Entrevista: Felipe Sertanejo renova com o UFC e revela desejo de enfrentar Frank Edgar

Felipe Sertanejo em ação contra Miltinho Vieira
Felipe Sertanejo em ação contra Miltinho Vieira

O peso-pena da Chute Boxe, Felipe Arantes, mais conhecido como ‘Sertanejo’, está no UFC desde 2011, onde já realizou seis lutas, vencendo três, perdendo duas e empatando uma. O paulista espera emplacar uma sequencia de vitórias para se destacar na divisão e realizar o desejo de enfrentar o veterano casca-grossa Frank Edgar. Algoz do cearense Godofredo Pepey, no Ultimate organizado em Fortaleza, o atleta conversou com o Blog Clube da Luta e falou sobre tudo: a carreira, equipe, os talentos da Chute Boxe, Frank Edgar e a expectativa para retornar ao octógono. Confira abaixo a entrevista completa:

Blog Clube da Luta: Felipe, como você analisa o atual momento da divisão até 66 kg? O peso-pena é uma das mais disputadas?

Felipe Sertanejo: Com certeza é uma das categorias mais equilibradas que temos. Os brasileiros estão em um bom momento. Tem meus parceiros o Lucas Mineiro, o Charles do Bronx, além do nosso campeão José Aldo. Acho uma categoria boa, com lutadores fortes.

BCDL: Como você avalia sua participação no UFC até agora?

FS: Acho que tenho feito boas lutas, difíceis, duras, mas tenho mostrado um bom desempenho. Tanto que renovei o contrato e isso é a gratificação de um bom trabalho que está sendo feito. No geral, acho que estou bem, já são seis lutas e venci três.

Sertanejo na entrada da luta contra Maximo Blanco, no UFC Fight Night 46. Foto: Divulgação Integralmédica
Sertanejo na entrada da luta contra Maximo Blanco, no UFC Fight Night 46. Foto: Divulgação Integralmédica

BCDL: Se você pudesse escolher um adversário – quem seria?

FS: Cara que gostaria muito de enfrentar, não só eu como qualquer um, que representa muito no UFC, é o Frankie Edgar. É um cara que e um ícone no MMA. Sei que estou ainda longe, tenho pés no chão e sei onde estou hoje. Mas futuramente, se vencer umas quatro ou cinco lutas, começar a me destacar, gostaria de lutar com ele sim. Mas preciso evoluir ainda.

BCDL: Já tem alguma previsão para retornar ao octógono do UFC?

FS: Ainda não. Gostaria de lutar ainda este ano, em qualquer card, sendo no Brasil ou fora. Nunca lutei pelo UFC fora do Brasil, então gostaria de lutar no Estados Unidos. Estamos negociando alguma luta e a expectativa está enorme. Estou recuperado das lesões que tive no joelho e na mão e totalmente pronto para voltar ao octógono.

Comemoração após vitória sobre Pepey
Comemoração após vitória sobre Pepey

BCDL: Como surgiu o apelido Sertanejo?

FS: Na verdade não surgiu do nada. Sempre treinei escutando esse tipo de música, desde pequeno gosto. Minha família, por parte de mãe, é do interior de Minas Gerais, de Araxá, acabei adotando este tipo de música e sempre gostei, desde as minhas primeiras lutas de muay thai entrava com essas músicas e não estava tão em alta. Os caras tinham até preconceito, porque não estava na moda. Acabou dando certo. Agora, no UFC, os sertanejos estão na moda, então também estou (risos).

BCDL: Os atletas da Chute Boxe tem se destacado no Ultimate, como você, Lucas Mineiro e Charles Do Bronx. Qual o segredo da equipe para revelar atletas porradeiros?

FS: Não digo atletas porradeiros, mas trabalhamos muito a parte em pé. Mas o segredo é simples, treinamento pesado e foco. O Diego Lima cobra muito isso, não dá moleza para ninguém. Por isso que todos estão cada vez mais evoluídos

BCDL: Conta um pouco de sua trajetória e como iniciou no MMA.

FS: Comecei a lutar muay thai ainda com 13 anos e fui gostando, senti que poderia seguir esse caminho e evolui bastante. Lute muitos torneios e tive poucas derrotas, até chegar a UFC.

BCDL: O que você pode falar sobre o Thomas Almeida, que acabou de ser contratado pelo UFC?

FS: Torço demais pelo Thominhas e sei que vamos ouvir falar demais dele. Assinou com todos os méritos com o UFC. O card dele fala por si só. Não pegou nenhuma mosca morta, só pedreira e passou por cima de todos. É questão de pouco tempo para ele ganhar um cinturão. Não tem para ninguém na categoria dele

BCDL: A Chute Boxe está revelando vários lutadores porradeiros. Qual será o próximo destaque da equipe?

FS: Além do Thominhas e do pessoal que já está lá, um garoto que tem muito futuro é o Allan Puro Osso, que tem 13 vitórias no MMA e perdeu só duas. Apostamos muito no talento dele.

Lucas Mota

Sobre Lucas Mota

Jornalista do Grupo de Comunicação O POVO desde 2012, praticante de jiu-jítsu e fanático por MMA. Atualmente, integra o Núcleo do Portal O POVO Online. Formado em jornalismo pela Faculdade 7 de Setembro (FA7).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *