Projeto Rivera e Seu Pereira hoje na Feira Da Música

Segue hoje o segundo dia da XVI Feira da Música, evento voltado para quem gosta de ouvir, tocar, produzir ou discutir música. A programação de shows, rodadas de negócios e debates vai até o próximo sábado, 4, na Capital e parte para Sobral nos dias 6 e 7 de novembro. As primeiras apresentações acontecem no teatro Carlos Câmara, dentro do Show Business (momento reservado para que novas bandas apresentem seus trabalhos para nomes experientes do mercado, como produtores de eventos). Em seguida, a partir das 17 horas, no Theatro José de Alencar, a Escola de Música de Paracuru inicia uma programação que conta com Projeto Rivera, Lilt e encerra com os paraibanos do Seu Pereira.

Dezesseis bandas locais e quatro convidados, nacionais e internacionais, compõem a programação musical. Voltando à proposta do início da Feira, a prioridade da curadoria foi trazer artistas que nunca participaram do evento. Gente que ainda estava “na garagem”, mas que tem um trabalho consistente para apresentar. “Começamos em 2002 com o foco na cena local. Onde estavam (os artistas), quem eram, o que estavam fazendo. Esse era o objetivo”, explica Ivan Ferraro, idealizador da Feira da Música, acrescentando que, com o tempo, esse foco foi se ampliando, buscando conexões, primeiro, no Nordeste e, depois, no Brasil”.

“Chegamos à 15ª edição, meio que fechando esse ciclo. Esse ano estamos com essa estratégia, que é voltar o foco para o local. Agora, fazendo uma nova perspectiva. Queremos saber o que está acontecendo hoje e que a gente ainda não conhece. São os grupos que não tocaram na Feira, no Ponto.CE, e outros festivais, que estão nas garagens. Que não estão efetivamente na cena ainda”, continua. Dentro dessa perspectiva, entraram bandas como Muringas, New Model e Berg Menezes. Erivan Produtos do Morro e Rivera também integram a programação, estreando na Feira da Música. O encerramento, sábado, 4, na Praça Verde, é com Otto.

Paralelo aos shows, a Feira da Música também inclui duas programações voltadas para o incremento do mercado musical. O primeiro é o encontro do Ceará Música, fórum que discute a cena local a partir de eixos como formação, difusão e memória. “Quando visitamos o interior do Ceará é sempre surpreendente. Mas a gente não tem informação nenhuma, por que nem eles têm capacidade fazer de chegar aqui e nem eles têm conhecimento do que acontece aqui. É uma distância grande”, comenta Ivan que quer, a partir do trabalho do fórum, fazer um mapeamento profundo de palcos, pessoas, casas e serviços encontrados no estado. “Precisamos fazer essas conexões ficarem mais fortes”, adianta.

A outra programação é o Show Business, que vai trazer nomes nacionais para assistir e comentar o trabalho de oito bandas locais numa apresentação de 40 minutos. Entre os convidados estão Inti Queiroz (Festival PIB), Pena Schmidt (produtor), Paulo André (Abril Pro Rock) e Anderson Foca (Festival DoSol). Marcada pela resistência num cenário árido no assunto apoio ou patrocínio, a Feira da Música mantém o trabalho divertir e fomentar na sua área de trabalho. Do som pop e rock aos corais e orquestras, o evento pretende abrir olhos e ouvidos para o que se produz no Ceará. “Investir não é só pagar o CD ou abrir o edital. É valorizar a cultura, os artistas, dar espaço. Também não adianta valorizar o que não tem valor. Mas a gente tem valor. A gente está num momento em que, do meu ponto de vista, não acho que uma oportunidade como essa venha tão cedo. De 40 em 40 anos vem uma onda. A gente está nessa onda”, avalia.

Programação completa:
Quinta-Feira, 02/11
++ Teatro Carlos Câmara
Programação Show Business
15h às 15h40 – Procurando Kalu
15h40 às 16h20 – New Model
16h20 às 17h – Pulso de Marte
17h às 17h40 – Intuición
Ingressos: Gratuito

++ Theatro José de Alencar
17h – Escola de Música de Paracuru (Pátio Nobre) – Gratuito

18h às 18h40 – Ouse
18h55 às 19h35 – Lilt
19h50 às 20h30 – COLORIDA
20h45 às 21h25 – Projeto Rivera
21h40 às 22h20 – Seu Pereira (PB)
Ingressos: R$ 10 (inteira), R$ 5 (meia), R$ 5 + 1 kg de alimento (meia social)

Sexta-Feira, 03/11
++ Teatro Carlos Câmara
Programação Show Business
15h às 15h40 – Berg Menezes
15h40 às 16h20 – Erivan Produtos do Morro
16h20 às 17h – Clau
17h às 17h40 – Matheus Santiago
Ingressos: Gratuito

++ Theatro José de Alencar
17h – Escola de Música de Guaramiranga (Calçada) – APRESENTAÇÃO GRATUITA

18h – Coral Canto da Casa (Pátio Nobre)
19h às 19h40 – Limiar do Desconhecido
19h55 às 20h35 – Zeis – De Preto em Blue
20h50 às 21h30 – Casa Maré
21h45 às 22h45 – Dazara Sounds
22h25 às 23h20 – Dusouto (RN)
Ingressos: R$ 10 (inteira), R$ 5 (meia), R$ 5 + 1 kg de alimento (meia social)

Sábado, 04/11
++ Praça Verde
18h – Fundação Raimundo Fagner (Passarela)
19h – Orquestra Sanfônica Essência – Tapera das Artes (Passarela)
20h – Luthieria Cata Vento – Tapera das Artes (Passarela)
21h às 22h – Casa de Velho
22h30 às 00h – Otto

PROGRAMA CEARÁ MÚSICA – PAINÉIS
Auditório do Centro Cultural Dragão do Mar
Entrada gratuita

Sexta-Feira, 03/11
9h às 11h – Distribuição com Juarez Sampaio (mediador) e Izabel Marigo
11h às 13h – Difusão e Comunicação com Isabel Andrade (mediadora), Bernardo Rua, Cyro Thomaz

Sábado, 04/11
14h às 16h – Formação com Mona Gadelha (mediadora), Inti Queiroz, Luiz Helênio e Paulo Victor

Marcos Sampaio

Sobre Marcos Sampaio

Jornalista formado pela Universidade de Fortaleza e observador curioso da produção musical brasileira. Colecionador de discos e biografias. Admirador das grandes vozes brasileiras.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *