Inscrições para Curso de Especialização em Educação, Pobreza e Desigualdade Social

Imagem: Logomarca do curso

A Universidade Federal do Ceará recebe, de 21 a 25 de março, inscrições de candidatos ao Curso de Especialização em Educação, Pobreza e Desigualdade Social (CEEPDS), na modalidade a distância. Serão oferecidas 440 vagas, distribuídas em 16 polos dentro do Estado do Ceará, sendo 40 destinadas ao público interno da UFC.

O CEEPDS possui carga horária de 448 horas, compostas por atividades a distância, atividades presenciais, desenvolvimento de pesquisa e elaboração de Trabalho de Conclusão de Curso. O curso é oferecido pela Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão (Secadi/MEC), cujas normas serão seguidas pela UFC.

A especialização destina-se à formação continuada de profissionais que atuam na educação básica e/ou em políticas sociais que estabelecem relações com a educação em contextos empobrecidos, com vistas ao desenvolvimento de práticas que possibilitem a transformação das condições de pobreza e de extrema pobreza de crianças, adolescentes e jovens.

Para inscrever-se, o candidato precisa ter concluído curso de graduação em qualquer área de conhecimento e assumir responsabilidade de dispor de, pelo menos, 10 horas semanais para estudos complementares durante o curso. A seleção ocorrerá de 7 a 14 de abril e constará de homologação das inscrições e análise curricular e da carta de intenção.

O início do período letivo se dará a partir da aula inaugural nos dias 13 e 14 de maio de 2016, no Campus do Pici, com participação obrigatória dos cursistas. Mais informações sobre o processo seletivo, prazos e documentação necessária podem ser obtidas no Edital nº 01/2016-CEEPDS/UFC e no site do curso.

Fonte: Coordenação do Curso de Especialização em Educação, Pobreza e Desigualdade Social/UFC – fone: 85 3366 7933 / e-mail: epds.ufc@gmail.com

Valeska Andrade

Sobre Valeska Andrade

Formada em História pela Universidade Federal do Ceará e em Pedagogia pela Universidade Estadual do Ceará. Especialista em Cultura Brasileira e Arte Educação. Coordenou o Programa O POVO na Educação até agosto de 2010. Pesquisadora e orientadora do POVO na Educação de 2003 a 2010, desenvolveu, entre outras atividades, a leitura crítica e a educomunicação nas salas de aula, utilizando o jornal como principal ferramenta pedagógica. Atualmente, é professora de história da rede estadual de ensino. Pesquisadora do Maracatu Cearense e das práticas educacionais inovadoras. Sempre curiosa!!!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *