Resistindo ao mundo (Por Filipe Ramalho)

Propagandas, programas de TV, novelas, filmes, músicas, amigos da faculdade e do trabalho. Tudo nos impulsiona a trocar de valores ou a não ter valores. Viver em um mundo tão abusivo e banal acaba gerando uma pressão e uma opressão à ceder ao que ele [o mundo] me pede. Preciso estar muito focado e concentrado em realizar a vontade de Deus para não desviar a atenção e não me “conformar com esse mundo”! (Romanos 12:2)

Mentiras para manter “as coisas em ordem”?
Palavras ásperas e torpes em nome de uma liberdade que nos mantém presos?
Influência vulgar na infância em nome da “cultura”?
Usar o corpo do outro pra satisfazer minhas próprias vontades?

Confesso, preciso me focar em Cristo e em Sua palavra, pois sem Ele nada sou. O mundo está perdido, não digo errado, digo perdido! Perdeu seu rumo. Não sabe o que fala e o que faz, simplesmente faz. Certo dia um garotinho que foi passear com seu pai se perdeu no shopping. A única coisa que sabia fazer era gritar, chorar e experimentar várias alternativas de caminho para então, se encontrar. De repente seu pai apareceu e o encontrou. Ufa! Agora o garotinho está a salvo. A única diferença entre o mundo e o tal garotinho é que o garotinho conseguiu enxergar seu pai, se salvar e se encontrar em meio a toda aquela confusão.

Deus tem acenado para o mundo, tem sinalizado e, cegamente, o mundo tem corrido para o braço de outros e arriscado alguns caminhos perigosos em busca de um referencial que só seu Pai pode dar.

“Mostra-me, Senhor, os Teus caminhos, ensina-me as tuas veredas; guia-me com a Tua verdade e ensina-me, pois Tu és Deus, meu Salvador, e a minha esperança está em Ti o tempo todo.” (Salmo 25: 4, 5)

Por Filipe Ramalho

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *