CONHEÇA A CRIOLIPÓLISE DE PLACAS. ADEUS GORDURA!!!

Estela Cardoso, diretora da Advice, apresenta a criolipólise de placas, ao lado da fisioterapeuta Eurides Araújo

Sucesso total os três dias de realização do Estética In Nordeste que aconteceu, recentemente, no Centro de Eventos do Ceará, com presença do ator global Klebber Toledo e show de encerramento com Ítalo & Renno.

Nas lives ao vivo, do O POVO Online (direto do Lounge O POVO, que se tornou point de badalação da feira, decorado por Rosalvo Ponte Atelier de Criação), nas palestras e nos congressos, educação continuada e multidisciplinaridade se tornaram as palavras-chave.

“O profissional de beleza tem de estar sempre em busca de informação e se atualizando. E a multidisciplinaridade é necessária para levar ao cliente mais saúde, beleza e bem estar, com atuação de diversos profissionais, em conjunto, com a utilização de vários aparelhos, técnicas e protocolos”, explica fisioterapeuta dermato-funcional Tatianne Teófilo, idealizadora do Estética IN Nordeste.

CRIOLIPÓLISE DE PLACAS

Fisioterapeuta Mirlene Borges revela todos os segredos da criolipólipe de placas, em live, ao vivo, no O POVO Online

E dentre os aparelhos, o que atraiu a atenção dos profissionais foi o criolipólise de placas (crio thermo master), a chamada “nova criolipólise”, porque agora, neste Fim de Ano, há uma verdadeira corrida em direção às clínica de estética em busca de recursos para eliminar a gordura localizada.

“Assim como a criolipólise de sucção, que já conhecemos, a criolipólise de placas conta com a tecnologia de resfriamento intenso e localizado, e combina a bioativação celular, muscular e dérmica”, explicou a fisioterapeuta dermato-funcional Mirlene Borges, ao vivo, em live no O POVO Online.

A também fisioterapeuta dermato-funcional Eurides Araújo, que já conta com o novo aparelho em sua clínica, diz que a nova criolipólise é eficaz para tratar áreas do corpo que antes eram inacessíveis pela sucção da crio tradicional.

“As placas são eficazes para redução de pregas teciduais formadas por perda de sustentação dérmica, associadas ao peso da gordura localizada e também em pequenos depósitos de gordura que antes eram impossível o acesso pela manopla da criolipólise convencional, que necessita de 2.0 de gordura para fazer a sucção”, explica.

Como uma das palavras-chave do Estética In Nordeste é a multidisciplinaridade, as fisioterapeutas dizem que a crio de placas não elimina a crio tradicional de sucção. Cada uma tem sua eficácia e a utilização de um ou outro aparelho, em determinada etapa do tratamento contra gordura, vai depender da necessidade do paciente e da avaliação do profissional de saúde.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *