Ceará 1×2 FEC – Castigo merecido

Romário teve atuação razoável em seu primeiro clássico-rei

Caros Alvinegros, o que dizer de um time cheio de jogadores passado na casca do alho, como se diz na gíria futebolística, em um clássico, permitir tomar uma virada nos acréscimos da partida? Pois é meus caros, não tem o que dizer mesmo, se não apenas lamentar.

Falando sobre a partida, no primeiro tempo tivemos um jogo equilibrado, com o time deles criando mais chances claras de de gol, mas muito abaixo do que se esperava para um clássico. No segundo fomos um pouco melhor, abrimos o marcador, poderíamos ter garantido a vitória, mas não fizemos isso. Enquanto as três substituições feitas por eles surtiram efeito positivo, Dimas Filgueiras não foi feliz nas alterações que fez e o efeito acabou sendo negativo, pois com as entradas de Rogerinho, Misael e Éderson, o time caiu de produção e acabamos chamando o adversário para nosso campo, permitindo a virada.

É preciso que se entenda que o que faz um time ser ofensivo não é a quantidade de atacantes que é utilizado na partida, mas sim a postura do time dentro de campo. De nada adianta jogar com três, quatro ou até cinco atacantes, se dentro de campo a postura é defensiva, principalmente depois que o time abre o placar.

Se a vitória deles foi merecida isso eu não sei, mas que o castigo da derrota foi merecido para nós, isso não tenho duvidas. Que ela sirva para que algumas coisas sejam revistas e que lições sejam tiradas, pois perdemos um clássico em uma hora que se podia perder (se é que existe hora para perder). Agora é levantar a cabeça, pois perdemos uma batalha, mas não a guerra e ainda tem muita água para passar por debaixo da ponte até o final da competição.

Ficha técnica:
Local: Estádio Presidente Vargas
Data: 12 de fevereiro de 2012
Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro-MG – Assistentes: Roberto Braatz-PR e Fabrício Vilarinho-GO

Ceará: Fernando Henrique, Apodi, Heleno, Daniel Marques e Eusébio; João Marcos, Juca e Leandro Chaves (Rogerinho); Felipe Azevedo (Misael), Mota e Romário (Éderson). Téc.: Dimas Filgueiras

FEC: Lopes; Rafinha (Thiago Potyguar), Ciro Sena, Cléber Carioca e Kauê; Leandro, Careca (Bismarck), Lucas e Geraldo; Cléo e Rômulo (Ray). Téc.: Nedo Xavier

Cartões amarelos: Ceará: Juca, Apodi, Leandro Chaves, Felipe Azevedo e Daniel Marques; FEC: Careca e Lucas;

Gols: Ceará: Felipe Azevedo (aos 5min do 2T) – FEC: Ciro Sena (aos 43min do 2T) e Kauê (aos 47min do 2T)

Renda: R$ 298.996,00
Público pagante: 13.185
Público não pagante: 718
Público total: 13.903

Saudações Alvinegras!

Weiber Castro

Sobre Weiber Castro

Natural de Itapiúna-CE, torcedor do CEARÁ SPORTING CLUB, único Clube Penta-Campeão Cearense, detentor do maior numero de títulos do estado, único clube cearense a participar de competições internacionais chanceladas pela FIFA, campeão invicto do Copa do Nordeste, e por ai vai.

68 thoughts on “Ceará 1×2 FEC – Castigo merecido

  1. Antes de qualquer coisa minhas condolências a família do Luterino. Embora muitas vezes, tenhamos tido pensamentos contrários, sempre o respeitei, e vi que estava sempre pensando no bem do nosso clube. Também apoio uma homenagem a ele, quem sabe com a feitura de uma faixa para ser levada ao estádio, ou algo do gênero. Meus pêsames aos familiares e que tenham força nesse momento díficl e de grande dor.

  2. Sobre o jogo relament o que aconetceu foi uma fatalidade, muita sorte do Fortaleza. Nosso time mandou no jogo, perdeu várias chances e o goleiro deles foi o melhor em campo. Nossa zaga não é de falhar, a dois jogos não tomávamos gols e foi muito azar. Leandro Chaves apenas esteve numa tarde infeliz, é um grande jogador e vai nos levar ao título do cearense, da Copa do brasil e Série B. E o que dizer dos nossos atacantes Romário e Felipe Azevedo, são grandes jogadores, porém entraram dispersos. Ederson é uma promessa. E o Dimas, deve continuar com esse esquema, pois o time fica ofensivo e perdemos por detelhe. Vamos lá Vozão, golearmos o Itapipoca e nos recupararmos desse revés, Ah e Evandro teve uma postura correta.

  3. Está muito parecido esse campeonato com o do ano passado. O mais querido Campeão e o For D sétimo colocado.
    Eu tenho ódio desse time de terceira linha, porque negaria isso logo aqui no nosso blog?

    Weiber você não é obrigado a escrever o nome desse timeco só para agrada aos tricolores não. Continue na sua. Não mude por causa de alguns coloridos.

    Amigo Jobo, esquento com isso não cara, hehehehe
    SA!

  4. Excelente o comentário do torcedor Artur Guerra sobre o Dimas. Você tem toda razão, Artur. O Dimas é um treinador motivacional. É importante pras horas difíceis, que só na base da raça a gente consegue sair de uma colocação ruim. O Dimas, quando assume nessas horas, sabe motivar o elenco. Ele demonstra muito amor ao clube e faz com que os jogadores se matem em campo, ou seja, incorporem o espírito alvinegro. Só que agora, estamos precisando de outra coisa. Estamos precisando de um treinador que saiba fazer um trabalho planejado, um trabalho que seja baseado em regularidade, pois só assim conseguiremos voltar pra Série A. Precisamos de um treinador com uma equipe de trabalho competente, principalmente preparador físico. Tenho um amigo que costuma dizer que pagaria 100 mil reais a um preparador físico e 20 mil a um técnico, pois hoje em futebol preparo físico é quase tudo. Domingo o Fortaleza correu bem mais que nós. Isso ficou claro! Parabéns Artur Guerra, você foi exatamente no ponto certo.

  5. Ontem fiquei muito triste com a derrota do nosso time, hoje tb com a notícia do flecimento do companheiro de Blog Luterino, externo aqui meus pêsames a familia enlutada.
    Ontem fiz um comentário no Post anterior, hoje renovo minha opinião sobre clima de trabalho, um jogador tenso, nervoso, erra e trava, talvez o ambiente criado antes do jogo, tenha influenciado no desempenho dos jogadores.
    Os jogadores, a Comissão Técnica a Diretoria precisam com resposabilidade tornar o clima ameno, saudável, sorrir, não faz mal a ninguém.
    Os adversários tanto internos como externos querem o caos, os torcedores que almejam o melhor para o Ceara, sabem que existem contratos, a diretoria não pode ficar dispensando jogadores, sem um estudo completo do prejuízo financeiro que isto causará.
    Não assistí o jogo, ouví pelo rádio e lí comentários, na verdade Misael, Ederson e outros jogadores estão com um rendimento abaixo do esperado, mas no momento, se formos trocar, talvez seja seis por meia duzia.
    Um jogador numa fase ruim, não tem sistema tático que dê jeito, dificilmente acertará, agora, o treinamento intensivo, a motivação, o ambiente de trabalho faz milagres.
    Reconheço o trabalho da diretoria, mas precisamos da imprensa, de toda ela, não podemos tê-la como adversária.
    Como sugestão, quando tivermos derrotas no tapetão, vamos relaxar, chamar um humorista torcedor do Ceara, botar a turma pra sorrir e levar o barco em frente.
    CONTINUO QUERENDO SER BI E VOLTAR A SÉRIE A NESTE ANO.

  6. Caro WEIBER;

    Ficou muito mau explicado aquela decisão do TJDF obrigando o Ceará a dividir metade dos ingressos com o rival. Ela contraria o estatuto do torcedor, lei federal alterada no ano trazado, aprovada no congresso nacional, sancionada pelo presidente Lula e publicada no Diario Oficial da união para ser cumprida.

    Não vou nem entrar no mérito da questão de que lei é feita para não ser cumprida. Suponhamos aqui nesse momento que uma lei é feita para ser cumprida.

    Uma lei federal não pode ser suplantada por uma norma qualquer decidida por um colegiado de clubes ou por caprichos de qualquer que seja o tribunal. Seja ele estadual ou federal e, principalmente por interesse meramente político da FCF.

    WEIBER;
    O mais querido tinha o direito aos 90% dos ingressos como mandante. A subitração desse nosso direito líquido e certo por uma decisão política do colegiado do TJDF foi quem obrigou a diretoria alvinegra a entregar o mando do jogo ao FCF.

    A explicação da diretoria tem uma explicação lógica e foi sábia: – Se não podemos exercer o nosso direito de mandante baixando o preço dos ingressos nem exrcer o mando do jogo ficando com os 90% dos ingressos, então para que servirá esse mando de jogo?

    Para que?
    Só para arcar com as possiveis penalidades em caso de brigas, quebra quebra de torcedores, e terminar sendo punido com multas pesadas e até perda do mando dos jogos seguintes no PV.

    WEIBER, se o Fortaleza quiser entrar na justiça agora que ele tem tempo para isso para tentar obter o direito de ter 90% dos ingressos e dar só 10% por cento ao mais querido, no segundo jogo certamente ele ganhará essa ação porque é mais do que legal esse direito deles.

    Está lá no estatuto do torcedor.
    Só que o TJDF/FCF, ambos ignoraram a lei para prejudicar o nosso sócio torcedor.
    O Ceará não entrou na justiça porque não havia mais tempo hábil e prazo para uma ação dessa tramitar, pois emanaria algumas semanas de trâmites até uma decisão conclusiva a favor do mandante.

    Foi para isso que a FCF não decidiu isso antes de propósito, ficou empurrando a decisão com a barriga. Até quinta feira, ainda não se tinha certeza de nada. Mesmo que essa decisão tivesse sido tomada na segunda feira não haveria mais tempo para nada.

    Tudo planejado nos corredores da FCF como sempre acontece aqui nesse futebol cuja federação está a 60 anos nas mãos da competente e sábia família tricolor.

    Saudações mais queridas WEIBER.

  7. É lamentável saber que o Luterino morreu . Fico muito triste e desejo toda a sorte do mundo para a Senhora Miriam Melvino .

  8. Como o torcedor é injusto e às vezes covarde. Injusto porque por uma derrota esquece o que o dimas fez há apenas 2 meses, quando assumiu o time após o fracasso do Estevão soares e cerca de 1 ano de nos salvar da queda em 2010. Covarde porque alguns não assumem que pediram as subistituições feitas e culpam o treinador por lhes ter atendido. Se não os atende é burro, teimoso, se os atende o erro é só dele. Essa postura muito me inciomoda. Em 2010 foi a torcida que derrubou precipitadamente o Estevão soares para depois vir o Mario sergio. Ontem tinha uns gaiatos pedindo Rogerinho, ele entrou depois culpam o Dimas. De fato o treinador errou ontem, mas os jogadores (Misael, Éderson, Rogerinho) contribuiram muito e a própria torcida (parte dela) também tem muita culpa.

  9. O Boca tá certo. A derrota de ontem foi dolorosa, mas nem por isso vamos negar o trabalho da diretoria, nem a competência do Dimas. Eu prefiro o Dimas de interino, mas nem por isso acho correto esculhambar com ele agora. Essa derrrota valeu para a gente correr atra´s enquanto eles vão axhar que tá tudo bem. Ano passado foi assim. eles acreditavam que tinham time até chegar o fianl do 2 turno, só depois começou a choradeira.

  10. Sexta-feira postei dizendo q ñ iria ao jogo, mas acabei indo e ñ me arrependi, pois vi um jogo digno de clássico rei que os patati&patatá venceram por dois motivos:
    1° O respeito exarcerbado que o Ceará entra contra a stella, o mesmo que ocorreu no ano passado quando tbm tínhamos um time superior, mas por orientação do Dimas, q conhece muito bem o futebol local e sabe que perder clássico é assinar a carta de dispensa.
    Então o time entra preso, respeitando demais, o adversário logo percebe q o bicho ñ é tão feio e começa a jogar. Era para o Vozão entrar sufocando, pilhado nos 20 primeiros minutos que a história seria diferente.

    2° O time jogou boa parte do jogo cpm um amenos, meu Deus, tem que ser muito teimoso ou muito tapado para ñ saber q esse leandro chaves é muito ruim. E para completar as entradas de Misael e Ederson axabaram com o time, os “homi” ñ dão continuidade a uma jogada sequer, horríveis. Não tem nem o q pensar, o certo é devolver o Ederson e emprestar de novo o Misael e contratar dois atacantes, doid zagueiros, um lateral esq ou um volante que mais um vplante/ meia direita q saiba sair mais p/ o jogo.

    Não é porque perdeu q tudo está errado, mas têm coisas q estão erradas e a torcida q está vendo tem q cobrar para q hajam as correções necessárias.

    SA

  11. Caro WEIBER;
    Apesar de respeitar a opinião dos que pensam diferente de mim aqui, vou dar o meu pitaco também.

    Não entendi ainda a razão de quererem a demisão de um treinador porque o time perdeu a primeira partida. Será que é uma forma de se defender da gozação do adversário? Apontando para uma “bode expiatório”? Ou para um “saco de pancadas”? O Flu e o SPFC perderam ontem, o CRF empatou com o BFR. Vão mudar o treinador? E se o FOR D tivesse perdido ontem o seu treinador cairia? Essa cultura abusiva que permêia o futebol cearense, capitaneada por setores da nossa imprensa tem que mudar. Já são bem oito treinadores que cairam.

    A torcida precisa entender que o Ceará está se reestrturando para disputar a série B e essa reestruturação passa por disputar esse manja Dinho. Passa também por novas contratações que certamente chegarão. É no manja Dinho que estamos avaliando tanto os novatos como os antigos jogadores que ficaram. Porque nem mesmo os que ficaram, que são considerados jogadores experientes, ainda não têm a palavra final do Dimas como garantidos na titularidade na série B.

    Só a partir dessa avliação é que saberemos do que precisamos. Não podemos queimar ninguem injustamente como também fazer contratações em posições desnecessárias.

    Com um treinador de fora, dificilmente ele teria a paciência e a responsabilidade do Dimas para avaliar os jogadores que temos e testar os garotos. Entrou, não foi bem? Sai de vêz. Os da base nem entrariam. Foi isso que aconteceu com o Felipe Azevedo mesmo entrando sempre bem. Trazido pelo Mancine, ele ficou como um tapa buracos. Até de lateral jogou. Numa hora dessa ele já tinha um listão de amigos para desembarcar aqui.

    O Rival fez o que pode para vencer o jogo na base da correiria. Teve sorte e venceu por acaso. Zebras acontecem. Não vejo culpados nessa derrota. Até porque pelo jogo que vi poderiamos ter ganho até de goleada. Achei que essa derrota tanto pode ajudar a amadorecer o grupo como revelar pontos fracos no time. Todas as substituições foram teoricamente corretas. A própria torcida pediu. Mas os que entraram não funcionaram como todos pensaram.

    Futebol prega essas peças. Quem acompanha o futebol sabe que o acaso sempre está presente nos jogos. Em futebol nada pode ser chamada de impossivel. Agora aranjar desculpas e culpados é uma forma equivocada de ajudar o time de coração.
    SMQ.

  12. Vai ganhar quanto?
    Os times do Grupo I, que estão entre os dez primeiros no Ranking, receberão R$ 250 mil na 1ª Fase e mais R$ 250 mil se passarem à 2ª Fase. Atlético-MG, Cruzeiro, Grêmio, São Paulo e Palmeiras são os clubes que se enquadram nesta situação.

    O Grupo II é formado pelos times que disputarão o Brasileirão em 2012 e não estão entre os dez primeiros do Ranking. São os casos de Atlético-GO, Bahia, Botafogo, Coritiba, Náutico, Ponte Preta, Portuguesa e Sport. Estas equipes receberão R$ 220 mil na 1ª fase e a mesma quantia se passarem à 2ª fase.

    Por fim, o Grupo III terá os 51 clubes restantes; inclusive alguns bem tradicionais como Atlético-PR, Goiás, Guarani e Santa Cruz. Os integrantes deste grupo terão direito a apenas R$ 120 mil na 1ª Fase. Caso se classifiquem, terão direito a mais R$ 120 mil na 2ª Fase.

    Campeão e rindo à toa!
    A partir das oitavas-de-final (3ª Fase), as cotas passam a ser iguais para todos os classificados. Nesta etapa, cada clube receberá R$ 300 mil. Nas quartas-de-final, o valor subirá para R$ 400 mil e, nas semifinais, as cifras serão de R$ 500 mil para os quatro classificados.

    O grande campeão da Copa do Brasil 2012 terá uma premiação de R$ 2,5 milhões. O vice-campeão, apesar de não levantar a taça e nem conquistar a vaga na Copa Libertadores de 2013, terá o consolo de engordar a conta bancária em 1,5 milhão em prêmio.

  13. Amigos alvinegros o que aconteceu foi um acidente de percurso. Classico é classico. Não vamos culpar joagadores a, b ou c , nem diretoria e nem o Dimas. Bola pra frante. Nesse campeonato ainda vai ter vários classico-rei, e que sabe se de agora pra frente não vamos ganhar todas, isto é, contratando novos zagueiros, um lateral esquerdo, um atacante e um goleiro, pois Adilson não é garantia para serie B.

  14. Primeiramente gostaria de saber qual foi o jogo que o MÁRIO E O IVAN GN assistiram. Pois perece que foram dois jogos distintos. Um diz que o Ceará pecou por não se trancar e o outro porque não foi pra cima. Ou foram dois jogos diferentes que eles assistiram aou tá todo mundo doido.

    Aos Profetas do Apocalipse, deixem o Dimas trabalhar. Será que vão fazer com ele a mesma coisa do ano passado. Só porque perdeu uma partida para o colorido, nada do que fez está certo, não presta. Ora amigos, deixem de ser ave de rapina, o trabalho está sendo bem feito, perder uma partida não quer dizer nada.

    Ninguém tava criticando quando das vitórias por goleada, inclusive no líder, nem enquanto estávamos ganhando até os 44min, foi só levar dois gols de bola parada que a culpa é do Dimas e nada do que foi feito presta mais. Ah uma jaula!

    Presidente Evandro Leitão e seu vice, se não conseguem conter a suas bocas fechadas para não falarem bobagens na imprensa, então fiquem longe dos microfones, as coisas que vocês falaram do time e do treinador na imprensa, só ajudam quando faladas ao grupo , do contrário só atrapalha.

    Ainda vamos ser campeões, apesar dos falsos profetas e dos pessimistas.

  15. Estão criticando o Dimas pelas substituições e pela derrota. Ora foi o Dimas que perdeu aqueles gols feitos? Era pra ter sido no mínimo 3X2.

    Gostaria de entender qual foi a substituição errada que o Dimas fez. Quem vocês colocariam no lugar do Leandro Chaves, um volante, um zagueiro? Se o Dimas faz isso seria crucificado por vocês por ser retranqueiro e o Reina ainda não estava pronto pra jogar. Todo munda sabe o que o Rogerinho é muito melhor do que o Leandro Chaves.

    Agora, se os jogadores que entraram não jogaram nada, aí é culpa do técnico?

    Perdemos não porque os que entraram jogaram mal nem porque as substituições foram mal feitas, perdemos por levar dois gols de bola parada. Pura desatenção.

  16. Odilon Santos, apesar deu ter dito na sexta-feira que não iria ao jogo, acabei indo, comprei o ingresso na Soumais umas 10h da manhã e fui.

    Fui e não me arrependi, pois vi um jogo com emoções dignas de um clássico, que, infelizmente, foi feliz para eles.

    Acho que a culpa que recai ao Dimas pela derrota foi pelo fato dele respeitar exarcebadamente o time dos coloridos.

    Assim como no ano passado, temos um time, em tese, melhor do que o deles, mas o respeito exagerado do treinador Dimas que conhece muito bem o futebol local e sabe que se perder um clássico praticamente está assinando sua carta de dispensa e deve orientar seus comandados a entrar com cautela, esperando o “boi cansar”.

    Era para o Vozão entrar pilhado nos 20 primeiros minutos, assim como ele faz quando quer vencer os grandes times no brasileirão, dessa maneira queria ver se o patati&patatá não iria ficar perdidinho.

    Mas não, fica um jogo de banho maria e o time que é considerado inferior vai percebendo que o bicho não é tão grande assim e que é perfeitamente possível vencer.

    E para mim essa foi a culpa do Dimas na derrota.

    Agora realmente ele não tem culpa de ter como único meia esquerda disponível um cara que deve ter errado de profissão, mas a diretoria continua bancando sua ruindade, qual seja: leandro chaves.

    O dimas, também, não tem culpa de colocar Ederson e Misael pra jogar e os “homi” conseguirem destruir todas as jogadas de contraataque, deixando notório que não reúnem condições de defender a camisa do Ceará.

    Devolvam o primeiro ao atlético-pr e dá um jeito de emprestar o segundo para qualquer time. Livrem-se deles e contratem mais dois atacantes que acrescentem alguma coisa ao mais querido.

    Não é por causa da derrota que tudo está errado, mas há coisas que não estão corretas e a torcida sabe disso, tanto que já está exigindo da diretoria as correções e ela só não faz se for muito teimosa ou pior, for muito tapada.

    Vamos siBIr, Vozãoooo!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *