América 3×0 Ceará – Longe do esperado

Time titular ficou devendo e teve as faixas carimbadas (Foto: Cristiane Mattos)
Time titular ficou devendo e teve as faixas carimbadas (Foto: Cristiane Mattos)

Que já esperávamos enfrentar um adversário forte e complicado, isso todos nós já sabíamos, agora o que a gente não esperava era ver um time tão perdido em campo como se viu nessa partida, até parecia que os caras estavam jogando juntos pela primeira vez.

Não escapou ninguém, todos foram péssimos em campo, o negócio foi tão sério que me arriscaria a dizer que até quem não jogou foi mal. Teria sido a ressaca da conquista do titulo? Não sei, só sei que se continuar com esse futebolzinho nós não iremos pra canto nenhum.

Ouvi comentários de que Magno Alves e Souza fizeram falta ao time, pode até ter sido, mas, na verdade o que faltou mesmo foi futebol. Espero que a atuação do time tenha sido relacionada apenas a mais um daqueles dias em que nada dar certo, e, se não tiver sido, que se possa ao menos dessa vez tirar lições enquanto ainda estamos no começo.

Então, que se abra o olho enquanto há tempo, pois, a continuar atuando sem gana, sem brio, sem sangue, achando que pode mudar o rumo da partida na hora que bem entender, a coisa pode ir de mal a pior. Série B não é Copa do Nordeste e muito menos Campeonato Estadual, na Serie B o buraco é mais embaixo.

Como nossa rotina tem sido disputar uma competição atrás da outra, não temos tempo pra muitas lamentações, pois, na próxima quarta (30/04) já teremos Copa do Brasil pela frente, e o adversário será o Parnahyba, do Piauí, fora de casa.

Abre o olho Vozão!

Confira os gols da partida clicando aqui:

Ficha técnica:

América-MG 3 x 0 Ceará

Local: Estádio Independência, em Belo Horizonte (MG)
Data: 26 de abril de 2014, sábado
Horário: 21 horas (de Brasília)
Árbitro: Antônio Denival de Morais (PR)
Assistentes: Leonardo Mendonça (ES) e Ramires Santos Cândido (ES)
Cartões amarelos: Samuel Xavier, Bill e Felipe Amorim (Ceará)

Gols: Elsinho, aos 40 e Andrei Girotto, aos 46 minutos do primeiro tempo; Obina, aos 15 minutos do segundo tempo

América-MG: Matheus; Elsinho, André, Vitor Hugo e Gilson; Leandro Guerreiro (Thiago Santos), Andrei Girotto, Pablo e Tchô (Mancini); Ricardinho (Diney) e Obina – Técnico: Moacir Júnior

Ceará: Luís Carlos (Jaílson); Samuel Xavier, Sandro, Anderson e Vicente; João Marcos, Ricardinho, Leandro Brasília (Eduardo) e Felipe Amorim; Nikão (Gil) e Bill – Técnico: Sérgio Soares

Saudações Alvinegras!

Weiber Castro

Sobre Weiber Castro

Natural de Itapiúna-CE, torcedor do CEARÁ SPORTING CLUB, único Clube Penta-Campeão Cearense, detentor do maior numero de títulos do estado, único clube cearense a participar de competições internacionais chanceladas pela FIFA, campeão invicto do Copa do Nordeste, e por ai vai.

56 thoughts on “América 3×0 Ceará – Longe do esperado

  1. Dizer que a diretoria não investiu é uma injustiça.
    Somos o terceiro elenco mais valorizado da série B (R$42 milhões vale o nosso elenco segundo a pluri consultoria).

    Não sei a metodologia que ela usa para fazer esses cálculos se baseia no VALOR DE MERCADO dos direitos federativos dos atletas. Acredito que seja.
    Mas o que interessa a nós e a nossa DIRETORIA NESSE MOMENTO é uma resposta rápida deles em campo afinal foram contratados para funcionarem a contento.
    Saudações MAIS QUERIDAS.

  2. Valeu Pio Júnior (biriteiros alvinegros), apenas reforçando o q você disse, Anderson ñ acompanha o desempenho de seu companheiro Sandro, pq Sandro ñ se esteve bem, por isso mesmo, ñ tem outro companheiro a altura aí meu filho, jogar só no meio de feras, Anderson já passou sua fase, ñ entra mais em fase boa, faz anos q ele vem assim, erra demais, ñ tem mais o tempo de bola, e envolvido com muita facilidade, prá mim é o mais fraco daquele pedaço; Vicente, é uma avenida sim, ñ tem cobertura nas suas avançadas, então fica fácil penetrar por ali; e nossos atacantes, sei não, mas nem Bil e nem Tadeu resolverão o problema de ataque do vozão.

  3. Ata Daniel Vianad, andar na parte de cima da tabela e na hora do vamos ver pipocar, pipocar como no jogo do Palmeiras, contra o Joinville, contra o Sport, pois ate agora so ganhou o Cearense, e graças ao grande goleiro Luis Carlos, isso por que tem um time superior ao nosso adversario.

  4. Vamos chover no molhado!
    Precisa contratar? Precisa, todo mundo sabe disso, mas o Evandro já falou que só depois da parada da copa.
    Concordo com aqueles que falam que o Vicente está aparecendo mal na foto por falta de
    cobertura, é a coisa mais óbvia.
    Essa estória de ressaca é desculpa de perdedor, se fosse um time de pelada até que colava, mas um time profissional, dirigido por profissionais, bem pago, não aceito.
    Não sei quem inventou essa teoria de jogador que não pode jogar todos os jogos, que precisa “descansar”, que precisa ser poupado, num campeonato importante como esse e contra um adversário como esse, não ir com força total é suicídio, é entregar os pontos antes do jogo, não dá! Desanima.
    Contra o Náutico não vai ter desculpas, já devem estar curados da ressaca, estarão bem desansados e jogando com a calor da torcida. Se não jogarem …

    Saudações alvinegras!

  5. Caros Bosco e Weiber! Não é preciso ficar louco só porque um comentário não lhes agrada. Quanto ao fato do “gordinho” Walter ter mercado na série A e ganhar R$ 350,00 no Flu a gente não pode pensar grande? O futebol brasileiro está cheio de “convênios” entre as equipes que possuem em seus quadros de jogadores que recebem uma “baba” e não estão entre os titulares. E o que fazem??? repassam estes a outros clubes e dividem os salários. Será que vcs acham ótimo pagar os salários de Robério ($$$$$) Luís Henrique ($$$$$) BILL ($$$$$$$$$$$$$$) Tadeu ($$$$$$$$$) e tantos outros para não fazerem nada???? O grande Fernando Pessoa já dizia, “Tudo vale a pena quando a alma não é pequena”. Temos que acabar com esse complexo de viralata que vire e mexe nos acomete. E antes que eu me esqueça: Eu estou acordado, sim! Acordado para ver que ano após ano o futebol cearense vive nesse rame-rame enquanto Pernambuco e Bahia vivem alternando seus times na série A do Brasileiro e nós sempre chupando o dedo e reclamando da vida. SAUDAÇÕES ALVINEGRAS.

    Nazareno, não estou louco, como disse, nada contra o seu comentário, e até respeito, mas, acho que Valter nesse momento é meio complicado.
    SA!

  6. Sou mineiro e torcedor do América, gosto muito do times do Ceará, acho que os times cearenses não sobem porque acham que ganhar o fraco estadual ou ter uma boa campanha na na frágil copa nordeste é parâmetro para uma competição acirrada como a série b, provavelmente Ceará e Fortaleza permaneceram nos mesmo módulos por pensarem pequeno.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *