SANTA INQUIETAÇÃO

inquietação“Mas de nada faço questão, nem tenho minha vida por preciosa, contanto que cumpra com alegria a minha carreira e o ministério que recebi do senhor Jesus, para dar testemunho do evangelho da Graça de Deus.” Atos 20:24

          Sempre procuro compartilhar aqui do que Deus tem falado comigo no dia a dia na correria da vida ou nos momentos de camalma e reflexão. Não vejo esse um espaço que sirva para alguma demonstração vaidosa de “conhecimento”, mas um canal por onde Deus permite passar vida, experiências e vida, que impacta vidas, que impacta vidas… em um ciclo sem fim. Esse é o meu propósito nos textos que escrevo. Por isso procuro ser o mais pessoal e íntimo possível. Essa passagem de Atos 20:24 é um texto da minha intimidade. Poucas passagens descrevem tão profundamente o que sinto e busco viver com toda a força que há em mim. Acredito que assim como eu, você também tenha um ou alguns textos bíblicos ou frases de livros que parecem ter sido escritos para você ou por você, não é mesmo? Quando lemos a Bíblia temos essa sensação constantemente

          Pense comigo: Tem sido cada vez mais difícil parar para contemplar as belezas das bênçãos de Deus. Na correria da vida lutamos todos os dias ferozmente feitos leões em busca de não sei o que, dando a sensação que a vida vai se perdendo entre os dedos como a água que não conseguimos segurar. Percebemos isso quando estamos sem carro e por um momento precisamos andar alguns quarteirões para comprar pão ou ir no mercado (aqui em Fortaleza chamado de Mercantil) e percebemos detalhes das ruas que nunca tinha percebido e cumprimentamos pessoas que se quer sabíamos que existia. Meu filho de 8 anos caminhando com a mãe em um lugar onde sempre passamos de carro ficou encantado com os detalhes das ruas por onde andaram. Isso prova muita coisa. Além das belezas e detalhes das ruas e natureza, quando deixamos em casa o “carro” que nos levava passamos a ser mais sensíveis com Deus, com o outro e conosco.

     O Apóstolo Paulo quando escreve esse texto já estava finalizando suas viagens missionárias e fala com muita propriedade que, a despeito de tudo que tinha passado, não fazia questão por nada nem tinha a sua vida como valiosa, pois o que mais importava era cumprir o seu chamado e testemunhar o Evangelho da Graça de Deus. A maioria das nossas rotinas de trabalho contribuem para o contrário.

          Tenho fugido dessa luta selvagem pela vida já faz tempo. As vezes canso, sedo e sou tentado a perder as esperanças no chamado de Deus para a minha vida e família. É quando o Espírito Santo me faz lembrar essa passagem e percebo o que realmente importa para mim, que essa luta apenas faz parte do processo e o que me dá mais prazer na vida é ser um discípulo de Jesus vivendo por Ele e para Ele, não importa onde, não importa como.

      Que essa santa inquietação por encontrar propósito em Deus possa estar em nosso coração nos motivando a caminhar cada vez mais em Sua direção. Um dia de cada vez.

Até a próxima!

Lucas

Sobre Lucas

Marido de Roberta, pai do Davizinho e do Pedrinho. Amigo e servo de Jesus sendo formado por Ele através da vida e para a Vida. Profissional de TI e atualmente empresário. Servindo apaixonadamente na amada IBC. Como definição faço das palavras do Apóstolo Paulo as minhas: "Mas de nada faço questão, nem tenho minha vida por preciosa, contanto que cumpra com alegria a minha carreira e o ministério que recebi do senhor Jesus, para dar testemunho do evangelho da Graça de Deus." Atos 20:24

3 thoughts on “SANTA INQUIETAÇÃO

  1. Texto profundamente inspirativo e verdadeiro. Nós corremos tanto em meio aos afazeres profissionais ou não. Esquecendo o que o próprio Senhor Jesus disse aos seus dicíspulos:“Vinde somente vós comigo, para um lugar deserto, e descansai um pouco”. Graça e paz!

  2. Obrigado pelo comentário Celina. Que Deus nos ajude a parar e olhar mais para ele.

  3. Lucas, compartilho com as mesmas sensações. O que mais me dá prazer é ser discípula de Jesus.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *