Xuxa desabafa sobre história de pacto com o demônio

Xuxa antes de entrar no palco do especial

No final da década de oitenta era recorrente  informações que davam conta de supostos pactos de artistas com o demônio. A apresentadora infantil Xuxa Meneghel figurava entre as  mais comentadas.  Um pai de santo convertido ao protestantismo  divulgou em vídeo  que mediou a aliança da rainha dos baixinhos com satanás. No vídeo, o pastor Chico diz que o nome da apresentadora é uma junção de exu com orixá, que sacha é fruto de inseminação artificial.

Em entrevista a um programa mexicano Xuxa classificou como “fanatismo” as declarações do pastor. “Eu creio em Deus, se isto é pecado, eu sou uma pecadora”. Sobre o significado de seu nome esclareceu que em japonês “Xu” significa arco-íris e “xa” bonito.  Ela prefere esse significado a exu- xangô.

Em junho de 2011  Maria das Graças, a Xuxa, rompeu o silêncio sobre o assunto segundo o blog TV a ver.  As declarações da apresentadora foram ao ar em rede nacional durante gravação para o especial dos 25 anos em comemoração à presença da loira na televisão.

Xuxa se emocionou ao falar de sua mãe que se encontra internada no hospital com o mal de Parkinson. A apresentadora ainda se  disse privilegiada pelo que tem e que isso “só pode vir lá de cima”.

No vídeo abaixo Xuxa esclarece a uma fã que o “cara lá de cima” é o Filho de Deus: Jesus“. (  a partir dos 2 min. 20 seg. )

 

 

Vanderlúcio Souza

Sobre Vanderlúcio Souza

No ANCORADOURO busco reproduzir temas do cotidiano à luz dos princípios e valores cristãos. Sou blogueiro e tuiteiro apaixonado por comunicação. Como católico busco ser um colaborador da verdade como convidou o papa emérito Bento XVI. Sou engajado na Igreja desde minha infância.

302 comentários sobre “Xuxa desabafa sobre história de pacto com o demônio

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>