Camila Albuquerque: a cearense que brilhou no octógono do UFC Fortaleza

Camila arbitrou três lutas. Entre elas, o duelo entre o cearense Rony Jason e Jeremy Kennedy. Foto: UFC\Divulgação

Engana-se quem pensa que Rony Jason foi o único representante do Ceará no UFC Fortaleza. Além dele, outro representante do Estado também esteve em ação no octógono: Camila Albuquerque, que atuou como árbitra central em vários combates do evento. Foi dela o toque feminino na edição realizada no ginásio do Centro de Formação Olímpica (CFO) na noite deste sábado.

Camila, inclusive, atuou arbitrando o combate entre Rony Jason e o canandese Jeremy Kennedy, que acabou saindo vitorioso no combate por decisão unânime dos juízes. Na sequência, arbitrou também o duelo entre o brasileiro Rani Yahya e o americano Joe Soto, que terminou com vitória do gringo por decisão unânime. Nesse combate, Camila teve participação fundamental ao interromper o combate, ao notar que Soto tinha um grande corte na face e cortava na face, de forma a garantir a integridade do atleta, que foi atendido pelo médico do UFC e voltou ao combate.

A cearense também foi responsável por arbitrar a única luta feminina da noite entre a brasileira Bethe Pitbull Correia e a americana Marion Reneau. Camila teve uma atuação firme no combate e foi prudente ao não interromper a luta no 3º round, quando a americana castigava a brasileira com seguidos golpes, mas esboçando reação, mostrando que estava ‘viva’ na luta.

TRAJETÓRIA NO UFC

Em fevereiro de 2015, Camila Albuquerque fez história ao se tornar a primeira brasileira e segunda mulher do mundo a arbitrar lutas no UFC, maior organização de artes marciais mistas do ano. De lá para cá, já atuou em várias edições do Ultimate no Brasil, com as realizadas em Porto Alegre, Goiânia e Brasília.

Com mais de 150 lutas arbitradas e cinco anos de experiência atuando em eventos profissionais do ramo, a cearense teve seu trabalho reconhecido ao ser indicada como uma das cinco finalistas do Prêmio Osvaldo Paquetá (considerado o Oscar do MMA Nacional) na categoria de Melhor Árbitro em 2016.

Em entrevista recente ao blog, Camila afirmou que seria um sonho atuar no UFC Fortaleza. Sonho concretizado e missão cumprida em grande estilo.

 

328
Bruno Balacó

Sobre Bruno Balacó

Jornalista esportivo do Grupo de Comunicação O POVO. Redator do site de esportes do jornal O POVO (Portal Esportes O POVO) e repórter do caderno de esportes do O POVO. Comentarista esportivo da Rádio O POVO/CBN, da TV O POVO e titular blog Gol e do blog Clube da Luta do O POVO Online

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *