Qualquer coisa viva precisa ser imperfeita

8-frases-1024x709

Li uma frase do místico Osho que me fez refletir muito e me inspirou a escrever esse texto que você lê agora! Ela dizia o seguinte:

“Se alguma coisa é perfeita, então ela tem de estar morta. Qualquer coisa viva precisa ser imperfeita.”

Apesar de curta, ela nos remete a uma série de questionamentos! Aproveito a oportunidade para fazer um link com a nossa MISSÃO DE VIDA, através de uma das minhas frases favoritas do escritor francês Richard Bach:

Eis um teste para saber se você terminou a sua missão na terra: se você está vivo, não terminou”.

É bem interessante relacionar esses dois pensamentos. Enquanto nós estamos vivos, a própria vida nos dá OPORTUNIDADES de cumprirmos bem a nossa missão de vida, que antes de qualquer coisa, precisa ser encontrada.

Não é à toa que escrevo tanto sobre isso, pois meu desejo é lhe questionar mesmo, é fazer você olhar para dentro do seu coração e saber: O que te faz feliz? O que te dá um sentimento de plenitude? De dever cumprido? De pertencimento? A partir das respostas para essas perguntas, pequenos insights bastante significativos podem surgir!

Nós estamos nesse mundo para evoluirmos, para aprendermos a amar e elevarmos a nossa consciência, e a própria vida se encarrega de colocar uma série de “testes” no nosso caminho! É por essas e outras que o mestre Jesus sempre alertava a todos, principalmente aos seus discípulos dizendo: “Vós que estais de pé, tenham cuidado para não cair. Orai e vigiai”.

Eu levo essa frase extremamente profunda dele para todos os campos da minha vida, porque sei da verdade contida nelas. O que ele quis dizer é que existem muitos caminhos, existem muitas portas, e a qualquer momento podemos abrir portas que não estão ligadas ao nosso coração.

Nessa hora, acabo lembrando também da sabedoria do grande Raul Seixas em sua linda música “Meu amigo Pedro” ao dizer: “Há tantos caminhos tantas portas, mas somente um tem coração”. Se você ainda não leu o texto no qual me aprofundo nessa frase dele, segue o link abaixo, vale a pena dar uma lida!

Há tantos caminhos tantas portas

O Osho nessa frase está nos dizendo que não adianta acharmos que já estamos prontos, que já sabemos tudo, que somos perfeitos, porque isso é absolutamente impossível. A cada momento estamos nos construindo, o Isaias de hoje é uma versão atualizada e ampliada do Isaias de alguns anos atrás. E será assim até o último dia da minha vida.

Posso levar isso até mesmo para os textos escritos nesse blog e no “Para além do agora”. Percebo que houve um amadurecimento e uma evolução nos temas tratados e também na forma como são tratados. O Isaias de 2012 é bem diferente desta versão de 2016 escrevendo esse texto e certamente será bem diferente do Isaias de 2020, 2030 e por aí vai, isso se viver até lá obviamente? hehehe

O bom da vida é isso meus amigos! Saber que estamos caminhando e que a cada dia estamos procurando ser um pouquinho melhores do que no dia anterior. Não precisa ficar se cobrando demais, querendo atingir melhores resultados em pouco tempo, querendo adquirir muita coisa rapidamente. NÃO. Não é assim que a vida funciona.

Aproveito até para lhe questionar: “Nesse momento, quais tem sido verdadeiramente suas NECESSIDADES?”. Muita gente confunde necessidade com desejo. O desejo nunca tem fim, ele nos leva cada vez para novos desejos cada vez maiores.

Só isso já nos leva a percebermos o quanto estamos muito longe de atingir uma perfeição. Em minha opinião o homem mais perfeito que veio a esse mundo foi Jesus Cristo e ele ensinava o tempo todo a nos desapegarmos, a abrirmos mão dos desejos puramente materiais. Você tem buscado isso? Se não! Lanço esse desafio. Que tal começar a abrir mão? Existe uma dádiva imensa ao abrir mão. Abaixo deixo também um texto no qual aprofundo mais essa temática.

A alegria de abrir mão

A beleza da vida mora justamente na imperfeição meus amigos! Eu quero estar perto de pessoas que não tem medo de se mostrarem imperfeitas, que não tenham medo de falar dos seus erros, das suas falhas, que tenham humildade para dizer: “eu preciso de você”, que sejam atenciosas e amorosas no convívio com as diferenças! Essas pessoas me encantam!

É mais ou menos sobre essa perspectiva que o Osho está colocando essas suas palavras. Claro que elas podem ir muito mais além. Estou dando apenas pequenas pinceladas nesse texto.

Enfim! Faço esse questionamento para concluir. Como você tem se sentido? Tem se sentido vivo? Se sim, que ótimo! É sinal de que você está aprendendo, que está se abrindo para o novo, que deseja se aperfeiçoar, que busca amar com mais profundidade! Parabéns.

Se você está vivo é porque está longe de ser perfeito! Que ótimo! Que maravilha! Vibre por essa dádiva!

Paz e luz.

Isaias Costa

Sobre Isaias Costa

Isaias Costa. 28 anos. Sou Bacharel em Física e Mestre em Engenharia Mecânica. Descobri o meu amor pela escrita nas dificuldades que passei no meu caminho, aliado ao prazer de ler sobre Filosofia, Psicologia e Teologia.
Este blog trata de assuntos em sua maioria filosóficos, com o objetivo de nos fazer pensar e se questionar sobre as grandes questões da vida.

Também escrevo nos blogs “Para além do agora” e “Universo de Raul Seixas”.
www.paralemdoagora.wordpress.com
www.universoderaulseixas.wordpress.com

Sejam todos bem-vindos ao “Artesanato da mente”…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *