CHINA QUE COMPRAR 1 MILHÃO DE JUMENTOS BRASILEIROS.

CANINDÉ ESTÁ NA LISTA DOS MUNICÍPIOS EXPORTADORES.

A ministra da Agricultura, Kátia Abreu, recebeu hoje um pedido curioso de um investidor chinês. Segundo ela, o empresário quer importar cerca de um milhão de jumentos por ano. Inicialmente, a demanda foi interpretada como uma piada, mas o pedido era mesmo real.

“ No seminário dos empresários chamou a atenção um investidor com um interesse que nos pareceu piada, mas não era. “Ele quer importar jumentos para a China”, relatou Kátia Abreu.

“Inacreditável, mas sua demanda é de 1 milhão de jumentos ano. Morro e não vejo tudo”, disse a ministra.

A mensagem da ministra gerou comentários bem humorados na rede social. Outra demanda diferente das demais foi a de uma empresa de fármacos, que quer 10 mil toneladas de casca de tangerina por ano para produzir óleos e essências. A ministra retornou neste final de semana na China.

Os principais exportadores no Brasil, seriam os Estados do Pernambuco, Paraíba, Piauí, Maranhão, e o Ceará. Um fato chama atenção que no Estado, quatro Municípios fariam parte da lista, de exportação Canindé, Tauá, Santa Quitéria, Quixadá e Crateús.

A informação está na página do facebook da Ministra Kátia Abreu.

Os Animais seriam usados para consumo Humano

Portal C4 Notícias

Foto e Texto: Antonio Carlos Alves

Cleber Fernandes

Sobre Cleber Fernandes

Cleber Fernandes, canindeense, estudante de Tecnologia em Redes de Computadores no IFCE/Canindé, blogueiro e amante do mundo da tecnologia, executa a muito tempo o trabalho de criação e manutenção de Blogs/sites, empresário, dono da CJ Soluções Gráficas e Tecnológicas, atuando no desenvolvimento gráfico e soluções web em geral. No C4... Principal responsável pela parte de interação tecnológica do C4, executa ações de atualização de postagens, assim como manutenção e criação visual. Relacionado as mídias sociais, controla o compartilhamento das postagens na FanPage no Facebook e Twitter, além de realizar cobertura de eventos para o blog.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *