Ceará 5×3 Bragantino – Estamos vivos!

Magnata e Mota, fizeram a diferença (Foto: Cearasc.com/Divulgação)
Magnata e Mota, fizeram a diferença (Fotos: Cearasc.com/Divulgação)

Parecia que iria ser fácil, quinze minutos de jogo e já vencíamos por 3×0, depois daí, bola pra lá, bola pra cá e o time querendo fazer o tempo passar, com isso, o adversário acabou acordando em campo e foi preciso o Vozão voltar a jogar novamente e colocar as coisas em seus devidos lugares.

Mesmo abdicando de jogar depois de ter feito 3×0 no placar, senti um Vozão consciente em campo, sendo sabedor de que tinha bala na agulha para resolver a situação caso fosse preciso, mas, apesar de ter dado tudo certo, não podemos dar chances para o azar, pois o futebol tem suas presepadas.

Vou tirar o chapéu para o meio Rogerinho, que, enfim, enquanto teve folego fez uma boa partida, e para o nosso setor ofensivo, que foi o diferencial na partida.

Novamente ficou claro que do meio pra frente às coisas tem andado a contento e que do meio pra trás muita coisa precisa ser melhorado, diante do Bragantino, mesmo o time jogando com dois volantes de ofícios, ainda assim a zaga ainda bateu cabeça.

No mais, três pontinhos na sacola, três posições a mais na tábua de classificação e a certeza de que voltamos a brigar pelo acesso, pois, ficamos apenas a dois pontos do G4, mas, nada de tirar os pés do chão, precisamos seguir da mesma forma, ou seja, encarar um jogo de cada vez e sendo sabedor de que ainda tem muita água pra rolar.

Daqui pra frente iremos enfrentar adversários que estão na mesma situação da gente, e será a hora do pega pra capar e quem for bom se estabelecerá.

Agora sim, 44 pontos conquistados, permanência garantida faltando ainda dez rodadas para o final da competição, ou seja, tempo suficiente para brigar pelo acesso. #BoraVozão!!!

Confira os gols da partida:

[youtube]http://youtu.be/uOWJTfHs-UM[/youtube]

FICHA TÉCNICA
Ceará 5×3 Bragantino
Local:
Arena Castelão
Data: 8/10/2013
Árbitro: Mayron F. dos Reis Novais (MA)
Assistentes: Pedro Jorge Santos de Araújo (AL) e Carlos Jorge Titara da Rocha (AL)
Cartões amarelos: Diego Ivo (C), Serginho (B), Preto (B), Lincom (B)
Renda: R$ 109.597,15
Público: 15.091 pagantes (997 não pagantes) – Total: 16.088
Gols: Magno Alves, aos 5min e 7min, Lulinha, aos 14min do 1º tempo, Lincom, aos 19min e 25min, Mota, aos 29min e 37min, Léo Jaime, aos 39min do 2º tempo

CEARÁ: Fernando Henrique; Marcos, Potiguar, Diego Ivo (Gustavo) e Helder Santos; João Marcos, Diogo Orlando, Rogerinho (Dinélson) e Lulinha; Magno Alves e Mota (Léo Gamalho) – Técnico: Sérgio Soares

BRAGANTINO: Leandro; Robertinho, Rafael Andrade, André Vinícius (Cesinha) e Tiaguinho (Graxa); Serginho, Preto, Gustavo e Magno Cruz (Bruninho); Lincom e Léo Jaime – Técnico: Marcelo Veiga

Saudações Alvinegras!

Weiber Castro

Sobre Weiber Castro

Natural de Itapiúna-CE, torcedor do CEARÁ SPORTING CLUB, único Clube Penta-Campeão Cearense, detentor do maior numero de títulos do estado, único clube cearense a participar de competições internacionais chanceladas pela FIFA, campeão invicto do Copa do Nordeste, e por ai vai.

54 thoughts on “Ceará 5×3 Bragantino – Estamos vivos!

  1. Para reflexão dos colegas: uma vez li num comentário, anos atras, que atribuia a má situação do vozão aos pitacos que o Dimas dava junto ao treinador, colocando um time retrancado. Isso parece que não está ocorrendo hoje em dia.

  2. Alvinegros apaixonados, vejo nossa defesa menos forte que em 2009, porém nosso ataque é muito melhor que aquele. Por isso, analiso que em 2009 subimos pelo sistema defensivo. Este ano subiremos pelo sistema ofensivo. Ano passado aconteceu isso com o Criciúma. Vamos que acreditar que este ano seja com o nosso alvinegro apaixonante.

  3. Ataque e defesa avassaladores. Foi o que vi. Só que o ataque foi no bom sentido e a defesa no pior. E defesa cujas falhas mais uma vez foram encabeçadas pelo “Diamante Bruto”, aquele que para alguns um dia virá a ser “o melhor zagueiro do Brasil”. Talvez do Brasil de Pelotas, quem sabe. Mas… As coisas estão do nosso lado. Melhor aproveitamento do returno, o ataque cada vez mais entrosado. O Lulinha, que não tem lá o melhor preparo físico, já está aguentando jogar no mesmo nível quase todo o jogo. Para melhorar, temos um confronto direto em casa, com o time embalado e o adversário vindo de uma lapada. E o Vicente sendo provavelmente relacionado. Disse aqui há alguns posts: acho que o Vicente vai voltar na hora certa. E vai. Nosso meio e ataque estão jogando o suficiente para suprir as meladas da zaga e as barbeiragens da arbitragem, que neste jogo foi sem grandes problemas. Sábado não tem conversa, tem que ter bola na rede e de preferencia muita, pra gerar saldo. Diogo Orlando só precisa de ritmo. Não achei o Rogerinho numa boa partida (aliás faz tempo que não faz uma), Mota e meu xará foram muito bem, avalie o Mota 100% no ritmo, o que tá quase lá. Dinélson entrou bem, Lulinha tá numa regularidade de bons jogos que é imprescindível para nós, Marcos não subiu muito por conta do posicionamento imposto pelo Marcelo Veiga ao marcador do Bragantino (principalmente com a entrada do Graxa), Hélder Santos não acho que comprometeu, mas também não é um lateral que empolgue. Teremos a volta do Ricardinho e o desfalque do Diego Ivo, mas estaremos com a vantagem de ter uma torcida e time empolgados. Que salto demos com a chegada do Sérgio Soares que tem se mostrado extremamente sensato, principalmente porque ao contrário de outros, joga com o time que treina e não fica treinando com um pra jogar com outro. Todos ao Castelão, empurrar o Vozão. Se em 2009 demos o passo definitivo com aquele gol de mão absurdo que tomamos, vamos dar outro passo nesta temporada, mas desta vez com uma bela partida e, se Deus quiser, uma grande vitória. SA!

  4. Tá todo mundo querendo uma “vingança” contra aquele gol de mão que todo mundo (inclusive os quatro patetas da arbitragem) viu e que nos fez perder três pontos preciosos que nos dariam a segunda colocação (não ganhamos do América-RN para dar uma ajudinha aos nossos vizinhos) na série B de 2009. Inclusive alguns querem que o Vozão ganhe também com um gol de mão. Eu não. Eu gostaria que ganhássemos de 1 X 0 com um gol de bunda. É, um gol de bunda. Assim ó: O Marcos faz um cruzamento rasteiro quase à meia altura para o Mota ou MA e um destrambelhado qualquer mete a mão na bola, todo mundo pede pênalty mas a bola passa com força e bate na bunda de um zagueiro e entra. Não é uma maravilha. KKKKKKKKKKKK. Eles vão chorar a semana inteira.
    Saudações Alvinegríssimas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *