Pelas ondas do podcast!

A Editora Dummar acaba de lançar um novo espaço de interação com o público leitor. É o podcast Folha de Rosto, que tem a proposta de reunir amantes da literatura em conversas descontraídas sobre temas relevantes do universo editorial. Comandado pelo jornalista Jáder Santana, nosso editor assistente, o programa terá periodicidade quinzenal e trará convidados variados. Continue lendo

Jornalista cearense narra guerra na Síria em livro-reportagem (jornal O Povo)

O livro reportagem Recortes da diáspora síria foi tema da matéria de capa do caderno Vida&Arte de hoje, do jornal O Povo. A repórter Camila Holanda conversou com a jornalista Isabel Filgueiras, autora do livro que será lançado amanhã, às 19 horas, no Espaço O Povo de Cultura & Arte, e conta os bastidores dessa investigação.

Leia abaixo a matéria.

Jornalista cearense narra guerra na Síria em livro-reportagem

A jornalista cearense Isabel Filgueiras viajou por três continentes para reunir histórias de sobreviventes dos conflitos sírios. Ela narra as vivências em livro-reportagem que será lançado amanhã, no Espaço O POVO de Cultura & Arte

Por Camila Holanda

Em 2014, Fátima Assan teve a casa bombardeada na Síria. Sobraram apenas escombros e a força para fugir ao lado dos quatro filhos, da mãe e de outras cinco crianças que precisavam de ajuda. Alcançaram a fronteira com a Turquia, onde foram socorridos e declarados refugiados pelo Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (Acnur). Foram (sobre)viver na cidadezinha de Beyoglu, em Istambul. Em uma das ruas do local, enquanto pediam dinheiro na rua, encontraram a então estudante de jornalismo da Universidade Federal do Ceará (UFC) Isabel Filgueiras, que viajava pesquisando e reunindo histórias para seu Trabalho de Conclusão de Curso (TCC). Continue lendo

Jornalista cearense mergulha na crise de refugiados

“No meio do caminho, tinha uma bomba. Tinha uma bomba no meio do caminho, e um morteiro, mil soldados, um regime, um ditador e receio. No meio do caminho, tinha deserto, montanha, fronteira, mais soldados, outro país, uma barraca de lona, outro país, toque de recolher, outro país, ruas geladas, outro país, desemprego, outro país, nenhum documento. O caminho está sempre no meio, parece não levar a lugar nenhum.”

Em junho de 2016, a Organização das Nações Unidas (ONU) divulgou que o número de pessoas deslocadas por motivos de conflitos e perseguições em todo o mundo passava dos 65 milhões. Uma em cada 113 pessoas no mundo estaria nessa situação, o que configuraria a maior crise humanitária desde a 2a Guerra Mundial. No topo de países de onde mais saíram refugiados está a Síria, que neste 11 de março vê sua guerra civil completar seis anos. Ao todo, 4,8 milhões de sírios deixaram o país desde o início dos conflitos.

Em Recortes da diáspora Síria, publicado agora pela Editora Dummar, a jornalista cearense Isabel Rocha Filgueiras mergulha no drama dos refugiados em busca de explicações para o que está acontecendo naquele país. Partindo de uma cuidadosa preparação – que incluiu estudos sobre direitos humanos, história do Oriente Médio moderno e jornalismo de guerra – a autora saiu à procura de figuras incógnitas que ilustrassem as chagas dessa crise migratória.

Continue lendo