Cedo para pensar no futuro do basquete cearense?

Não. Para quem sofreu durante muito tempo vendo o basquete do estado do Ceará praticamente sumir por conta de má administração, picuinhas e nenhuma boa vontade na hora de pensar nos (bons) atletas que tínhamos e temos, ver um projeto como o Sky/Basquete Cearense surgir dá esperança ao mesmo tempo que preocupa.

Os motivos foram bem abordados na edição de hoje do Jornal O POVO. (leia a matéria)

Para mim, fica cada vez mais claro que é preciso união para que esse projeto não seja apenas um momento de empolgação. É preciso pensar realmente nos atletas que temos, no quanto podemos ganhar tendo um time representando nosso estado, nossa região.

Teremos orgulho de verdade, ao ver o investimento nas categorias de base, como prometido, e a volta de campeonatos consistentes para que nossos atletas joguem, sejam vistos e comecem a pensar se vale a pena se profissionalizar. Para mim, ainda é algo bem distante, mas a largada foi dada.

Na matéria do Jornal O POVO, a Federação Cearense de Basketball se manifestou através de um diretor, Davi Marcelino, que afirmou que a equipe motivará escolinhas, jogos no Interior, além de contribuir para a massificação do esporte. Esse discurso todos já sabem desde que se descobriu a intenção de montar uma equipe cearense para jogam no NBB. O que queremos realmente saber é o quanto que a FCB vai poder oferecer para o progresso da modalidade que vem apagada há alguns anos.

Allana Alves

Sobre Allana Alves

Jornalista. Jogou basquete durante 11 anos e foi campeã cearense escolar, vice-campeã brasileira escolar e campeã cearense universitária. Atualmente, trabalha como Assessora de Comunicação, tem experiência como Relações Públicas e foi repórter e editora de esportes na TV O Povo.

One thought on “Cedo para pensar no futuro do basquete cearense?

  1. Merecemos um incremento em todos os setores do nosso basquetebol. Na verdade, não basta ter uma equipe de qualidade no nível profissional. É necessário ter uma base forte, para que nós possamos voltar a formar atletas de ponta. Infelizmente, não temos hoje atletas de nível suficiente para estar nessa equipe. Pelo menos, para esse tipo de investimento. A SKY está pagando bem caro pelo projeto, que não sabemos se terá continuidade….

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *