Nós temos medo da nossa luz

1477959_502507093196932_1055387790_n

 Farei nesse texto uma breve reflexão sobre algumas palavras geniais do grande Nelson Mandela, um ser humano mais do que especial, que deixou um legado eterno para a humanidade. Leia com bastante atenção…

*********

“Nosso grande medo não é o de que sejamos incapazes. Nosso maior medo é que sejamos poderosos além da medida. É nossa luz, não nossa escuridão, que mais nos amedronta. Nos perguntamos: “quem sou eu para ser brilhante, atraente, talentoso e incrível?”. Na verdade, quem é você para não ser tudo isso? Bancar o pequeno não ajuda o mundo. Não há nada de brilhante em encolher-se para que as outras pessoas não se sintam inseguras em torno de você. E à medida que deixamos nossa própria luz brilhar, inconscientemente damos às outras pessoas permissão para fazer o mesmo.”

Nelson Mandela

 

*************

Essas são palavras muito verdadeiras, posso falar isso a partir da minha própria experiência. Provavelmente você já leu algum texto meu no qual disse que já fui extremamente tímido, e essa timidez me atrapalhava em diversos campos da vida. O que acontece é que desde sempre, garotinho ainda, eu tinha em mim uma predisposição natural para tentar ajudar as pessoas principalmente ouvindo e tentando dizer palavras de aconchego e esperança.

O que faço hoje? Exatamente isso! Praticamente todos os dias estou aqui trazendo mensagens de luz para lhe fazer refletir sobre sua vida e seus caminhos.

Mas eu já tive muito medo desta minha luz, e sabe por quê? O motivo talvez seja o mesmo da grande maioria das pessoas. Ficava imaginando que seria um completo inadequado, que ninguém me entenderia, que poderia me tornar um fardo, alguém que ninguém quisesse por perto. Já pensou? Sim! Acredite! Eu já pensei essas abobrinhas! Rsrsrs

Na realidade, hoje acontece exatamente o oposto de tudo que acabei de descrever. Na maior parte dos lugares em que vou, sou muito bem acolhido e as pessoas se sentem bem com a minha presença, porque agora eu deixo a minha luz interior brilhar onde eu estiver. Deixei de ter medo dela, e de fato tenho aplicado essas palavras do querido Nelson Mandela em minha vida.

Infelizmente, nós vivemos em uma sociedade tão absurdamente mediocrizada, que para algumas pessoas, essas minhas palavras soam como arrogância e prepotência. Elas pensam assim: “Quem ele pensa que é para achar que é uma luz?…”. Isso é muito triste, sei disso. Mas tenho certeza que esse tipo de pensamento se passa em algumas pessoas.

Quero lhe dizer outra coisa bacana a respeito das minhas experiências de vida. Já falei por aqui que sou professor e adoro ensinar. Nas minhas aulas, sempre que tenho oportunidade, levo meus alunos a refletirem junto comigo sobre as grandes questões da vida, são os meus “Momentos Filosofia” das aulas. Os alunos acham tão legal o que eu falo, que praticamente todas as semanas eles me procuram ou mesmo em sala de aula me dizem mais ou menos assim:

“Professor! Eu quero aprender mais sobre isso que o senhor está falando. Me sugira um livro que fale sobre isso! Um site ou um vídeo. Quero ter esse conhecimento também…”.

Nada paga a sensação que me dá em ouvir isso dos meus alunos, porque sei que a partir deste simples gesto, começa a surgir silenciosamente uma bonita corrente do bem, na qual eles vão aprendendo novos conhecimentos, adquirindo mais sabedoria, e o melhor de tudo, PASSANDO A DIANTE, como diz o maravilhoso filme que tem esse mesmo título: “A corrente do bem”, um filme que recomendo fortemente que você assista…

Abaixo, segue o link de um texto antigo do blog “Para além do agora” no qual falei um pouco mais sobre esse compartilhar de experiências e deste filme. Recomendo que você o leia. É um texto bem interessante!

A corrente do bem

Perceba agora a incrível semelhança disso com as palavras do Nelson Mandela.

“E à medida que deixamos nossa própria luz brilhar, inconscientemente damos às outras pessoas permissão para fazer o mesmo.”

É assim meu amigo! Acredite! Digo isso a partir da minha própria vida. Nós ensinamos as outras pessoas muito mais pelos nossos gestos que pelas nossas palavras. Não me canso de repetir isso. Muito antes de escrever o que você está lendo agora, eu busco vivenciar e mostrar pra você que isso é real.

Você tem uma luz maravilhosa em seu interior sabia? Ela talvez só esteja obscurecida pelo medo, mas à medida que você for se trabalhando esse medo e buscando ser uma pessoa melhor, ela vai começar a se manifestar cada vez mais, levando os outros a captarem essa luz. E quando os outros começam a captá-la, pronto! Você inconscientemente já estará criando uma corrente do bem.

Esse é meu desejo sincero pra você! Não tenha medo da sua luz. Na realidade não tenha medo de nada. O medo é uma trava na nossa vida. Apenas seja você mesmo. Busque a sua essência.

Quanto mais você se aproximar da sua essência, mais sua luz se expandirá e tocará muitos corações…

Paz e luz…

Isaias Costa

Sobre Isaias Costa

Isaias Costa. 27 anos. Sou Bacharel em Física e Mestre em Engenharia Mecânica. Descobri o meu amor pela escrita nas dificuldades que passei no meu caminho, aliado ao prazer de ler sobre Filosofia, Psicologia e Teologia. Este blog trata de assuntos em sua maioria filosóficos, com o objetivo de nos fazer pensar e se questionar sobre as grandes questões da vida. Também escrevo nos blogs "Para além do agora" e "Universo de Raul Seixas". www.paralemdoagora.wordpress.com www.universoderaulseixas.wordpress.com Sejam todos bem-vindos ao "Artesanato da mente"...

One thought on “Nós temos medo da nossa luz

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *