Colocar Coluna Vertebral no Lugar isso é Mito.

Muitas vezes chegam ao meu consultório pacientes solicitando para eu colocar a coluna vertebral no lugar, obviamente influenciada por informações erradas, mas divulgadas a todos os cantos, tenho o dever de comunicar que nosso papel quanto fisioterapeuta osteopata  e quiroprata não é colocar a coluna no lugar e sim harmonizar as estruturas músculo esqueléticas, recuperar micro movimentos da coluna vertebral, eliminar pontos de dor gerando bem estar físico e reeducar a postura do individuo de forma global, para isso se faz necessário a utilização de manobras que vão desde liberações das tensões musculares a manobras articulares que muitas vezes apresentam estalido,  a eficiência da técnica não é mensurada pela presença desse estalido e sim pelo ganho relacionado a eliminação da dor e mobilidade. No Brasil a Osteopatia é praticada apenas por Fisioterapeutas, quanto à quiropraxia já existem faculdades, mas não uma regulamentação profissional por isso é exercida por outros profissionais, é prudente procurar saber quem é o profissional e seu histórico antes de realizar o atendimento, essa sugestão nada mais é que uma medida de segurança.

osteopatia I

 

osteopatia II

 

Compartilhar

4 comentários sobre “Colocar Coluna Vertebral no Lugar isso é Mito.

  1. Caro Jorge,

    Só acrescentando, existe o CBO para Fisioterapeuta Quiropraxista (2236-45) e há o CBO para técnicos em Quiropraxia.

    Há sim legalização da Quropraxia junto ao MTE o que não há legalização é quanto ao nível superior (graduação ao nível de Bacharel) em Quiropraxia.

    Quanto a Osteopatia, infelizmente já há escolas que abrem seus cursos a Médicos e Educadores Físicos, já efetuei denúncia junto ao COFFITO mas não obtive retorno algum.

    É possível que no futuro donos de escola tentem transformar a Osteopatia em uma graduação (esse já é um dos objetivos da Sociedade Brasileira de Osteopatia – SBO) assim como há na Quiropraxia e nós Fisioterapeutas Osteopatas correremos o risco de perdermos nosso direito de atuar livremente.

    Seria muito útil se o COFFITO fizesse cumprirm a resolução que reconhece as duas como especialidade, onde a formação mínima é de 1500 horas, fato este que não é cumprido, pois existem cursos de 400 horas na osteopatia e de final de semana na Quiropraxia… Um típico caso de Brasil: aqui tudo pode e ninguém viu, ninguém sabe e consequentemente não faz nada.

    Abraços.

  2. Caro Jorge,
    Acredito que voce seja um profissional capacitado para o que faz, assim como muitas pessoas em suas areas. E creio que o seu papel é realizar o seu trabalho com profissionalismo e competencia e não querer que as pessoas que procuram saibam exatamente o termo técnico para “colocar a coluna no lugar”. Creio que o Sr. saiba o que são expressões populares e que elas fazem parte da cultura de cada um. Como seria se fossemos corrigir todas as expressões “incorretas” que as pessoas falam quando precisam de um atendimento em que elas são leigas.
    Por exemplo: Vai me dizer que o Sr. nunca foi “medir” a pressão arterial ou quantas vezes pediu aos seus cliente para “dobrar” e “esticar” um dos membros.
    Sds…

  3. Concordo plenamente, mas me refiro aos profissionais que usam desses termos para benefícios financeiros, isso sim é um erro prvisto no código de ética. Obrigado por sua participação.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>