O que é a perfeição?

O Davi de Michelangelo
O Davi de Michelangelo

Todos nós somos imperfeitos e isso faz parte da nossa condição humana. Se nós fossemos perfeitos a vida seria um tédio e, logicamente, por conta desse tédio, seríamos extremamente infelizes. Porém, eu acho muito importante refletir a respeito da perfeição, mesmo sabendo que jamais poderemos sê-lo. Gosto de pensar como aquela frase sobre o horizonte e a utopia.

 

“A utopia está lá no horizonte. Me aproximo dois passos, ela se afasta dois passos. Caminho dez passos e o horizonte corre dez passos. Por mais que eu caminhe, jamais alcançarei. Para que serve a utopia? Serve para isso: para que eu não deixe de caminhar.”

Fernando Birri

Da mesma forma é o nosso caminho em busca da perfeição, esse caminho nos ajuda a caminhar sempre, todos dias, rumo à evolução e ao crescimento humano.

Eu li uma frase que me inspirou a escrever sobre isso, a frase é a seguinte:

“Perfeição não é quando não há nada mais a acrescentar, mas sim quando não há nada mais a tirar.”

Antoine de Saint-Exupéry

E a leitura desta frase me remeteu imediatamente a uma arte que eu amo e aprecio, a ESCULTURA. O que representa a perfeição de uma escultura? É quando já não há mais nada a ser retirado do mármore, quando a escultura já foi tão polida que é simplesmente impossível se retirar nem mais um milímetro de mármore.

A obra de arte mais perfeita da humanidade, em minha opinião, é o Davi de Michelangelo, escultura esta que ele levou 28 meses para concluir. Você tem ideia desse tempo? São dois anos e quatro meses em uma única escultura, que até hoje encanta os olhos de milhões e milhões de pessoas todos os anos. Uma obra que não tem preço, é impossível se estipular um preço a algo tão perfeito quanto o Davi de Michelangelo.

Levando isso para a nossa vida o que seria? Pouco a pouco podemos chegar mais perto do que seria a perfeição quando retiramos os enormes entulhos e lixos que nos assolam, e esse maior entulho se chama MEDO, é exatamente por causa dele que jamais poderemos ser perfeitos, pois não há um único ser humano destituído de medo. Ele nos acompanha até o dia da nossa morte, mas podemos reconhecê-lo e nos trabalhar para ir vencendo os medos um por um. Eu já venci diversos medos e ainda tenho muitos outros para vencer, mas tendo garra, força, coragem e determinação, é possível sim, vencer grande parte dos medos que nos afligem.

Outro ponto que nos faz aproximar da perfeição é a graça da SIMPLICIDADE. E claro que tenho que citar o mestre dos mestres Jesus Cristo. Ele foi um dos seres humanos mais perfeitos que já habitou o planeta Terra e isso se deu entre tantos motivos por sua simplicidade. Um carpinteiro, pobre e rude, mas com uma sabedoria que abalou todas as estruturas políticas e sociais da época. Ele fez a maior revolução da história da humanidade, a revolução do amor.

Jesus Cristo é e sempre será a minha maior referência. Meu desejo é cada vez mais crescer nesta simplicidade que ele tão bem nos ensinou, principalmente através das suas riquíssimas parábolas. Quanto mais o tempo passa, mais eu vejo que as glórias desse mundo são vãs e passageiras, como bem disse a querida Santa Teresa de Ávila: “Vês a glória do mundo. É glória vã. Nada tem de estável. Tudo passa”. Essa é a chave, TUDO PASSA. As pessoas correm atrás de dinheiro, de fama, de status, de carros possantes, de casarões, de roupas caras etc. Para onde isso tudo pode nos levar? Pode ter certeza que para um lugar muito longe do que seria a perfeição. Veja São Francisco de Assis, um homem extremamente humilde, que a meu ver, foi o que depois de Jesus, chegou mais próximo da perfeição máxima. Por quê? Porque ele valorizava o essencial, que são as pessoas, as amizades, os seres vivos, a natureza, a saúde do corpo…

“Perfeição não é quando não há nada mais a acrescentar, mas sim quando não há nada mais a tirar”.

O que essa frase quer dizer? Ela quer dizer que quanto mais nós retiramos os entulhos do medo e quanto mais nós retiramos as vaidades das vaidades que estão atreladas às coisas materiais deste mundo, aí sim, estamos nos aproximando da perfeição.

Que essas poucas palavras lhe levem a refletir. O caminho para a perfeição é vencer os medos pouco a pouco e crescer em simplicidade

Isaias Costa

Sobre Isaias Costa

Isaias Costa. 28 anos. Sou Bacharel em Física e Mestre em Engenharia Mecânica. Descobri o meu amor pela escrita nas dificuldades que passei no meu caminho, aliado ao prazer de ler sobre Filosofia, Psicologia e Teologia. Este blog trata de assuntos em sua maioria filosóficos, com o objetivo de nos fazer pensar e se questionar sobre as grandes questões da vida. Também escrevo nos blogs "Para além do agora" e "Universo de Raul Seixas". www.paralemdoagora.wordpress.com www.universoderaulseixas.wordpress.com Sejam todos bem-vindos ao "Artesanato da mente"...

One thought on “O que é a perfeição?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *