Da tradicional Meia Maratona de Fortaleza, para o ano das meias maratonas cearenses. Opções não irão faltar em 2017.

Fortaleza, 02/03/2017 – Não faz muito tempo em que começávamos o ano pensando apenas em uma das corridas mais tradicionais do calendário cearense, a Meia Maratona de Fortaleza (abril), mas após uma década, este cenário mudou bastante, e hoje, viramos dezembro e começamos janeiro com várias corridas programadas apenas para o primeiro trimestre do ano, com opções para todos os gostos: distâncias; tipos de terreno; valores de inscrição; premiação; kits; cidades; etc…

Com o tempo, algumas mudanças significativas também ganharam força no pedestrianismo cearense, como a procura por provas mais longas, e a migração de corredores para o triathlon, principalmente após a chegada do Ironmam a Fortaleza. Neste caso, um dos principais motivos desta migração, está relacionada a motivação, pois muitos corredores que deram os seus primeiros passos em provas de 5km e 10km, buscam agora novos desafios, seja nas corridas de rua ou no triathlon.

Ainda em relação as corridas mais longas em solo cearense, até que já temos algumas novidades em nosso calendário nos últimos anos, (Desafio da Chapada do Araripe; Circuito Cross Run Copa Serra Sertão; Circuito Caprius Cross; Circuito ASES Adventure; Desafio Vale do Juá de Guaiúba; Meia Maratona Beach Park; Maratona da Virada de Baturité), e complementando essas atividades, temos também o incremento das assessorias esportivas e grupos de corredores, que realizam treinos regulares em percursos que exploram as belezas de nossas serras, sertão e litoral. Com este up entre amigos, o condicionamento físico e a auto-estima decolam, e muitos acabam optando em competir em outros estados, ou até mesmo do exterior.

Continuar lendo esta matéria, link…

Interaja conosco, deixe abaixo o seu comentário.

.

19
Felix Luis

Sobre Felix Luis

Desportista e atleta amador, com passagens pelo futebol de campo e futsal. Participou das primeiras corridas de rua no início da década de 90, e até o final de 2017, deverá chegar a marca de 370 competições. Profissional da área de informática, e proprietário do site Portal do Corredor, (o pioneiro web na divulgação de corridas de rua no norte e nordeste brasileiro, 2004 / 2017). www.portaldocorredor.com.br

11 thoughts on “Da tradicional Meia Maratona de Fortaleza, para o ano das meias maratonas cearenses. Opções não irão faltar em 2017.

  1. Pode-se dizer que aí está a ” Velha Guarda” das corridas de rua do Ceará. Época em que além de serem raras, não existia esse negocio de camisa tecnológica, e algumas até sem medalha (no máximo um certificado). O cara ia por amor mesmo ao esporte e nada mais além disso. Parabéns “desbravadores”. Foi ótimo também ver meu Mestre/Professor Ribamar nessas fotos. Ótima matéria mister Félix.

    1. Régis. Peço desculpas por não contactá-lo antes, como de costume, pois esta matéria foi concluída na madrugada após algumas pesquisas. Tenho certeza que fiz o melhor, e sempre que possível abordarei temas deste quilate. Um grande abraço para você e família.

    1. Caro Cordeiro Vinhas. Nos dias atuais as informações voam, por isso um pouco do nosso passado recente é sempre importante. Temos uma memória muito volátil hoje, parecemos pendrives ou hd’s. Um grande abraço para você e família. Se possível, nos encontramos em Jericoacoara!

      1. Meu estimado amigo Félix Luís, li e reli cada um dos comentários prolatados sobre sua matéria historiando os primeiros passos das Corridas de Rua em Fortaleza cujo teor foi publicado no conceituado jornal “O Povo”. Apraz-me constatar corroborado neles o reconhecimento unânime de seu profícuo e incansável trabalho na divulgação dos esportes e das corridas de rua, particularmente. Avante!

  2. Uma maratona ou meia maratona é sempre um grande evento para todos os atletas amantes de corridas de rua., nesse momento que as corridas estão se tornando uma rotina nas manhãs de domingos de nossa capital cearenses, sem dúvida será uma festa diferente, com muitos atletas quebrando seus próprios recordes de km percorridos, uma corrida diferente com um percurso diferente e com novos obstáculos, é isso que nós amantes das corridas de rua queremos…

    1. Com certeza Valério, também sou a favor de novos desafios, 5km e 10km, já temos demais. A partir de 10km, os treinamentos já mudam, maratona e ultras, nem se fala. Abraço!

  3. Bom dia.
    Em se falando de “corrida” o Portal do Corredor é “ÍMPAR” no tocante a questão de informação no mundo não só deste esporte como no foco do despertar que vive no mundo do sedetarismo para sua busca por uma vida melhor.
    Meus primeiros passos relacionados para “correr” e “viver melhor” foi exatamente com o “pequeno – grande homem”, o notável – Félix Luis, com uma credibilidade no que fala e escreve.
    O que falta ainda é o Estado do Ceará focar sua visão para uma “maratona” permanente.
    Um ultrabraço, Felix Luis.
    Nota para para o “Dentro da Histáoria”.

    1. Caro Manoel Djacir. Realmente acompanhei os seus primeiros passos, nesse e em outros detalhes que você sabe muito bem, e sou testemunho de sua dedicação ao esporte. Não foi na velocidade, mas foi na resistência e principalmente na paciência. Parabéns ao amigo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *