[Gratuito] II Noites Brasileiras- Festival Multicultural do Brasil acontece nos dias 02 e 03 de dezembro

urubus_foto-carol-veras-96web

Depois de um final de semana bastante rico em cultura, acontecendo vários eventos na cidade, como o Festival Conecta, shows de Criolo, Tom Zé etc, a próxima semana também será de muita agitação na cidade do sol. É que nos dias 02 e 03 de dezembro aqui em Fortaleza vai acontecer o II Noites Brasileiras- Festival Multicultural do Brasil, que será marcado por teatro, dança, música, performance etc. Será um final de semana de expressões e manifestações de diferentes lugares do Brasil. A programação ocupará o Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura (Praça Verde) e equipamentos culturais no entorno: Estoril, Teatro SESC Iracema e Teatro da Praia.

Além de apresentações artísticas, o festival promove os Territórios Criativos, com atividades formativas e rodadas de negócios abertas à participação de profissionais das artes, em especial, dança, música e teatro. O objetivo do Noites Brasileiras é a cada edição gerar novos encontros, trocas e intercâmbios para a construção de novas possibilidade de relação com as culturas e os produtos culturais.

Entre os destaques desta edição o festival apresenta duas coproduções da WM Cultural que atua com a proposta de agregar uma ferramenta empreendedora atrelada à assinatura conceitual de cada artista. Uma delas é Démodé?!, segundo álbum da cantora e compositora cearense Mel Mattos, que imprimiu referências pessoais e afetivas, longe de rótulos, com um som híbrido e sem preconceitos e pré-conceitos. Um trabalho enriquecido pela mixagem e masterização de Vitor Farias, premiadíssimo em Grammys.

A outra coprodução é o espetáculo Hadaratte, meu coração está aqui, uma obra de dança afroAncestral performática, resultado de uma imersão criativa proposta pelo Noites Brasileiras à Cia. Balé Baião, de Itapipoca, uma das principais referências da dança do Ceará, com uma trajetória de 22 anos com um vasto repertório, e o coreógrafo mineiro Benjamim Abras, um artista múltiplo, que comunga das buscas e achados da Cia Balé Baião, especificamente com a investigação em torno das semióticas do Corpo Negro na cena contemporânea.

A WM Cultural é a empresa responsável pela realização do festival junto ao Espaço Frei Tito de Alencar (ESCUTA), em parceria com a Enel Geração Fortaleza, apoio cultural do Governo do Estado do Ceará, por meio da Secretaria da Cultura (Secult), apoio Ypióca Fogo Santo e apoio institucional do Sesc Ceará, Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura e Prefeitura Municipal de Fortaleza, através da Secretaria Municipal da Cultura (Secultfor).

A primeira edição, realizada em dezembro de 2013 no Estoril foi dedicada às artes do Ceará, Pará e Pernambuco. Agora, o festival multicultural promove o encontro do Ceará com o Distrito Federal e Minas Gerais. São 15 atrações entre música, teatro, dança e performance, além dos convidados para os Territórios Criativos.

“Nossa maior proposta é promover e incentivar encontros. Acreditamos que uma panorâmica da pluralidade do nosso país a cada edição contribuirá para o desenvolvimento do mercado cultural cearense e nacional e a perpetuação da história de cada povo e de cada lugar”, diz William Mendonça, diretor geral do Noites Brasileiras.

AS ATRAÇÕES

Coletivo As Travestidas
Coletivo As Travestidas

A programação do II Noites Brasileiras é diversa e busca o diálogo sobre as possibilidades de artistas de cada estado convidado. O público terá a oportunidade de conferir as apresentações de artistas do Distrito Federal, Minas Gerais e Ceará, com trabalhos de destaque em suas linguagens.

foto_cris-oliveira_para-todas-as-marias-2

As atrações do II Noites Brasileiras:

Música: Mel Mattos – Démodé?! (CE), Ellen Oléria – Afrofuturista (DF), Eliane – A Rainha do Forró (CE), Flávio Renegado – Outono Selvagem (MG), Fabíola Liper – Minha Cara (CE), Lídia Maria – Por Inteiro (CE), DJ Guga de Castro (CE/MG) e Coletivo As Travestidas – Três Travestis (CE).

Dança: Cia Balé Baião – Hadaratte: meu coração está aqui (CE), Cris Oliveira – Para todas as Marias (MG); Silvia Moura – Interações Urbanas (CE).

Teatro: Cia Cearense de Molecagem – Malasombro (CE), Coletivo Instrumento de ver – Meu chapéu é o céu (DF), Pavilhão da Magnólia e Cia Prisma de Artes – Urubus (CE), Grupo Teatro Andante – Olympia (MG).

Territórios Criativos

Como parte do II Noites Brasileiras acontece o projeto Territórios Criativos: Da Criação ao Empreendedorismo, que compreende as ações formativas do festival e rodada de negócios, pensadas como um espaço de troca de saberes e fazeres, direcionado a produtores, mobilizadores e agitadores culturais que atuam nas linguagens do teatro, da dança, do circo e da música.

Voltados para a sustentabilidade e comunicação na área cultural, os Territórios Criativos acontecem com a proposta de ser um grande encontro de produtores para que além das trocas de experiências, sejam conhecidos modos de operação, atuação e manutenção desses produtores no mercado cultural cearense e nacional.

Participam dos Territórios Criativos: Mirella De Luca (RJ), conceituada profissional de marketing na área musical, tendo como clientes informantes gravadoras, selos e artistas independentes; Marcelo Bones (MG), programador, consultor e assessor de importantes festivais teatrais brasileiros; Eron Quintiliano (RS), manager, diretor artístico, agente e produtor de shows e festivais, no Brasil e no exterior; Paulo Victor Feitosa (CE), ex-secretário de Cultura do Estado do Ceará, diretor da Quitanda das Artes, com grande atuação na área de realização e consultoria de projetos culturais nos campos da artes cênicas, música e capacitação; Pedro Domingues (CE), ator, diretor, gestor cultural, foi Secretário de Cultura de Barbalha, Coordenador de Ação Cultural da Secult/CE, Coordenador Geral da Secretaria da Cidadania e da Diversidade, no Ministério da Cultura e atualmente é diretor do Teatro Municipal São José, da Prefeitura Municipal de Fortaleza; Antoniel Ribeiro (PI), produtor e gerente comercial de uma das maiores casas de espetáculo do Norte e Nordeste, o Theresina Hall; e o cabo-verdiano Dorival Ramos, profissional com expressiva atuação na área da comunicação, tendo fundado a comunidade virtual “Binókulu Pulitiku”, o jornal online “Binókulu, e assessorado o ex-ministro da Cultura, Mário Lúcio Sousa.

SERVIÇO
II Noites Brasileiras – Festival Multicultural do Brasil – Dias 02 e 03 de dezembro de 2016 na Praça Verde do Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura (Rua Dragão do Mar, 81 – Praia de Iracema), Teatro Sesc Iracema (Rua Boris, 90 – Praia de Iracema) e Teatro da Praia (Rua José Avelino, 662 – Praia de Iracema), Estoril (Rua dos Tabajaras, 325 – Praia de Iracema). Realização: WM Cultural. Informações: (85)3046-2744. Email: wm@wmcultural.com.br. Acesso gratuito.

Texto: Eduardo Sousa com informações da Dégagé | Imagens: Dégagé

Eduardo Sousa

Sobre Eduardo Sousa

Eduardo Sousa é jornalista por formação, mas também adora e estuda moda. Faz serviços de assessoria de imprensa, personal stylist, revisor etc. Adora ler e escrever uma boa crônica, um simples retrato do cotidiano. "Cores de Almodóvar, cores de Frida Kahlo, cores".

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *