João Fênix volta ao começo em disco de intérprete

capa-digital-joao-fenix-de-volta-ao-comeco

Existem muitas portas de entrada para o trabalho de João Fênix. Pode ser sua aguda voz de contratenor, seu repertório refinado, sua veia de compositor, o estilo performático dos seus shows. Completando 15 anos de estrada, o pernambucano radicado em Washington resolveu facilitar o acesso de novos fãs com um trabalho de intérprete. De Volta […]

Continue reading

O Grande Encontro por Geraldo Azevedo

Foto: Lívio Campos
Foto: Lívio Campos

DISCOGRAFIA – A primeira edição do Grande Encontro foi um marco da música brasileira, que vendeu bem e gerou vários projetos semelhantes pelo Brasil. Olhando agora em perspectiva, a que vocês atribuem esse sucesso todo?
Geraldo – A soma! Dos nossos talentos, das nossas ideias, da nossas sonoridades, das nossas carreiras… Continue lendo

O Grande Encontro por Elba Ramalho

Foto: Lívio Campos
Foto: Lívio Campos

DISCOGRAFIA – A primeira edição do Grande Encontro foi um marco da música brasileira, que vendeu bem e gerou vários projetos semelhantes pelo Brasil. Olhando agora em perspectiva, a que vocês atribuem esse sucesso todo?
Elba – Creio que a simples reunião de quatro grandes artistas, por si só, já seria um grande atrativo. E a nossa reunião foi realmente muito especial, são quatro artistas completamente diferentes que decidiram compartilhar o palco juntos. Continue lendo

O Grande Encontro por Alceu Valença

credito-livio-campos-2
Foto: Lívio Campos

DISCOGRAFIA – A primeira edição do Grande Encontro foi um marco da música brasileira, que vendeu bem e gerou vários projetos semelhantes pelo Brasil. Olhando agora em perspectiva, a que você atribui esse sucesso todo?

Alceu O Grande Encontro é a reunião de artistas de uma mesma geração que possuem em comum uma grande devoção às suas identidades brasileira e nordestina. Não somos tradicionalistas, mas respeitamos profundamente a tradição. Somos descendentes dos violeiros, dos aboiadores, dos cantadores de feira – elementos que mestres como Luiz Gonzaga e Jackson do Pandeiro utilizaram em larga escala para consolidar suas expressões e nacionalizá-las, estendendo-as ao grande público. Soubemos imprimir um aspecto muito forte de contemporaneidade em nossos trabalhos. Continue lendo

A varanda suspensa de Céu

Foto: divulgação
Foto: divulgação

2016 foi um ano intenso para Céu.  Após o lançamento de Tropix, quarto trabalho de estúdio da cantora que chegou às lojas em março, a paulistana fez barulho no cenário musical. O álbum foi indicado a 17º edição do Grammy Latino nas categorias de Melhor Álbum Pop Contemporâneo em Língua Portuguesa e Melhor Álbum de Engenharia de Gravação e venceu ambas. Agora, a cantora lança hoje, 2, mais um clipe do disco. Varanda Suspensa foi divulgado com exclusividade pelo site da Rolling Stone Brasil.

Continue lendo

Caio Castelo recebe amigos no show Mil Olhos, hoje no Mambembe

caio-maloca_por-eden-barbosa-290Quando era pequeno, Caio Castelo ouviu em algum lugar um trecho de uma canção que dizia “eu preparo uma canção em que minha mãe se reconheça, todas as mães se reconheçam e que fale como dois olhos”. Essa ideia de olhos que falam como canção impressionou o futuro compositor cearense e o inspirou a batizar o segundo disco, Dois Olhos, lançado em abril deste ano. Esse trabalho hoje ganha novo fôlego e amplia seu potencial no show Mil Olhos. Continue lendo

Solo de Mário Quinderé, Fish Magic lança segundo disco em streaming

fish-magic-1Em 2005, o cearense Mário Quinderé foi para o Rio de Janeiro trabalhar com comunicação corporativa. Desde então, o vocalista e principal compositor da banda Dead Poets se manteve afastado da música. Foi então que um show, em 2014, no Amicis, reativou a vontade dele de voltar a fazer música. Continue lendo

Depois de quatro anos, Nando Reis lança o inédito Jardim-Pomar

10000x10000-339885fa070285e83a110fb5a7066ae3Há 13 anos, Elza Soares gravou pela primeira e única vez uma música de Nando Reis. A faixa Concórdia entrou para o disco Vivo Feliz e contou com um belíssimo dueto da sambista com o roqueiro. Com a pouca repercussão do álbum (moderno demais para os fãs de Elza?), a balada cheia belas imagens poéticas ficou guardada num escaninho da música brasileira até este ano, quando ganhou uma regravação e até cedeu um verso para batizar o novo álbum do autor. Continue lendo

Jay Vaquer apresenta Canções de Exílio na 7 live Music

montagem-grafica-montagem

Por Paulo Renato Abreu (paulorenatoabreu@opovo.com.br)

Apesar de pouco conhecido do grande público, o cantor carioca Jay Vaquer consegue se apresentar anualmente na Capital desde 2011. “Fortaleza tem um pessoal considerável que é interessado pelo trabalho realizado”, celebra. O show de amanhã, porém, tem um gostinho especial: ele toca pela primeira vez para o público local o oitavo disco da carreira, Canções de ExílioO CD foi, este ano, indicado ao Grammy Latino em duas categorias: melhor álbum de rock em língua portuguesa e produtor do ano para Moogie Canazio, que já tinha produzido Umbigobunker!? (2011), sexto álbum de Jay também indicado ao prêmio. O show é amanhã, às 21 horas, na 7 live Music, espaço alternativo na Praia de Iracema. Continue lendo

Los Sebosos Postizos chegam com show dedicado a Jorge Ben

foto-los-sebosos-postizos-credito-pio-figueroa

Antes de adotar o “Jor” ao final do nome, Jorge Ben escreveu um novo capítulo da MPB com seu jeito muito particular de fazer música. De longe, o ritmo é samba, mas tem influência de rock, soul, jazz, jovem guarda, bossa nova e mais um monte de elementos indefiníveis. O ouro dessa produção saiu em discos lançados nas décadas de 1960 e 1970, como Samba Esquema Novo, Força Bruta, A Tábua da Esmeralda e África Brasil.

Fieis seguidores desse som, a Nação Zumbi montou um projeto paralelo para homenagear o bluesman mais sambista do mundo. Continue lendo