Atenção: Governo do Ceará anunciará novo pacote de cortes nas despesas

O Governo do Ceará vai anunciar nos próximos dias o seu segundo pacote de contenção de gastos. As medidas ainda estão em estudo na Secretaria da Fazenda, mas a meta é promover cortes de despesas que gerem uma economia na faixa entre R$ 150 e R$ 200 milhões.

Os cortes têm como objetivo gerar a economia para garantir o pagamento dos servidores públicos, os fornecedores e os investimentos considerados prioritários. A situação está assim: ou força o corte nas despesas ou haverá graves problemas em um dessas três áreas.

O Ceará é um dos poucos estados da Federação que mantém em dia e sem parcelar o salário dos servidores. A maioria dos estados, incluindo potências como Minas Gerais e Rio de Janeiro, está literalmente quebrada.

O Ceará só não foi à bancarrota por causa da cultura de equilíbrio e a responsabilidade dos secretários da Fazenda, incluindo Mauro Filho, o atual, que se manteve ao longo de duas décadas, mesmo com sucessivas trocas de governadores.

Até que as receitas próprias vêm se mantendo em linha crescente, mas as constantes quedas nas transferências da União ligaram as sirenes no alerta máximo. De janeiro de 2015 até o final de 2016, as perdas do Ceará devem chegar a R$ 780 milhões somente com o Fundo de Participação dos Estados (FPE), que depende do bom desempenho da economia nacional e, por conseguinte, da arrecadação federal.

15 thoughts on “Atenção: Governo do Ceará anunciará novo pacote de cortes nas despesas

  1. Pacote de contenção de gastos nada mais é, que a conta da eleição de Roberto Claudio, Ivo Gomes e e outros. O governo também começa a estocar dinheiro para a campanha do futuro governador no próximo ano, o resto, é papo furado.

    1. Perfeito caro Aderir, sua interpretação foi extremamente precisa, contundente e realista. Ao serviço público e aos cidadãos caberá a missão de conviver com congelamento de salário e aumento nos impostos, ou seja, o Estado sobrecarregará os cidadãos e afetará os funcionários visando tapar os rombos do processo eleitoral.

    2. Concordo plenamente com seu comentário esses caras ganham muito pra fazer algo pela população e quando fazem o mínimo ficam anunciando como se fosse uma coisa extraordinária, é obrigação fazer o máximo e não o mínimo, poderiam começar cortando o salário de todos pela metade e devolvendo o q ganharam quando nada fizeram

    3. Cadê falar que o Tasso entregou o estado enchuto e os Ferreira Gomes destruíram a economia fazendo empréstimos e desviando verbas.

  2. Vários estados quebrados, e o CE honrando seus compromissos. O texto explica a queda de transferência do Fundo de Participação dos Estados, mas tem gente que só enxerga o que quer.

    1. Isso mesmo. Temos um estado que honra os seus compromissos e ainda tem gente que vem por aqui tentar diminuí-lo com essa lenga-lenga que a culpa é do governador!

  3. Porque a secretaria da Saúde do Ceará concedeu aumento (em alguns casos acima da inflação)na renovação dos contratos das cooperativas que prestam serviços a SESA e não defendeu reajuste (nem a inflação!!) no salario dos servidores??? Tem algo de estranho nessa história….

  4. Acredito que tenham utilizado recursos na eleição do governador e prefeito aliado e por isso faltou dinheiro para o aumento dos servidores que há 02 anos não tem aumento e sofrem amargamente pelo aumento de tributos e do custo de vida;se o poder não fosse bom ninguém se candidataria,tem suas vantagens ;e as viagens que a gente sabe que acontecem para o exterior de secretários e assessores porque não reduzem ,como ficou decidido?minha irmã estudou,fez agronomia e depois de 16 anos na SDA perdeu o seu cargo e não conseguiu reaver pois colocaram um petista e assim vai,colocam quem eles querem e fica o desabafo

  5. Excesso de terceirizados, aluguel de veículos em orgãos com frota própria, todo chefete tem um veículo a disposição, pagamentos de jetons a diretores de autarquias e secretarias, cartões corporativos para diretores, pode vender os tatuzões adquiridos por 300 milhões de reais pelo ex governador CID e encontra-se hoje levando sol e chuva, sem nunca ter sido usado, a fortuna gasta em publicidade institucional em todos os veículos de comunicação do estado e por ai vai, espero que o governador não ignore esta derrama de dinheiro e queira cortar dos salários dos servidores públicos que já estão há um ano e dez meses sem reajuste.

    1. Senhor Eduardo, apesar de o senhor sempre defender canalhas como certos presidentes de sindicatos, dessa vez falou a verdade. Basta investigarem uma ralo de dinheiro público chamado Detran CE, onde a construção de um simples banheiros pode levar mais um ano e custar quase 200 000 reais e onde uma simples reunião de diretores pode gerar o pagamento de 1700 reais para cada um. Procurem lá e acharão.

  6. Existe um ditado popular que diz ‘o pior cego é aquele que tem olhos e não consegue ver’. As evidências de crise nas finanças públicas estão bastante claras e a recuperação será lenta e gradual se as medidas de ajustes forem levadas a sério. Caso contrário a nação brasileira correrá o risco de enfrentar num futuro próximo a falência dos serviços essenciais.

  7. É aquela história: vou cortar os essenciais, mas não vou mexer na minha “mesadinha”… se parassem de roubar por uma semana a prosperidade bateria a porta do estado… o negócio hj em dia é ser político o resto é mesmo q lixo nesse país.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *