JUSTIÇA BAIANA MANDA RECOLHER LIVRO DO PADRE JONAS ABIB

“A Justiça da Bahia determinou o recolhimento, em Salvador, de todos os exemplares de um livro escrito pelo padre Jonas Abib, fundador da comunidade católica Canção Nova, ligada à Renovação Carismática, ala conservadora da igreja. Para o Ministério Público baiano, que pediu o recolhimento do livro “Sim, Sim! Não, Não! Reflexões de Cura e Libertação”, da editora Canção Nova, o padre cometeu o crime de “prática e incitação de discriminação ou preconceito religioso”, previsto na lei 7.716, de 1989. Cabe recurso à Justiça.
De acordo com o promotor Almiro Sena, Abib faz no livro “afirmações inverídicas e preconceituosas à religião espírita e às religiões de matriz africana, como a umbanda e o candomblé, além de flagrante incitação à destruição e ao desrespeito aos seus objetos de culto”.
A ação cita trechos do livro que, na avaliação da Promotoria, trazem ofensas ao espiritismo e às religiões afro-americanas. “O demônio, dizem muitos, “não é nada criativo”. (…) Ele, que no passado se escondia por trás dos ídolos, hoje se esconde nos rituais e nas práticas do espiritismo, da umbanda, do candomblé”, diz Abib na obra.”

(Folha de São Paulo)

E POR FALAR em Renovação Carismática, neste fim de semana, ocorre encontro do projeto Juventude para Jesus. Na Comunidade Shalom, em Fortaleza, com reflexões sobre o jovem e a Igreja.

Compartilhar
Eliomar de Lima

Sobre Eliomar de Lima

Jornalista, radialista, professor e escritor de histórias infantis, mas, acima de tudo, um viciado em informação, não dispensa cantarolar de vez em quando. Pra não dizer que fugimos do mundo da intelectualidade, temos Especialização em Gestão da Comunicação. Email:eliomarmar@uol.com.br / eliomardelima@gmail.com

40 comentários sobre “JUSTIÇA BAIANA MANDA RECOLHER LIVRO DO PADRE JONAS ABIB

  1. Fez bem a justiça tirar o livro deste preconceituoso de circulação.é por causa de preconceito que existe muita guearra no mundo.A propósito:no espiritsmo de Kardec não existe ritos, nem imagens, nem hierarquia.é melhor este Padreco se informar.

  2. É interessante a intolerância religiosa praticada pelos membros da chamada renovação carismática. A maioria deles pensa que estão nos primeiros lugares na “fila para o céu” devido ao seu fanatismo, que congrega muita falácia e pouca ação cristã.

  3. Mais interessante é o preconceito contra dos autores destes posts contra a renovação, uma ala que tem renovado não só a igreja católica como restaurado a vida de milhares de pessoas que antes estavam mergulhados na depressão, da desesperança, nas drogas, na falta de sentido de vida. A liberdade de expressão e de culto, “graças a Deus”, é marca da democracia brasileira. Ao contrário que o desinformado anônimo, as comunidades novas (carismáticas) e grupos da igreja católica exercem diariamente milhares de ações de promoção humana, sustentam instituições voltadas para dependentes quimicos, crianças abandonadas, moradores de rua. Exemplos, aqui mesmo no Ceará são a Toca de Assis, a Comunidade Shalom, com o Volta Israel, a casa Santa Giana (para crianças vitimas de violência), a pastoral do menor e dos moradores de rua. os membros das comunidades novas “não pensam que estão nos primeiros lugares na fila do céu”, ao contrário, eles lutam para estar nesta fila, colocando em prática o que se ensina na Bíblia. A fé sem obras é morta, assim como as obras sem fé também é morta. O monsenhor Jonas Abib, uma das maiores e mais respeitadas autoridades da Renovação Carismática e da Igreja Católica, assim como toda a igreja católica se coloca contra as falsas doutrinas, cristãs e não cristãs. Ela não incita a guerra nem o preconceito, mas educa aos CATOLICOS a terem uma só religião e uma só fé, não misturando doutrinas. Nunca vi alguma pessoa que tenha lido o livro do monsenhor Jonas (Os melhores produzidos pela Igreja Catolica) entrando em terreiro de macumba ou em algum centro espirita quebgrando tudo ou mesmo chingando, discriminando ou matando algum membro destas duas doutrinas. Em nenhum momento, repito, o livro incita a “intolerancia religiosa”, pelo contrário, ela incita aos CATÒLICOS a seguirem firmes em uma só fé, em um só Deus, e serem católicos autênticos, sem misticismos ou mistura de doutrinas totalmente contrárias a religião católica, como a crença em reencarnação, na volta dos espíritos, em deuses da água, do fogo, etc. Não estou criticando quem crer nessas doutrinas, mas sim quem se diz católico e quer acretidar no que outras doutrinas pregam. E isso não é só a igreja católica ou a Renovação Carismática quem fala não. Toda igreja cristã prega contra as doutrinas que não coloquem Jesus como o centro de toda a fé e a bíblia como a maior fonte de sabedoria e ensinamento da lei de Deus. No mais, os anînomos queiram se aprofundar mais na doutrina católica e saber mais sobre ostrabalhos de fé e sociais da renovação, podem entrar no site do Shalom (www.comshalom.org), da Canção Nova (www.cancaonova.com.br) e de milhares de outras comunidades novas ou mesmo visitar uma delas. Criticar, falar mal sem conhecer é muito fácil…

  4. Liberdade de expressão. Se isto é permitido para pornografia e todo tipo de obra o que está acontecendo na Bahia?. A justiça deverá também retirar a Bíblia de circulação? Pois a bíblia condena o espiritismo…será que está chegando este momento?Misericórdia de nós , Senhor!

  5. Em primeiro lugar, meu post será assinado.Rico Monsenhor Jonas. Sim, rico! Alguns poderiam começar a frase com um interjeitivo “Pobre”! Mas nào seria correto. A prática religiosa livre e sem preconceito sempre, e repito, sempre será recheada de contradições. A propósito, não se pode dizer que é preconceito quaisquer das afirmações que constam do livro, posto que não o são, mas sim CONCEITOS, muito embora subjetivos, como todos os assuntos místicos, de qualquer confissão religiosa. Conceitos pregados, repassados, ensinados a todos os cristãos, todos os que professam uma fé que está centrada na paixão, morte e Ressurreição de Jesus. Se culpa for imputável ao Monsenhor, certamente o será a todas a cristandade. Não quero aqui iniciar discussão sobre que ponto de vista religioso está certo ou errado. Quero somente lembrar aos senhores ou senhoras anônimos acima, que prontamente cncordaram com os ataques, sem compreender que a discussão que pode ser gerada a partir das linhas do “Sim, Sim! Não, Não!” é meramente teológica. O ato da “Justiça” da Bahia (lembremo-nos rapidamente que é um dos dois estados onde o sincretismo religioso entre cristianismo e religiões africanas é mais proeminente) este sim foi impensado.(“…afirmações inverídicas e preconceituosas à religião espírita e às religiões de matriz africana, como a umbanda e o candomblé, além de flagrante incitação à destruição e ao desrespeito aos seus objetos de culto.”)Qualquer preconceito seja deixado de lado. Todos e cada um de nós é livre para professar qualquer fé. O que precisa ficar claro para muitos católicos ainda pouco informados, que são um dos principais alvos das pregações do Mons. Jonas, é que a fé católica não é compatível com muitos ensinamentos mistos que são considerados normais em algumas regiões do nosso país e do mundo. Por fim, a Justiça do Estado da Bahia certamente não tem maiores preocupações, tendo em vista o status de equilíbrio social, cultural, econômico, etc. que este goza em relação às outras unidades da federação. Certamente esse é um assunto da maior urgência e relevância para bem suprir os plenos direitos do cidadão baiano, que vive na abundância da dignidade humana em todo o seu território.

  6. Essa decisão da justiça baiana é afrontosa pois cerceia a liberddade de pensamento e de religião; se é assim deveriam ser tirados vários livros de história que fazem acusações inverídicas sobre a Igreja ( Como o livro O papa de hitler que faz acusações já desmentidas pela historiografia séria ); inclusive há livros espíritas como o de Chico Xavier ‘ A Caminho da Luz que afirma que o papado é a Besta do Apocalipse : quer mais ofensa que isto? e o pior é que ela se faz sem arguemntos d caráter teológico mas em cima de uma suposta revelação de um espírito; ora sejamos sinceros : as religiões afro são muito inferiores ao monoteísmo cristão e é sabido que na àfrica os Orixás recebiam scrifícios humanos como oferendas ; se isso não é maligno eu não sei o que seria ; uma religião que parte do princípio de que se pode sacrificar homens para aplacar a sede de um ídolo não deveria nem ser permitida ; oq ue o Padre Jonas disse é amais pura verdade : todo espiritismo tem vínculos com o espírito do mal

  7. Eu li este livro, e sem duvida, é o livro mais interessante que já li na minha vida. Após a leitura, fui imediatamente ao pároco daminha cidade e pedi que me fizesse umaoração de libertação, por acreditar que meu nome havia sido utilizado numa reunião num desses terreiros.Qual foi minha surpresa, no momento em que o padre realizava a oração, sentir meu corpo estremesser e minha coluna como que pegando fogo, logo era a libertação que o Espirito Santo, realizava atraves das mãos do padre.Espero que que fez a denuncia, ainda há tempo para voltar atraz e de rever seus conceitos.O espiritismo não é obra de Deus, por ventura, sendo obra de quem então?

  8. Perdoe Senhor!Estas almas que estão por trás dessa denúncia e contra o seu servo de DEUS.Pelo caminho da humildade chegamos ao coração das pessoas e ao coração de DEUS.Jesus Cristo eu confio em vós.

  9. O governo da bahia deveria se preocupar com problema de origem politica como merenda escolar , escolas inacabadas caindo na cabeça das crinças, a violencia que assombra aos baianos; se for condennar a liberdade de expressão deveriam começar pelas revistas pornograficas, filmes que incitam a violencia e etc… AH faça-me o favor , se isso ofende os espiritas , então porra nao leia, cada um que procure o que lhe faz bem.

  10. Sabe o que é mais engraçado, codigo da Vincci, livros evangelicos criticando Maria… isso é literatura agora o que o Monsenhor fez é preconceito… fala sério viu.

  11. “SOU FELIZ POR SER CATÓLICA”. Tantos livros, até mesmo na midia, lideres religiosos criticando, na maior cara de pau, a igreja católica, como fica? vamos processar também. Não, pois só importa para Deus, o que somos e fazemos, e temos certeza de que o mais correto, é a igreja mais completa. Que preza a familia de Nazaré. Que tem uma Mãe com muito orgulho!Que tem muita ação, muita obra. É a que está a frente para lutar por decisões incorretas do governo. Enquanto muitos é só Amém,Aleluia. Comentarios acima que falaram que canção nova só fala, e pouco faz, esta muito por fora. A igreja católica é a que mais prega, contra injustiças, prega igualdades sociais. A maioria das outras só prega o bem estar consigo mesmo, (claro que é importante também, é necessário). Estão processando do que este livro fala, Mas com certeza processar um homem deste, um homem de Deus. Este processo também não é vontade de Deus.

  12. Concordo plenamente com a pessoa que postou no dia 28 de maio. Quer dizer que agora é crime eu pregar a minha fé. A Igreja Catolica e outras crenças condenam o espiritismo, a umbanda e vários outras práticas. Porque neste livro específico escrito por Monsenhor Jonas Abib há explícito o pedido de renuncia agora virou crime? Vamos proibir a bíblica também? Sim. Porque a própria bíblia condena isso. Eu espero que a justiça reconsidere todo esse estardalhaço. Se nao quiserem ler o livro, foi para isso que Deus deixou a liberdade, mas deixem àqueles que querem ler e conhecer ficarem livres para poder fazê-lo.

  13. Acabo de ver num noticiario da rede Bandeirantes reportagem sobre o fato do recolhimento do referido livro .O que chama atenção é o pedido de “queimar livros” , destruir imagens , etc .Alguns anos atras , um senhor austriaco , radicado na Alemanha incitou o povo a queimar livros , deu no que deu .Para quem não se lembra do nome dele era Adolf Hitler .Mao Tse fez coisas semelhantes na China .O interessante disso tudo é que quem originou o Cristianismo , jamais teve uma palavra de condenação a ninguém , pelo contrario , pregou a tolerancia , amor ao proximo .É triste ver uma figura da envergadura desse senhor envolvido numa polemica dessas .Paciencia , um dia aprenderão , nesta ou em outra vida .

  14. A Justiça errou ao proibir a venda do livro do Pe. Jonas, ainda mais que o que foi escrito não é mentira, no entanto quando dizem calunias contra a castidade de Nossa Senhora somos obrigados a aceitar, mais não adianta querer calar a verdade. Não tem nada feito as escondidads que não seja revelado a luz pois, o encardido e estatudo como já dizia o saudoso Pe. Leo no entanto os que estão com o Espirito Santo e mais. Esta proibição não irá impedir a ação evangelizadora de Deus, o encardido apenas conseguiu aumentar o disafio de propagar o Evangelho.Pe. Jonas não esmoreça por que o povo catolico nao precisa disto, e só por o livro no sait da canção nova que será vendido.

  15. Nasci e fui batizado como protestante. Com cerca de 20 anos me interessei intelectualmente pelo espiritismo, onde me aprofundei nos Livros de Alan Kardec e pude compreender com profundidade a doutrina espírita, sendo que li diversos livros, durante cerca de 5 anos. Meu encontro pessoal com Deus, porém, só aconteceu verdadeiramente na Igreja Católica, a quem sempre acusava como retrógrada, antiquada, farisaica, e hoje sou católico muito bem resolvido. Me encontrei com Deus no lugar que mais menosprezava, contaminado pela mídia, que só mostra o lado ruim da igreja católica e nos faz crer que por trás de todo católico e de todo padre existe um fariseu hipócrita violentador de criancinhas. Acredito que se temos um coração puro e sensível e sinceramente buscamos a Deus não pode haver espaço para apedrejamentos e que nosso encontro pessoal com Ele acontecerá; aliás, as histórias da samaritana no poço e da mulher presetes a ser apedrejada deveriam nos ensinar muita coisa, Deus se encontrando com pessoas que não mereciam nos locais mais indesejáveis e simples… O que mais me impressiona é ver que uma notícia de religião cause tanta guerra e ataques entre irmãos. Deus queira que sobre um cantinho do céu para cada um de nós, que olha o cisco no olho do outro mas não olha a viga no seu próprio. Adoro a Canção Nova, sou fãzaço do Padre Jonas, por muito tempo não entendia a preocupação dos católicos em não aceitar OUTRAS DOUTRINAS e MANTER FIRME A SUA FÉ, tão abalada em dias como os nossos, onde qualquer vento que sopra empurra multidões rumo aos mais inúmeros abismos da vida, especialmente àquele de crer que CADA UM FAZ DEUS À SUA IMAGEM E SEMELHANÇA (RELATIVISMO).

    Entendo perfeitamente a imensa preocupação dos católicos em ACOLHER E SE PREOCUPAR COM A SALVAÇÃO DO OUTRO, e ISTO NADA PODE TER DE ERRADO, por mais que os espíritas tratem o assunto como ignorância e atraso. Na verdade, muitos católicos ainda não sabem o que realmente é ser um católico, esqueceram os verdadeiros santos, as riquezas da fé católica e julgam doutrinas pelo que veem nos noticiários.

    Acho que se olhassemos menos para o nosso próprio umbigo e ENTRASSEMOS NAS RAZÕES E NO TEMPO DOS OUTROS, 99% das nossas críticas, seja contra quem for, seriam derrubadas.

    Pe. Jonas Abib dedicou sua vida inteira a Jesus e a uma obra que nasceu da sua fé, quantas almas foram salvas do suicídio, das drogas, da bebida, quantas famílias foram salvas do divórcio, quantas pessoas encontraram Deus por meio da fé desse homem simples, amoroso, cheio de dons, não importa se espírita ou católico, um ser humano verdadeiramente de Deus. Isso tudo, por acaso, pode ter menos valor do que palavras escritas e dirigidas a um público específico e que acredita sinceramente em tudo o que está escrito naquele mesmo livro? Por acaso professar uma crença, ainda que de modo veemente, pode ser considerado uma violência? Algúem leu o livro e saiu jogando bombas em terreiros, em centros espiritas, ou em sinagogas? Qual o pior fundamentalismo, de quem acusa, ou de quem é acusado?

    Quem entende um mínimo de direito constitucional sabe que o princípio da razoabilidade impede que se tome de modo absoluto um princípio rasgando outro. Por acaso a liberdade de expressão deve enontrar limites quando inserida dentro da liberdade de crença? Evidente que não! O que o Pe. disse e falou não pode ser considerado um tabu porque a sua liberdade de expressão encontra abrigo na liberdade de credo religioso e deve ser entendida dentro do espaço de expressão do católico, assim como o espírita, o umbandista, o protestante tem seus meios de comunicação e expressão próprios para professar tudo aquilo que lhe diga respeito, e esse espaço e indevassável pelo Estado.

    Não se pode aceitar essa ação judicial porque ela é fruto de uma interpretação constitucional fundamentalista do problema. O espírita, o umbandista que se sente agredido com o livro e defende uma devassa na vida do Pe. Jonas que tome cuidado porque pode chegar o dia em que se proíba livros de Alan Kardec, de Chico Xavier, de Zíbia Gaspareto, Divaldo FRanco e outros nas prateleiras dos centros espíritas. Acho que essa ação judicial é fruto de intolerância e desse preconceito crescente contra a igreja católica, que vem sendo difundido globalizadamente desde o século XVIII para afrouxar as rédeas dos povos cristãos, com prejuízo a todos. Queira Deus que a liberdade de expressão vença e o Pe Jonas possa continuar tranquilamente sua caminhada de salvar almas, independente do título religioso que se lhe dê!

  16. Olá!
    Tenho o livro “Sim, Sim! Não, Não!, e nunca fui influenciado a fazer coisas de ataque as outras religiões, muito pelo contrário, me tornei cada vez mais firme na minha fé e sempre respeitando as outras religiões.
    O apóstolo Pedro nos incentiva dizendo “estai sempre preparados para responder com mansidão e temor a todo aquele que vos pedir a razão da esperança que há em vós”. (I Pedro 3:15)
    Pe Jonas Abib não estimula o ataque as outras religiões, mas esclarece que as mesmas não estão de acordo com a Bíblia e a fé católica.
    Da mesma forma fazem assim as outras religiões, inclusive as citadas nesse blog.
    Abraços!!!!!!!!!!!

  17. Como filósofo penso que toda crítica é, e deve ser objeto de estudo de qualquer ciência, seja ela racionalista, empirista ou criticista. Segundo o próprio Papa João Paulo Segundo ‘fé e razão’(Fidi et Ratio)devem andar juntas. O por que desta discussão a respeito não é difícil de se entender.
    Como cristão, tenho a dizer que toda e qualquer fé que conduza o ser humano à luz, à verdade, deve ser encarada como algo bom. Quem sou eu para emitir juízo de valor para dar razão às minhas convicções humanas, se a nossa vida toda é um constante aprendizado que se renova a cada momento sob as circunstâncias que cerceiam nossas vivências. De minha parte respeito para ter respeito e ver respeitada a minha fé.

  18. Estou ansioso para ler o livro, acho que é uma oportunidade muito boa para aprender sobre minha fé católica. Achei infeliz o comentário do Eliomar afirmando que a Renovação Carismática é uma “ala conservadora da igreja”. Soa pejorativo (mesmo aos setores conservadores da Igreja), e ainda por cima não é verdade… Como o próprio nome sugere, a Renovação é um movimento que busca reavivar muito do catolicismo. Sei porque fasso parte. A Renovação é recente, surgiu nos Estados Unidos em meados da década de 1960, e sofre resistência até mesmo de alguns setores católicos tradicionais. E se um movimento não é conservador quanto aos valores da Igreja Católica, ele nem pode ser considerado católico… Quanto ao Padre Jonas, conheço ele o bastante para descordar de muitas de suas posturas, mas é inquestionável que toda a obra da vida dele derruba qualquer um que tenha a pretensão de acusá-lo de “muita falácia e pouca ação cristã”. Sei que existem muitos integrantes da Renovação com uma postura por demais demagógica, mas isso não é um privilégio deste movimento, em todas as religiões encontramos isso. Como já disse, ainda não li o livro, mas espero encontrar uma boa orientação para quem vive a fé católica. Acredito que o esforço do Padre Jonas é orientar os fiés de sua religião para não se misturar às outras práticas distantes de sua fé. Essa mistura de culturas que vivemos no Brasil é muito rica, mas favorece uma “mistura” religiosa, (visível especialmente na Bahia, o que talvez explica porque a medida judicial foi tomada neste estado)que não é saudável, nem compatível com o verdadeiro ecumênismo, baseado na vivência de cada indivíduo da sua própria religião, respeitando as demais.

  19. Só podia vir da Bahia tal decisão….oh cambada de macumbeiro…vcs precisam se informar sobre o que Deus fala sobre o espiristismo na Bíblia…Bom…fiquem ai batendo cabeça e xangô que é o que a maioria dos bahianoa sabem fazer.
    Tô fora!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  20. mon senhor Jonas é um anunciador da boa nova de jesus cristo,e a atitude de juiz e totalmente equicova, sera que no estado da bahia não existe problemas socias para serem resolvidos com mais urgencia?
    Li o livro “sim!sim! não!não” e adorei achei a atitude do mon senhor corajora em denuciar as obras malignas do demônio que sao manifestadas atraves do candoble , macumba etc. Que DEUS TODO PODEROSO tenha misericordia de todos nós, incluise das pessoas que praticam esses atos, que eles conhecam a verdade e que ela os liberte. paz e bem a todos que lerem a minha mensagem.

  21. A RESPOSTA À JUSTIÇA DA BAHIA TA AÍ: VEJAM O CASO DO MENINO COM DEZENAS DE AGULHAS NO CORPO…

    É O RESULTADO DOS CULTOS AOS DEMONIOS NA UMBANDA, QUIMBADA, CONDOMBLÉ E ESPIRITISMO…

    PADRE JONAS! SIGA EM FRENTE! AGUENTA FIRME!

  22. O Brasil está do jeito que está por ser o maior país espírita do mundo.Um país consagrado a Santa Cruz está sendo entregue a demônios e seus embusteiros!Tirem os Livros de Chico Xavier pra ver se os alienados “caçadores de fantasmas” não vão logo protestar!

  23. O que sei, e que desconfio que por detrás de tudo isso, existe uma conspiração. Nada é por acaso. Desde os séculos passados, sabemos que a Igreja Católica, aquela que prega a palavra Divina, a qual devia ser devota, faltou-lhe em muitos fatores, como por ex., amor ao próximo, confiança, humildade ao invés do poder, guerras, mortes, etc, etc, etc. Vejam bem, é o que pouco sei pois LI A RESPEITO.Mas porque li, não quer dizer que acredito em tudo, até porque o ser humano também é capaz de moldar a história, ocultar, transformar por algum interesse. Por isso, é bom ler qualquer assunto para termos conhecimento, cada vez mais abrangente, e formarmos a nossa opinião sobre aquilo. O mundo é grande, há milhões de pessoas, há milhões de histórias, as vezes a mesma história, porém, contadas de diversas maneiras. É ai que mora o perigo. Então, ficamos nessa… Em quem confiar? Os negros que vieram para o Brasil, não vieram a passeio, turismo. Foram obrigados ao trabalho escravo. Essa história está além de provada, comprovada! Se alguém ainda tiver dúvida… Não pergunte a mim! E que mais? Ah, existiam padres que tentavam catequizar os índios e escravos. E como vamos saber se eles não eram obrigados a isso? Alguns autores dizem que foram bem catequizados, enquanto outros dizem que não tiveram opção de escolha. Dessa justificativa, surgiu então, a criação de uma religião negra, para defender os negros da raça mardita branca. Mas muitos já traziam da sua origem, rituais tribais, entre outras coisas da sua cultura, (acredito eu). E o que se asemelhou hoje, foram os santos e algumas rezas, (talvez por ter associado à nossa igreja, talvez por terem sido obrigados a cultuar a religião cristã, ou talvez para prejudicar a imagem da igreja e dizer que a deles são melhores. Por algum motivo aconteceu. E volto a indagar, “em quem confiar?” Se a palavra que sai da boca do homem é capaz de mentir e matar, quanto mais a escrita que modifica a história, fazendo aquela humanidade acreditar naquela farsa, grande mentira, grande conspiração. É… Em quem confiar! Pra terminar, vou deixar a minha opinião. Sou uma pessoa jovem, gosto de ler e saber sobre tudo, para não sair por ai dizendo patavina, pois cada vez que aprendo algo, mais sei que sou ignorante. Saber, inteligência, é para os humildes. Quanto mais arrogância você tem, menos QI você terá. Capacidade Deus deu pra todos. Limite material é consequencia do pecado, da burrice humana, da preguiça, da inveja, da falta de oportunidade gerada pela inveja, do escravismo, etc… Como diz um filoso, poder é alimento do homem, sem ele, não vive.É mais ou menos assim. E pelo que conheço da igreja Católica, sei que tem muitos defeitos, não protejo esses defeitos dela, que aliás não é bem ela, são os seguidores dela. Jóio e trigo tem em todo lugar, a começar pela sua familia. Ou vai me dizer que na sua família, não há um fora-da-lei? Sempre tem algum fruto podre perto de nós, assim como Judas, apóstolo de Jesus. Mas o que quero dizer com tudo isso? Quero dizer que, os negros, são também vítimas da raça mardita que impunha sua cultura, mas retirava seus direitos. Diante disso, eles se viram obrigados a reclamar o nome de algum ser para que os ajudassem. Sem direitos, nem conhecimento, eles apelaram por qualquer coisa, inventada ou aparição mesmo! Como católica, acredito em Deus, anjos e demonios. Acredito que os anjos maléficos foram ao auxílio dos negros para oferecer ajuda, o que na verdade seria uma promessa falsa. Mas Deus e Nossa Senhora, acredito eu, também tentou manifestar. Mas acredite! Em meio a tanta revoluçao, revolta, ódio, matança, escravo, humilhação… Você ainda procurar um Deus divino e ter que perdoar a raça mardita?! Isso seria o mesmo que milhões de Judeus perdoassem os Nazistas pelo holocausto. Eles seriam todos Santos, por isso! Nesse caso, é mais fácil você apelar por uma força oculta, que vem e lhe ofereça promessas de proteção e ajuda, e ainda, poder se vingar daquele que lhe fez/faz mal. Eu acho que é assim, mais ou menos a história. Mas tem mais além disso, e vai até hoje. Pessoas do coração bom estão na umbanda querendo fazer realmente o bem, e pessoas do mal. Esta pode contaminar àquela, e isso pode ser perigoso. Mas este exemplo se aplica em qualquer religião ou seita. Afinal, já conheci católicos nojentos que não mereciam estar lá. Mas Judas está em toda parte, e não existe só um. Fiquemos esperto. E creia no lugar onde você está, procure saber mais, conhecer mais. Padre Jonas é um cara muito entendido, experiente do assunto. Por mais que esteja falando asneira, leia, procure tirar dali uma análise. Assim como eu católica que leio livro espírita, maçon, umbandista… Leio para ter conhecimento, porque com todos os defeitos, ainda estou feliz na minha fé e acredito em sua filosofia. Não por isso, devemos passar batido pelo mal que fiéis da Igreja Santa fizeram. Se houve inquisição, que sejamos punidos em nome de Cristo. Pois só Ele para nos dar o castigo correto. E que seja aos olhos humanos, para não ter dúvida alguma. Eu li a respeito, e acredito que a umbanda seja uma seita pagã, que idolatra deuses, ao invés do Deus verdadeiro. Mas é minha opinião, eu digo com respeito sobre isso. Não imponho, não brigo com quem acredita em outros deuses. Cada um procurar a sua felicidade aonde quer que seja. Só acho que essas pessoas que procuram em lugares não próprios, achando ser a salvação. Mas pode ser que eu esteja errada, e esse lugar seja bom. Não tenho certeza disso! Eu acredito no meu Deus, então, só Ele tem a certeza. Não é mulher nem homem, mas um espírito de amor.Que está aqui para ajudar aqueles que pretendem o bem, ainda que seja católico, evangélico, umbandista, espírita, maçom… Se procurar ser honesto, fazer o bem, respeitar o próximo, não trapaçear, não roubar, trabalhar dignamente, amar a família, ser fraterno, tudo isso e muito mais.. Não precisaríamos brigar por religião. Mas não, há forças ocultas e seres humanos desonestos, traidores, falsos, hipócritas… É nesses que devemos tomar cuidado!!!

  24. UM DIA ESTES VÃO PRESTAR CONTA COM A JUSTIÇA DO ALTO QUE DEUS POSSA AGIR COM MISERICORDIA TUDO QUE E OCULTO SERA REVELADO NÃO ESTAMOS LUTANDO CONTRA HOMENS DE CARNE E ESTES JA ESTÃO CONDENADOS QUE OS HOMENS POSSAN SER LIBERTOS!!QUE DEUS ABENÇOE??

  25. Chego um pouco tarde nesse debate, que se iniciou no ano de 2008. Lembro que esse foi o ano em que quase literalmente morri, vítima do preconceito a longo prazo que sofria e ainda sofro por essa incitação à discriminação. Não sou espírita. Sou católico, muito embora sempre ter sido rechaçado do meio católico, por querer me aproximar da doutrina espírita, como observador, estudante, pesquisador. Nunca aceitei que me escarrassem da Igreja Católica. Ao contrário, sempre ouvi dizer que a Bíblia proíbe (mentira, só as edições antigas da Bíblia Ave Maria…, que não devo ser morno, que tenho que sair de cima do muro, que o Código de Direito Canônico me vê como uma ameaça à defecção da fé, como se fosse a “parte não-católica” que deve se obrigar à educar os filhos na fé católica… que a minha esposa me proíbe veemente de falar, abordar questões espíritas com meus filhos, ir com eles a centros espíritas, é uma dor, verdadeira dor, que apenas quem passa sabe, o que vai lá no fundo do coração, ser visto como uma ameaça à meus filhos… meus filhos me vêem como uma pessoa perigosa, que deve ser evitada, para não ser contaminda, como o que foi falado no livro e está escrito em Deuteronômio e Levítico… Mas amo a Canção Nova, o Monsenhor Jonas Abib e sou Ministro Extraordinário da Distribuição da Sagrada Eucaristia, SIM SENHOR! Por que este Ministério foi dado a mim, por Deus. Não o foi por padre algum, por bispo algum. Eu me sinto chamado a nunca me divorciar da fé da Igreja, a ser católico, mas sofro pela perseguição de que vou a centro espírita, estudo no ESDE, me sinto extremamente bem, feliz, realizado, completo em meu sentimento de religiosidade, mas quantos católicos são todos os dias expulsos de suas igrejas, de suas famílias, de seus casamentos, do seio de seus filhos, por quererem estar na doutrina espírita, não como espírita, mas ao contrário, buscando o consolo e o esclarecimento que proporciona o legado do mestre Lionês, discípulo de Pestalozzi. O livro foi algo que chamou a atenção, graças à Deus, para mostrar que os tempos mudaram e que já não podemos mais ser intolerantes, extremistas, preconceituosos. Foi isso o que o Frei Católico quis dizer e que com certeza também é rechaçado por expressar suas opiniões, muito embora nunca queira ser como Lutero, que abandonou, se divorciou da Igreja… até mesmo Bezerra de Menezes, todos sabem, se divorciou da Religião… mas não o deveriam tê-lo feito… Me mandam fazer isso todos os dias… me mandam embora… mas eu já “cai do meu cavalo” à muitos anos atrás, quando tive este encontro pessoal com Jesus, com a Igreja, com a Doutrina Espírita, com a minha esposa, que me persegue… com os meus filhos, que são um tesouro do qual represento ameaça… e sei que o compotamento deve ser o de Francisco de Assis: reconstruir a Igreja. Em tempos de tanta mudança na leis, onde o Supremo Tribunal Federal fez arrepiar tantos egos e corações, com aprovação da homoafetividade, das marchas da maconha, da liberação dos embriões para pesquisas científicas; por que não autorizar os espíritas e os católicos e todos os outros religiosos a serem felizes, indo para onde quiserem, tendo o direito de “ir e vir”, conquanto expressem suas identidades: que sejam católicos, espíritas, protestantes, judeus, mulçumanos, chineses, ateus, budistas, etc que importa? se o mais importante é o amor? Meu nome? Assuires. Existem poucos por aí. Deus abençoe a todos.

  26. Sou Pastor Protestante, e, testifico que o livro do Pe. Jonas é um dos melhores livros já escritos no Brasil sobre o assunto. Nada de preconceito. É conceito mesmo. Todas as formas de lidar com o sobrenatural que não forem intermediadas pelo único Deus: Pai, Filho e Espírito Santo – (uma só essência que subsiste em três pessoas distintas). É forma espúria e sem dúvida alguma diabólica. O Padre Jonas está certo, e, o seu livro ainda será muito usado para libertar os cativos do diabo, carentes da soberana graça de Deus. Que o Deus de toda a graça e de toda consolação ajude o Padre Jonas a escrever e publicar outros livros assim. Obs. Onde fica a liberdade de expressão? Liberdade conquistada com tanta luta por todos os brasileiros.

  27. os catolicos falam dos evangelicos que os criticam e tai fazendo as mesma coisas
    parabens Sim, sim! Não, não do Monsenhor Jonas Abib pelo preconceito com espiritsmo

  28. Se recolheram o livro, deveriam recolher as revistas pornograficas que circulam livremente em nosso país, ou até mesmo as novelas que mostra de forma explicita o ato sexual…. isso ofende a muitos e não vejo ninguem fazendo nada. Se os catolicos começarem a denunciar quem critica suas ações e até mesmo imagens usadas de forma profana…. haja processo.

  29. Quando surge algo vindo da Igreja Católica, chove de críticas…porém quando criticam a Igreja, chovem aplausos.
    Onde está o preconceito mesmo?

  30. Fico triste e amedrontada com tamanha ignorância e prepotência que ainda existe nesse país! Meu Deus, o Brasil e o mundo sabe da idoneidade e responsabilidade do Pe. Jonas Abib e o quanto ele fez e ainda faz pelo social neste país de abandonados pelos governos e isso o MP não enxerga ou se vê não faz nada, enquanto a CN ajuda a muitas pessoas e famílias, eu mesmo devo muito a ela que em meus momentos de solidão e saudade, ela me ajuda a enfrentar com suas palestras maravilhosas, missas,retiros e mensagens de Deus durante as 24 hs. do dia. Eu agradeço de coração por eles existirem em minha vida e gostaria de que todos assistissem, pois eles só fazem bem ás nossa almas aflitas e sofredoras. Que Deus ilumine e proteja o pe. Jonas desses ataques malígnos de pessoas ignorantes e alheias ao que a CN faz pelas pessoas mais pobres e necessitadas que são abandonadas pelo poderes públicos. E a Cosntituição Federal, no cap. 5 assegura que:” a liberdade de expressão é o direito de manifestar livremente, opiniões,ideias, e pensamentos.É um conceito basilar nas democracias modernas nas quais a censura não tem respaldo moral.Em todas as suas formas, a liberdade de expressão é um direito fundamental e intransferível, inerente a todas as pessoas, e um requisito para a existência de uma sociedade democrática.” Isto foi publicado na atual Constituição Federal do Brasil no dia 5 de Outubro de 1988.Que nos proteja a todos e nos abençoe.

  31. O fato é que o espiritismo nega 40 verdades cristãs. uma delas é a própria justiça divina. Imagine só: se todos reencarnamos até pagar nossos pecados, então eu vou ver um dia Hitler sentado ao lado de São Francisco, madre Tereza o do próprio Cristo! O padre está certíssimo, temos que combater o encardido.

  32. Ora, se for justificar a intolerancia por que o outro esta errado e eu estou certo , entao todo mundo deveria ser censurado. Muito correta a censura do livro do padre jonas, pois incita a violencia, e a intolerancia os outros livros que circulam livremente , mesmo que tenha conteudo que nao sejam “verdades”, nao incitam a intolerancia. O padre jonas é um desiquilibrado e um intolerante por natureza , em um de seus programas disse que “devemos usar meios , mesmos que sejam violentos para tirar quem esta no caminho errado”
    claro que caminho errado é aquele que nao satisfaz ego do desiquilibrado padre.

  33. Nao se pode invocar a liberdade de expressao para justificar uma obra que prega o preconceito e a violencia. Hoje os catolicos , que possuem ate o apoio de protestantes, se dizem vitima de censura, porem eles nao dizem quantos filmes, livros , peças teatrais eles tentaram censurar, obras que nao pregavam intolerancia , nem violencia. O padre jonas é tao desiquilibrado que quando ele estava em atividade , em um acampamento no domingo de carnaval de manha ele foi vaiado pela plateia, plateia composta por seus simpatizantes.
    Padre Jonas e Padre Marcelo foram barrados na visita do Papa ao Brasil. Em uma das pregacoes do Padre Roger, discipulo do padre Jonas, o mesmo comentando politica durante o culto perdeu a paciencia e partiu para a agressao moral contra a plateia,video que esta no youtube. Em uma de suas pregacoes o desiquilibrado padre chegou a comparar os espiritas a prostitutas e ainda disse que da mesma maneira que existe alto espiritismo e baixo espiritismo tambem existe alto meretricio e baixo meretricio. Porem o padre esquece que da mesma maneira tambem que existe alto meretricio e baixo meretricio tambem existe alto clero e baixo clero. Muito justa a censura.

  34. A princípio eu diria que é o sujo falando do mal lavado … trocas de farpas dentre religiões o que supostamente todas tem histórias sujas comprometedoras os católicos com a tal santa inquisição “que de santa naõ tinha nada” a qual torturavas hereges com tamanha brutaliade…que eram contra os dogmas da igreja católica e matavam com armas medievais de época …. a história do vaticano com o regime fascita de Mussolini a qual perseguia e matavam ortodoxos e judeus…trocando em miudos …todos tem tetos de vidros … são herdeiros de heranças comprometedoras… sempre misturando Deus com dinheiro…tentando ganhar dinheiro em nome de Deus… é o mercado religioso.. em ação, como sempre acho que o tal “Mon Senhor Abib” devia fazer como Chico Xavier, doou toda renda dos livros psicografados p/Caridade.Chico Xavier nunca teve ambições terrenas, ao contrário de certos “líderes religiosos”, que nem mesmo acreditam naquilo que pregam aos outros,e só pensam em $$$$$$$$$$$$$$….

    DADO: CHICO XAVIER PSICOGRAFOU MAIS DE 400 LIVROS E VENDEU MAIS DE 70 MILHÕES DE EXEMPLARES.

    Obs: Padre Jonas chegara a isso ?

  35. O que me deixa admirado, é saber que o governo de um estado, ao invés de gastar o seu tempo solucionando os problemas da população (segurança, educação, saneamento básico, saúde, irrigação do sertão, etc), fica se envolvendo em questões religiosas. Se qualquer livro que trate de um assunto que nos revolta devesse ser queimado ou retirado de circulação, no estado da Bahia, assim como em todos os estados brasileiros, deveríamos recolher a Constituição Brasileira, que não me revolta com o seu conteúdo, mas com a falta da respeito com seu conteúdo. Mas peço desculpas se estiver enganado e nenhum dos problemas que citei acima existam na Bahia. Liberdade de expressão já. O PADRE ESCREVE O QUE TIVER VONTADE E LÊ QUEM QUISER! Abraço, e que Deus abençoe à todos.

  36. Era so o que nus faltava mesmo….Outras religies falam e publicam muitos artigos denegrindo a imagem da igreja catolica…..Nao respeitam a Mae de Jesus,isto nao e crime,e o que….SOU MUITO FELIZ POR SER CATOLICA….

  37. Sou FELIZ por ser Católica, amo MARIA, e adoro a JESUS. Amo viver os ensinamentos de PADRE JONAS. Sabem o porque? Porque acima de tudo tenho Deus como meu instrutor maior e porque uma parte do meu tempo me dedico procurando me aprofundar na palavra para fazer o que Padre Jonas faz Hj. Salvar Almas. A paz

  38. Sou espírita praticante e estudioso, em nenhum momento da minha vida no espiritismo, fiz qualquer culto a Demônio algum, até porque quem realmente conhece sabe que seguimos os preceitos de Jesus Cristo, alias nosso espelho e exemplo a que cada dia procuramos nos tomar por seus ensinamentos e nos tornar pessoas melhores, logo somos uma doutrina ou religião se preferirem cristã, E SIM SIM acreditamos em DEUS e NÂ NÂO ele não e Allan Kardec, Deus é a inteligência suprema, causa primeira de todas as coisas. É eterno, imutável, imaterial, único, onipotente, soberanamente justo e bom, me acostumei a ouvir esse tipo de afirmação de pessoas que mal conhecem a sua religião que dirá a que nunca frequentaram, não vou perder meu tempo por isso, só queria dizer que o padre tem todo direito de se expressar, mas faça isso com a verdade e embasamento, por favor e não venham dizer que ele conhece porque não conhece nada, a sim infelizmente religiões e doutrinas infelizes que praticam atos deploráveis, Que Deus tenha misericórdia de todos nós

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>