Moradores de rua da Itaoca protestam contra buraco adotando placa curiosa

buracoll

Eis uma forma bem curiosa dos moradores da rua Dr. Justa Araújo, no bairro Itaoca, em Fortaleza, protestarem contra este buraco que perdura há algum tempo. Fica bem em frente ao número 140 dessa via.

Bom destacar que a gestão ex-prefeita Luizianne Lins (PT), hoje substituída pelo estilo Roberto Cláudio (PSB), era alvo de críticas constantes por causa da buraqueira.

(Foto – Paulo MOska)

Eliomar de Lima

Sobre Eliomar de Lima

Jornalista, radialista, professor e escritor de histórias infantis, mas, acima de tudo, um viciado em informação, não dispensa cantarolar de vez em quando. Pra não dizer que fugimos do mundo da intelectualidade, temos Especialização em Gestão da Comunicação. Email:eliomarmar@uol.com.br / eliomardelima@gmail.com

4 comentários sobre “Moradores de rua da Itaoca protestam contra buraco adotando placa curiosa

  1. Só para lembrar as inúmeras denúcias que fiz sobre o descaso com o local:

    1.
    http://portaleliomar.opovo.com.br/guilherme-promete-que-pt-vai-engrossar-oposicao-ao-prefeito-roberto-claudio/
    A equipe de LL não conseguia fiscalizar nem mesmo uma simples tampa de concreto. Vejam a que fica na Aguanambi quase embaixo do viaduto da 13 de maio. Ou a da Barão de Studar esquina com Jorge da Rocha.
    A da rua Justa Araújo, na Itaoca, foi trocada 3 vezes em dois anos. Em geral devem durar 20 ou 30 anos.

    Na gestão LL as obras da Av. Luciano Carneiro não podem ter sido fiscalizadas. O pavimento ficou pior que antes da intervenção do TRANSFOR. Ficaram só buracos na Avenida. A Costa Barros também está péssima. E em quase todas as ruas de Fortaleza.

    2.
    http://portaleliomar.opovo.com.br/leitor-denuncia-desperdicio-da-gestao-municipal/

    3.
    http://portaleliomar.opovo.com.br/tampas-de-concreto-viram-pedra-no-caminho-de-moradores/
    Em 04/11/2011.
    Voltando ao caso da rua Justa Araújo, após a rua Antonio Simões, perto da Curva da Maminha, temos problemas em duas tampas de concreto de tamanho grande. Lembro que já foram trocadas 3 vezes, mas sempre afundam e infelizmente não conseguem resolver. Entrei em contato com os moradores e disseram que essas experiências são antigas. É preciso ajuda do CREA ou de professores dos cursos de Engenharia.

    E depois coloquei em jan/12.
    As tampas já apresentaram problemas!
    Mais uma vez!
    Fecharam a rua novamente em 27/01/2012.
    E por lá passam 5 ou 6 linhas de ônibus.

  2. Acho que o Prof. P.M. é o único que acha que as ruas beneficiadas pelo TRANSFOR estão piores que antes. Quanta maldade e injustiça! Basta observar a quase unanimidade de elogios, de modo especial para as intervenções nas calçadas. E o que ele diz da assiduidade dos professores e da qualidade das aulas na UECE?
    Vai ver que os docentes não vão por conta desse buraco aí !!?
    Quanto à tampa quebrada na Rua Justa Araújo, posso antever que o dinâmico Secretário da Regional IV, Dr. Mourão, irá determinar sua substituição o mais breve possível, pois as pessoas de bom senso verificam que mudou muito o compromisso com a coisa pública e a vontade de trabalhar.

  3. Sr. Costa,

    Apenas registro o descaso e os gastos desnecessários com algumas obras que, tecnicamente, deveriam durar 20 ou 30 anos.
    Não há dúvidas de que as calçadas merecem elogios, mas observe que registro as falhas do pavimento.
    Trafego diariamente pela Costa Barros e Luciano Carneiro. Não havia buracos nessas avenidas. Mas falhas que durante muito tempo foram corrigidas pela aplicação de nova camada de asfalto. Mas após as obras do TRANSFOR conseguiram a proeza de implantar buracos e crateras.
    Após a entrega da obra da Luciano Carneiro só contei até o reparo de número 50 (cinquenta). E se não tivesse parado teria alcançado um cento!
    As falhas na Costa Barros também são absurdas!
    O engenheiro não deveria ter aceito aquela falta de qualidade!

    Essa tampa de concreto na Justa Araújo deve durar 20 ou 30 anos e foi trocada 3 vezes em dois anos.
    Da mesma forma a tampa na Aguanambi, quase em frente à Delegacia de Homicídios, foi trocada 2 vezes. E em dimensões bem inferiores ao tamanho correto, possibilitando a queda de pedestres.
    Para um governo que dizia se preocupar com deficientes, idosos e excluídos é lamentável.

  4. Eliomar,

    Passei ontem, 29/07/2013, no local e constatei que os serviços foram executados.
    Será que mais uma tampa foi trocada?
    Elas devem durar 20 ou 30 anos.

    Mas…
    1. Nada de conserto nas calhas do cruzamento da Av. João Carlos com Antonio Simões, bem perto desse local. Processos 1161/2011 e 058/2012.
    2. Nada de conserto na tampa da Av. Aguanambi em frente a Delegacia de Homicidios. Processos 0509101501827/2012, 0706132707394/2013.
    3. Nada de conserto na tampa da Av. Aguanambi ao lado do Extra, rua Pergentino Ferreira. Processo 0706131557376/2013.
    4. Nada de conserto (troca de calhas de concreto) no cruzamento das ruas Equador x 15 de novembro, que já está quase intransitável. Processos 0509103308303/2012, 0907092140726/2012 e 0307145100126/2013.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>