Aberto concurso público para oito vagas de professor efetivo em Fortaleza e Russas

A Universidade Federal do Ceará informa que se encontram abertas, até 11 de julho, as inscrições para concurso público que ofertará oito vagas para professor do magistério superior. Com regime de trabalho de 40 horas semanais e dedicação exclusiva, sete dessas vagas são para o Campus da UFC em Fortaleza e uma para o de Russas.

Conforme o Edital nº 93/2017, as vagas para Fortaleza estão distribuídas da seguinte maneira, conforme os departamentos ou cursos a seguir: Estudos da Língua Inglesa, Suas Literaturas e Tradução; Engenharia Hidráulica e Ambiental; Farmácia; Morfologia (Medicina); Filosofia e Publicidade e Propaganda.

Para o Campus de Russas, a vaga é para o setor de estudo “Engenharia da Qualidade”, podendo candidatar-se candidato com formação em Engenharia de Produção, Engenharia Mecânica, Engenharia de Materiais ou Engenharia Civil. À exceção desta última vaga, cuja exigência é título de mestre, as demais, de Fortaleza, requerem título de doutor.

A inscrição deverá ser feita de forma presencial ou por procuração, na secretaria do departamento que oferece a vaga ou na secretaria do Instituto ou do campus do Interior, nos dias úteis, excluindo-se os sábados, do prazo indicado no edital, no horário das 9h às 12h e das 14h às 17h. Também serão aceitas inscrições pelos Correios, via Sedex, caso atendidas as exigências descritas no edital.

Mais informações sobre o concurso, como setores de estudo, prazos e documentos necessários, podem ser encontradas no edital, disponível no site da Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas.

Fonte: Divisão de Concursos e Provimento da Progep – fone: 85 3366 7407

Valeska Andrade

Sobre Valeska Andrade

Formada em História pela Universidade Federal do Ceará e em Pedagogia pela Universidade Estadual do Ceará. Especialista em Cultura Brasileira e Arte Educação. Coordenou o Programa O POVO na Educação até agosto de 2010. Pesquisadora e orientadora do POVO na Educação de 2003 a 2010, desenvolveu, entre outras atividades, a leitura crítica e a educomunicação nas salas de aula, utilizando o jornal como principal ferramenta pedagógica. Atualmente, é professora de história da rede estadual de ensino. Pesquisadora do Maracatu Cearense e das práticas educacionais inovadoras. Sempre curiosa!!!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *