Pesquisa na UFSCar convida mulheres para avaliação da musculatura do assoalho pélvico

Objetivo principal do estudo é comparar a função da musculatura do assoalho pélvico em mulheres que nunca engravidaram com mulheres que pariram uma vez por cesária ou parto vaginal
O Laboratório de Pesquisa em Saúde da Mulher (LAMU) da Universidade Federal de Sâo Carlos (UFSCar), coordenado pela professora Patricia Driusso, do Departamento de Fisioterapia, convida mulheres entre 18 e 35 anos que não tenham ou que já tiveram filhos para participar do projeto que realiza avaliação da musculatura do assoalho pélvico, da composição corporal e oferece orientações quanto à prevenção de incontinência urinária. As interessadas não podem estar gestantes, sem menstruar por três ciclos consecutivos e/ou ter Diabetes Mellitus.
O objetivo principal do estudo é comparar a função da musculatura do assoalho pélvico em mulheres que nunca engravidaram com mulheres que pariram uma vez por cesária ou parto vaginal. O objetivo secundário é investigar a ocorrência de incontinência urinária.
Os músculos do períneo localizam-se na região entre a vagina e o ânus e são essenciais para a saúde das mulheres, pois apresentam funções como a sustentação dos órgãos pélvicos, a promoção da continência urinária e fecal, além de desempenhar papel importante durante a relação sexual.
As mulheres interessadas em participar podem entrar em contato com a mestranda do Programa de Pós-Graduação em Fisioterapia da UFSCar, Iara Pimentel, pelos telefones (16) 3351-9577 ou (19) 98409-7237, ou pelo emailpimentel_sc@yahoo.com.br. “Será realizada avaliação gratuita da musculatura do assoalho pélvico e da composição corporal e orientação gratuita a respeito da prevenção de incontinência urinária”, explica Iara.
Todos os procedimentos serão realizados no LAMU, situado no Departamento de Fisioterapia, localizado na área Norte do Campus São Carlos da UFSCar.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *