Maurício Shogun espera voltar a ser o número 1 dos meio-pesados

Maurício Shogun está treinando em São Paulo, com Demian Maia Foto: UFC/Divulgação
Maurício Shogun está treinando em São Paulo, com Demian Maia Foto: UFC/Divulgação

Maurício Shogun está perto de voltar ao octógono. A luta pode marcar a retomada ao caminho das vitórias. O brasileiro vive péssimo momento na carreira e enfrenta James Te Huna no UFC Fight Night: Hunt x Silva, que será realizado neste sábado, 7. Se perder, o curitibano vai acumular a terceira derrota seguida, resultado que poderia gerar a demissão dele.

Shogun sabe que precisa mostrar mais em suas lutas. O atleta mudou os treinamentos para o combate contra Te Huna. Ele está treinando em São Paulo, com a equipe de Demian Maia. A última derrota para Chel Sonnen, na qual foi finalizado por uma guilhotina, pode ter motivado a ida à academia do paulista fera na arte suave.

“Eu me cobro muito e sou um cara muito competitivo. Quem me conhece sabe. Sei que a vitória sempre é importante. Sempre tive o sonho de me tornar número 1 do mundo. Já fui campeão da minha categoria e tenho o sonho de voltar a ser campeão. Então, eu me cobro muito para voltar a ser o número 1”, disse Maurício Shogun em entrevista ao Combate.com.

O que mais preocupa no jogo de Shogun é o gás. O atleta sempre cai de rendimento a medida que os rounds passam. Espero assistir o verdadeiro Maurício em ação contra Te Huna. O brasileiro ainda pode render boas vitórias dentro do UFC.

O combate contra Te Huna será o co-principal do evento que terá como protagonistas Antônio “Pezão” Silva e Mark Hunt.

Cartel de Shogun: 21 vitórias e 8 derrotas
Cartel de Te Huna: 18 vitórias e 6 derrotas

Lucas Mota

Sobre Lucas Mota

Jornalista do Grupo de Comunicação O POVO desde 2012, praticante de jiu-jítsu e fanático por MMA. Atualmente, integra o Núcleo do Portal O POVO Online. Formado em jornalismo pela Faculdade 7 de Setembro (FA7).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *