5 segredos sobre a cirurgia de pálpebras


FOTO DAVI MAGALHÃES: Cirurgião plástico Cido Carvalho diz que em alguns casos, a cirurgia de pálpebras pode ser substituída pelo Botox

5 segredos sobre a cirurgia de pálpebras
Cirurgião plástico Cido Carvalho tira algumas dúvidas da Blefaroplastia, cirurgia plástica das pálpebras, indicada quando os tecidos perdem mais a elasticidade e o paciente passa a apresentar flacidez. “Os olhos ficam com aspecto caído, cansados, com excesso de pele e as desagradáveis bolsas”. Geralmente, o problema surge após os 40. Além de estética, flacidez em excesso nas pálpebras também é uma questão de saúde, por diminuir o campo de visão e o paciente fazer muito esforço para abrir os olhos. Em alguns casos, o cirurgião avisa que a cirurgia pode ser substituída pela aplicação de toxina botulínica (“Botox”). “O resultado é muito natural, mas tem a desvantagem de ser provisório”, avisa. Então vamos aos segredinhos…

1 – Esse procedimento pode ser feito no adulto jovem, quando já apresenta as bolsas. “Nesse caso não precisa retirar pele, nem fazer a sustentação”, esclarece o cirurgião Cido Carvalho. Na idade mais avançada, geralmente a partir de 40 anos, dependendo de cada caso, já se pode indicar a cirurgia completa, com retirada de bolsa e pele das pálpebras inferiores e superiores.

2 – A cirurgia das pálpebras pode ser feita com anestesia local. No procedimento podemos associar a Cantopexia, técnica cirúrgica de sustentação da pálpebra muito eficiente, já que a fixação da pele é feita no periósteo (tecido aderido ao osso).

3 – Pacientes que sofrem de problemas de tiróide, pessoas que apresentam falta de lágrimas, pressão alta, doenças cardiovasculares, diabetes e doenças da retina ou glaucoma necessitam de maior e avaliação rigorosa antes de se submeter à cirurgia de pálpebras

4 – Como acontece com todas as cirurgias no sulco palpebral, a cicatriz fica invisível, escondida nos sulcos naturais das pálpebras. “Ótimo para quem quer exibir os olhos bonitos e jovens”. Os pontos do procedimento só são retirados três dias após a cirurgia.

5 – E o pós-operatório é imprescindível para o bom resultado de toda cirurgia plástica. No caso da blefarosplastia, o tempo de afastamento das atividades de rotina varia de três a cinco dias, com os olhos em repouso. “Evite a exposição ao sol por 30 dias, no mínimo, e usar óculos escuros na rua, por causa da luz natural e do vento”, aconselha o cirurgião plástico Cido Carvalho.

SERVIÇO
Clínica Dr. Cido Carvalho
Av. Dom Luís, 1233, sl. 1006. Edifício Harmony Medical Center
Telefone: 3486-6033

7 comentários sobre “5 segredos sobre a cirurgia de pálpebras

  1. Bom dia, Gostaria de saber o preço da cirurgia das palperas superior e inferior.

  2. tenho 41 anos e o meu olho esquerdo e maie baixo que direito tenho miopia ;uso lendes de grao ;fiz botox e gostaria de saber se apos acirugia posso usar lentes de contato normalmente porfavor me responda

  3. boa noite gostaria de saber quanto custa a cirugia da palpebras inferio superior

  4. quanto gusta uma cirurgia de palpebras, gostaria muito de fazer esta cirurgia .

    desde já obrigada .

  5. Pacientes que sofrem de problemas de tiróide, pessoas que apresentam falta de lágrimas, pressão alta, doenças cardiovasculares, diabetes e doenças da retina ou glaucoma necessitam de maior e avaliação rigorosa antes de se submeter à cirurgia de pálpebras.

    Tenho pressão alta, sendo uma cirurgia tão simples, porque a decorrencia de maior risco e uma avaliação rigorosa?

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>