”. Mudem o “foco”. Se unam para uma classe forte e respeitada no meio médico.

  9. Eu vou cursar fisioterapia ano que vem, sei que o salario dos fisioterapeutas são baixissimos! Mas eu gosto dessa area, tenho vontade de abrir uma clinica para não ficar dependendo do salario do governo… mas é muito triste eu ouvir coisas horrosas sobre o profissional!

  10. Infelizmente esse valor só iria aumentar a informalidade da nossa profissão! Não adianta saltar de R$1000 para o valor sugerido!!

  11. Caros colegas de profissão. Infelizmente temos uma visão limitada, se percebemos com olhos abertos e atentos, veremos que todo o dinheiro, respeito e valorização da área de saúde esta concentrada nas mãos de médicos. Já se perguntaram quanto ganham um nutricionista, psicólogo, fono, enfermeiro,…. não muito diferente de nos fisioterapeuta. A classe medica e a grande vilã nesta trágica e falida saúde brasileira. Analisem de quem são os planos de saúde, quantos médicos no poder, quantas leis “ato medico” desta classe que só faz explorar as outras. Como existe uma disparidade tão grande de salários, um medico recém-formado receber 15000 reais em media e outros profissionais de saúde receberem 1500 com anos de formação, cursos… Nunca perceberam que o curso de medicina e o que mais gera lucro para uma universidade particular, e é o único que e disputado, falta vagas. Nas outras profissões se gera lucro abre se vagas ate o último inscrito se matricular. Ate isso os médicos controlam. Agora deixo a pergunta: Quanto vale o medico?
    Falem o que quiser deste depoimento, mas pelo menos um pouco de verdade foi dita. Área de saúde, só a panela da medicina o “resto, vai morrer de fome”. Falo isto triste e inconformado de esta cursando com meus 35 uma universidade novamente, fisioterapeuta a 10 anos, e estou no 7 período de engenharia.

  12. Penso que nós profissionais da área de fisioterapia e terapia ocupacional, devemos cobrar um pouco mais dos responsáveis por nosso conselho e nosso sindicato de maneira que eles possam mostrar aos demais profissionais da área de saúde, principalmente os médicos, que a fisiotarapia não é somente mais uma profissão da área e sim uma arma fundamental e inegável para o sucesso da promoção da sáude, principalmente a saúde pública. Parte do bem estar de um paciente que passou por uma cirurgia seja ela ortopédica, cardíaca, respiratória e neurológica depende do trabalho realizado por nós fisioterapêutas. Os profissionail médicos hoje são capazes de analizar a importância do nosso trabalho de maneira mais eficaz do que os nossos governantes. Porém, a classe médica conta com representante no poder público que lutam pelos interesses da classe. Nosso trabalho é um dos mais braçais e ténicos desta área e mesmo assim não contamos com representantes que lutem pelo que acreditamos. Hoje mais do que nunca, ocupamos o nosso devido lugar no que diz respeito à saúde.
    Obrigado.

  13. Ola caros colegas, não se preocupem e nem fiquem esperando alguma coisa de politicos, apenas pensem o que vocês podem fazer por alguem, acreditando no seu proprio diferencial, façam as coisas acontecerem sem depender desses camaradas que não conhecem nada da profissão. Boa sorte e com certeza vocês poderão ganhar de 5.000 a 10.000mil sem estresse pelo que pensam ou falam de vocês.

  14. Olá pessoal

    Antes de mais nada, não sou fisioterapeuta, sou engenheiro civil. Mas minha mulher é fisioterapeuta, então sei da realidade que ela enfrenta e sinto na carne junto com ela. Bem, acredito eu que se deve sim lutar por melhores condições e que sim, é necessário a mobilização e união dos profissionais…Mas, vejam bem. Esse assunto todo está intimamente ligado às aspirações pessoais de cada um, é muito subjetivo. Tem uns que relmente amam a profissão, fariam tudo para lutar por ela. Outros nem tanto. para uns a compensação financeira é muito importante. Outros escolheu a faculade com espírito empreendedor e montar uma clínica… e aívai. Depende muito dos valores individuais.Do que voc~e quer, do que você sente que vale a pena.
    Mas uma coisa é certa: o FATO é que a grande maioria dos profissionais de fisoterapia hanham muito mal, mas muito mal mesmo e isso deve estar claro e ser encarado de frente. Tudo oq ue já foi falado aqui é realidade: salários vergonhosos, condições de trabalho humilhantes, exploração de fisioterapeutas por fisioterapeutas, humilhação por médicos… Isso acontece e tudo isso pude comprovar nos 2 anos de formada da minha esposa. Desculpa mesmo estar dando pitaco na área profissional alheia. Mas vi isso aqui e não me contive. Atenção estdantes: a fisiotearapa é uma lindíssima profissão, me orgulho muito da mina esposa, sério mesmo, mas é para quem AMA a fisiterapia. Ou pelo mesno desenvolva esse amos durante a graduação. Se não, não vale a pena gente…Como disse, sou engenheiro, formei-me a 6 anos e antes de sair da faculdade já tinha emprego com carteira assinada. Salário: diremos que hoje equivaleria a uns R$ 7.000,00. Minha esposa recém formada teve uma proposta (a 2 anos) para ganhar 600 conto e nada mais.Eu a convenci a não aceitar essa humilhação e na cara dura ainda falei isso para a amiga dela também recém-formada.Disse do absurdo a que elas estavam se submetendo, que aquilo não era digno. Era na mesma clínica em que ela estagiava, vivia lotada, atendendo vários pacielntes por hora., diversas vezes me dizia que de vez em quando tinha que dar uma limpada na sala, no suor do povo porque não tinha faxineira e que estava ela mesma marcando as consultas porque estava sem secretária, que era outra estagiária. Os donos eram 2 fisioterapeutas. Os planos de saúde pagando uma miséria… Meu Deus…. Comentei para ela fazer curso técnico em edificações, que paga aqui no Df paga coisa de R$3000,00 a R$ 4000,00. Claro, falei meio brincando porque sei que ela ama a profissão. Uma coisa importante é que, a depender da fase que você vive na vida, as coisas mudam, as prioridades mudam, até os valores mudam. Então pensem muito bem antes de escolherem essa profissão. Não caiam em papinho de professor, nem de guia de estudante, que só floreiam a profissão e não expõem a realidade e dificuldades. Lembrem que um dia ~vão querer ter um carro, viajar, vestir-de bem, estar totalmente independentes de pai e mãe, vão querer casar, comprar um imóvel… Não deixe a questão financeira da análide de vocês, não mesmo. Casp contrário se arrependerão muito. Minha mulher, a sorte dela é que com o salário hoje que tenho , cerca de R$ 10.000,00 mais vales alimentação de quase R$ 1000,00, plano de sáude, previdência privada, particiáção nps lucros etc dá para nos sustentar e à nossa filha, de 8 meses. Caso contrário não teria saído da casa dos pais, que felizmente tem boas condições de vida. Coçegas dela de faculdade fizeram concurso para esciturário do BB. Todas as outras que conheço moram com os pais, ganhando coisa de 1000, 1000 e pouco por mês, engraçado, todas de classe média alta, tem carro, acho que o que elas ganham aqui em Brasília não paga nem a gasolina do carro, o resto é bancado pelos pais. Juro que fico com dó da ilusão que tiveram anos atrás ao escolherem a faculdade. Tem uma xceção de uma das amigas, que fez 3 especializções, e um médico amigo da família indica os pacientes para reabilitação na área oncológica com ela e mais os atendimentos de acupuntura domiciliar… Essa deve ganhar uns 4 ou 5 pila por mês, trabalhando todo dia até às 21. Acho que com um pouco mais de esforço consegue pagar o investido na faculdade, cuja mensalidade ultrapassva os 2000 mensais.Mesmo assim, trabalha demais, vive cansada. Espero que entendam que não estou me gabando não, só estou fazendo uma comparação tá gente, por favor. Não quero esnobar não, só quero dar um choque consciente em quem tá pensando em fazer o curso. O último emprego de minha mulher foi com hidroterapia… O que ela ganhava, juro, se tirasse a gasolina de ida e volta não sobrava nem 100 reais. Era eu que pagava.É porque ela gostava muito, se sentia útil, estava contente e eu não queria claro desanimá-la, mesmo que tendo que pagar para trabalhar…Não tinha carteira assinada, engravidou, o pessoal lá mando ela emboar de uma hoara pra outra, não teve direito a NADA, NADA NADA. Conversanos com um advogado amigo e ele garantiu que ela ganharia a causa… Não quis porque disse que ia se queimar no mercado… Achei o cúmulo…Fiquei muito triste com isso mas fazer o quê?
    Desculpa mais uma vez estar dando pitaco, mas se não amam a profissão, não vale a pena, pensem em suas prioridades para daqui a 5, 6 anos, quando quererão consituir família, curtir mesmo e tal… pensem nisso, vocação não é tudo, à vezes temos mais de uma vocação, pensem nisso. Lembro que um possível sofrimento de vocês por essa q Conheço um monte de gente da fisio e de outras áreas desvalorizadas como farmácia, enfermagem e artes que se arrependeram de ter feito o curso… alguns fizeram medicina em seguida….outros amargam a vergonha de um reduzidíssimo salário e muito trabalho. Pensem bem… Se se acham capazes de amar a profissão e acreditam nela, vai que é tua, mas não se esqueçam da luta da categoria. Muitos não lutam porque não amam e só reclamam, poderiam estar em outras áreas… Mas se não se sentem capazes de amar a profissão, PULEM FORA QUE É FURADA…

    abraço e parabéns pela mobilização

  15. Ficou uma frase mal compreendida quase no fim do comentário. Dizia para que vocês se lembrem que se você sofrer por essa stuação em relação à profissão, toda a família sofre junto…Eu quem o diga. A gente se mobiliza também. Minha esposa linda que amo, ganhando 1000 conto… tão atenciosa, inteligente, se humilhando para trabalhar… Teve um concurso aqui para um HOSPITAL que pagavam R$2000,00 para fisioterapeuta epor 30horas e, acreditem, R$ 4000,00 para almoxarife, nível médio, 40 horas. Eu faltei enlouquecer quando vi aquilo.
    Bem, vou parar de falar… abraço a todos.

  16. SOU TECNICO EM SEGURANCA DO TRABALHO E GANHO 5000 REAIS NA BAHIA, ENQUANTO Q MEU IRMAO FISIOTERAPEUTA GANHA 1200 REAIS, ELE JA ESTA FAZENDO OUTRO CURSO, E UM ABSURDO!

  17. Enquanto os CREFITOS e COFFITO não se unirem não haverá campanha salarial. Para que serve os crefitos se não para nos tirar o pouco que ganhamos? Multas, multas e mais multas . O Conselho Regional dos Médicos e de outras classes se unem e se protegem o tempo todo. Temos o menor piso salarial e os maiores preços em relação a se montar clínicas para se trabalhar. As cargas tributárias são demasiadamente altas e ainda somos conhecidos como os profissionais do “choquinhos” ou das massagens. FISIOTERAPEUTAS não fazem massagens ou dão “choquinhos” , Fisioterapeutas reabilitam pacientes e suam para isso. Nos hospitais uma técnica de enfermagem ganha em torno de 2.000,00 (dois mil reais) enquanto um fisioterapeuta ganha 1.200,00 (Hum mil e duzentos). Um Gari ganha o mesmo que um fisioterapeuta. E passamos 05 anos dentro de uma faculdade , mais uns dois na especialização , um outro no mestrado.

  18. Gente, estou passando para o segundo periodo de fisioterapia agora, e estou amando meu curso, mais não nego a vcs qe fico com o pé atras com a profissao devido ao medo de nao ter um salario bem sucedido pois pago 1.150reais mensal e depois qe qe eu vou fazer para retribuir aos meus pais que tanto me apoiam !? Mais acredito muito na minha profissao qe foi escolhida e vou vencer este obstaculo, com fé in Deus..
    E vou estar entre as MELHORES :) Vamos confiar en nós mesmo meu povo !

  19. Bom, aonde eu moro (PARÁ), o salário base de fisioterapia é R$ 2.033,73 + insalubridade média de R$ 135,60 = R$ 2.169,33. Desse valor vc ainda tira R$ 268,00 de inss e irrf e fica R$ 1901,33. Isso por 30 horas semanais. Não acho pouco, mas também não é muito, mas em relação ao brasil e seus custos de vida dá pra viver bem, e se tiver outro trabalho de 30 horas semanais, pode dobrar o salario chegando a R$ 3.800 mensais por 60 horas.
    Sendo sensato, acho que o salario de R$ 2.500,00 à R$ 3.000,00 por 30 horas semanais, está bom pra começar…

  20. Sinceramente Suelem eu não recomendo pra ninguem cursar fisio. Sou formada há 9 anos e o maximo que consegui ganhar em um mês até hj foi 2.300,00. Agora estou desempregada e vou ter que me sujeitar a receber R$ 1.000,00 em uma clinica. Nosso querido conselho de classe o CREFITO NÃO FAZ ABSOLUTAMENTE NADA POR NÓS, então se ainda estiver escolhendo tenha em mente que a profissão é linda, mas extremamente mal remunerada! Boa sorte

  21. Aprendam a diferença entre Conselho / Sindicato / Associação e depois entrem em uma discussão de nível elevado.

    Enquanto ficarmos mandando o Conselho lutar por salários, fica complicado, porque quem luta por salários, carga horária e relações trabalhistas são os Sindicatos.

    É muito fácil ficar xingando e lamentando pelo computador, lutem, corram atrás, se envolvam com as entidades e as autarquias que representam as profissões e os profissionais.

    Quem não gosta de política é governado por quem gosta.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>