Basquete Cearense 100 x 104 Brasília. Jogaço!

Ainda não encontrei a melhor palavra para definir esta partida entre Basquete Cearense e Brasília. Posso afirmar que ontem, vi a melhor partida de basquete da minha vida. Vi em quadra verdadeiros guerreiros. Jogadores que deram o que podiam de si para vencer. Na equipe da capital Federal, muitos jogadores conhecidos por dar trabalho, sempre. Paulão, um pivô que domina o garrafão, foi dominado por uma marcação forte que o impedia de concluir bem e de pegar rebotes. Alex Garcia, certeiro ao arremessar de três, entrou desconcentrado, errou demais.

Por outro lado, o ala/armador do Basquete Cearense, André Goés, estava com um arremesso impecável. 31 pontos. André bateu seu próprio recorde de pontuação em todas as edições do NBB. Mais inspirado ainda estava Nezinho, o armador candango. Queimei minha língua após presenciar o jogador contribuir com 40 pontos nesta vitória. Isso porque não o acho um jogador tão decisivo. Esta foi a 11ª vitória consecutiva do Brasília na competição.

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=i0TESvy-l7I[/youtube]

A partida foi disputada ponto a ponto com direito a prorrogação e lances duvidosos da arbitragem. Sem falar do desentendimento entre Rogério e Alex Garcia. Os jogadores foram expulsos e tiveram que esperar o fim da partida nos vestiários.

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=eR0v1ZedK68[/youtube]

10
Allana Alves

Sobre Allana Alves

Jornalista. Jogou basquete durante 11 anos e foi campeã cearense escolar, vice-campeã brasileira escolar e campeã cearense universitária. Atualmente, trabalha como Assessora de Comunicação, tem experiência como Relações Públicas e foi repórter e editora de esportes na TV O Povo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *