Demetrious Johnson dá show, vence brasileiro, segue campeão do UFC e iguala recorde de Anderson Silva

Johnson deu show na trocação, mas foi superado no jiu-jitsu. Foto: UFC/Divulgação

Implacável. Com uma atuação perfeita, o americano Demetrious Johnson não deu chances para o brasileiro Wilson Reis, deu show na trocação, na defesa de quedas e, de quebra, venceu a luta na especialidade do seu adversário: o jiu-jitsu. Após castigar Reis ao longo de três rounds, Johnson levou a luta pra baixo e finalizou o brazuca com uma chave de braço no final do 3º round na luta principal da edição que o UFC realizou na cidade de Kansas City, na noite deste sábado.

Dessa forma, Demetrious Johnson atingiu sua 10ª defesa de cinturão com sucesso. Com essa marca, ele iguala o recorde do Ultimate, agora compartilhado com Anderson Silva, que defendeu o título dos médios por 10 vezes entre 2006 e 2012. Se vencer mais uma luta na divisão, Johnson pode se isolar como o campeão mais dominante na história do UFC.

Reis bem que tentou colocar sua estratégia em prática, de tentar pressionar o americano e dominar o americano. Contudo, acabou envolvido com a movimentação do campeão, que mostrou um reflexo de alto nível e não deu brecha nenhuma para que as combinações de golpe do brasileiro entrassem.

Muito pelo contrário. Trabalhou bem o contra-golpe e conectou vários chutes na linha de cintura e socos firmes na face do oponente. Johnson defendeu com êxito as tentativas de queda de Reis, que acabava levando a pior quando a luta ia para o chão, sendo bastante castigado com cotoveladas. A chave para a vitória do americano foi uma joelhada voadora encaixada a meia altura no final do 2º round.

Na sequência, Johnson foi pra cima e deferiu muitos golpes no rosto do brasileiro, que acabou salvo pelo gongo. No 3º round, não teve jeito. Novamente superior em pé, Johnson estava prestes a liquidar o combate no ground and pound, mas acabou invertendo a posição e puxando uma chave de braço. Vitória por finalização.

Aos 30 anos ainda invicto no Ultimate, o americano é o campeão absoluto dos pesos-moscas desde que a divisão foi criada, em 2012.

Confira os resultados do UFC Kansas:

CARD PRINCIPAL

Demetrious Johnson venceu Wilson Reis por finalização no 2º round

Rose Namajunas venceu Michelle Waterson por finalização (mata-leão) no 2º round

Robert Whittaker venceu Ronaldo Jacaré por nocaute técnico aos 3m28s do 2º round

Renato Moicano venceu Jeremy Stephens por decisão dividida (29-28, 28-29, 29-28)

CARD PRELIMINAR

Alexander Volkov venceu Roy Nelson por decisão unânime (3x 30-27)

Tom Duquesnoy venceu Patrick Williams por nocaute técnico aos 28s do 2º round

Rashid Magomedov venceu Bobby Green por decisão dividida (29-28, 29-28, 28-29)

Tim Elliott venceu Louis Smolka por decisão unânime (3x 30-27)

Aljamain Sterling venceu Augusto Tanquinho por decisão unânime (3x 29-28)

Devin Clark venceu Jake Collier por decisão unânime (30-27, 30-27, 30-26)

Anthony Smith venceu Andrew Sanchez por nocaute aos 3m52s do 3º round

Zak Cummings venceu Nathan Coy por finalização (guilhotina) aos 4m21s do 1º round

Ketlen Vieira venceu Ashlee Evans-Smith por decisão unânime (29-28, 29-28, 30-27)

Bruno Balacó

Sobre Bruno Balacó

Jornalista esportivo do Grupo de Comunicação O POVO. Redator do site de esportes do jornal O POVO (Portal Esportes O POVO) e repórter do caderno de esportes do O POVO. Comentarista esportivo da Rádio O POVO/CBN, da TV O POVO e titular blog Gol e do blog Clube da Luta do O POVO Online

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *